conecte-se conosco


Mato Grosso

Seduc faz "roda de conversas" e palestras para tratar de saúde mental com servidores

Avatar

Publicado

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc), por meio da Coordenadoria de Aplicação, Desenvolvimento, Saúde e Segurança, realizou uma palestra com uma equipe da Saúde Mental da Regional de Medicina Psicossomática de Mato Grosso tendo como público servidores da Seduc. O tema “Setembro amarelo: combate ao suicídio”, foi debatido no auditório da Seduc, nesta terça-feira (10.09).

Equipes de psiquiatras e psicólogos fizeram uma “roda de conversa” com os servidores que tiraram dúvidas do assunto que é considerado delicado. Para o docente em psiquiatria Cristiano Santos, que faz parte da equipe da Coordenadoria de Aplicação da Seduc, especialistas em doenças mentais reforçam a tese de que a depressão é uma das causas do suicídio.

“A psicanálise é necessária, pois é preciso se preocupar com a integridade psíquica e biológica do sujeito. Trouxemos psiquiátricas e psicólogos porque o assunto precisa ser debatido com seriedade”, frisa.

Na lista dos debatedores estiveram a psicóloga e psicanalista Cleiri de Souza, a psicanalista Zildiney Dias, a psicóloga Helen Binde, a psicanalista e coaching Viviely Santos e o doutor em psicopatologia Marcelo Pitter. Participou também a representante do Centro de Valorização da Vida (CVV), Ana Rosa.

A coordenadora de Aplicação da Seduc, Zilda Alves da Silva avalia como positiva a palestra, principalmente a participação dos servidores que fizeram várias perguntas esclarecedoras aos palestrantes.

“Essa interação foi uma surpresa agradável. Muita gente tirando dúvidas sobre um assunto que ainda é difícil de abordar. Vivemos um momento em que é preciso ouvir para ajudar as pessoas. E a palestra foi tão ótima que as pessoas entenderam a mensagem dos palestrantes”, assinala.

Setembro amarelo é uma campanha de sensibilização sobre a prevenção do suicídio.  No Brasil, foi criado em 2015 pelo CVV, Conselho Federal de Medicina (CFM), Associação Brasileira de Psiquiatria ABP. A proposta é de associar à cor ao mês que marca o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio, 10 de setembro.

Comentários Facebook

Mato Grosso

Acordo de cooperação com UFPR viabiliza diagnóstico esportivo em Mato Grosso

Avatar

Publicado


.

Um acordo de cooperação técnica entre a Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) e a Universidade Federal do Paraná (UFPR) vai possibilitar o diagnóstico da governança, gestão e infraestrutrua esportivas nos municípios mato-grossenses. A parceria foi firmada na última semana e suas ações serão viabilizadas pelo Instituto de Pesquisa Inteligência Esportiva (IPIE) que integra a universidade paranaense.

“Participar desse estudo do Instituto de Pesquisa Inteligência Esportiva será muito importante para o desenvolvimento do esporte e lazer em Mato Grosso. A partir do diagnóstico, poderemos ter uma visão geral das demandas do Estado e direcionar esforços em políticas esportivas que atendam de fatos as reais necessidades”, informa o superintendente de Esporte e Lazer da Secel, Rodrigo Siqueira. 

O projeto de pesquisa em inteligência esportiva é uma ação articulada entre o Instituto e a Secretaria Especial do Esporte, do Ministério da Cidadania que começou em 2013 e teve seus estudos no campo de gestão e governança intensificados a partir de 2017. Por meio do levantamento de aspectos quantitativos e qualitativos desenvolvidos pelas secretarias estaduais/municipais na área de esporte e lazer, o projeto busca potencializar as ações dos diferentes entes federados, melhorar o nível de informação esportiva e possibilitar articulações futuras na área.

Com o acordo celebrado junto à Secel, as pesquisas em Mato Grosso terão início em breve. Para isso, uma equipe da secretaria adjunta de Esporte e Lazer participará de formação sobre a metodologia desenvolvida pelo IPIE e estabelecerá reuniões e tratativas individuais com gestores municipais do estado.

A ferramenta a ser utilizada tem como base quatro dimensões de estudo que envolvem características do Estado/município, as informações do órgão responsável pela gestão esportiva, recursos humanos disponíveis e políticas para o esporte. As coletas e análises de dados poderão caracterizar, classificar e apontar direções futuras sobre como as instituições podem potencializar sua gestão e melhorar suas práticas de governança. 

Segundo o coordenador do IPIE, professor Fernando Mezzadri, o acordo celebrado poderá trazer inúmeras outras ações conjuntas visando melhorar e qualificar as políticas públicas para o desenvolvimento do esporte.

“Para nós será uma parceria muito frutífera. Além do cadastro e a partir dele, podemos melhorar também a gestão dos municípios, qualificar os gestores a melhorar suas ações junto aos atletas e pontencializar a infraestrutura do esporte no estado. Não podemos deixar de agradecer ao então secretário Allan Kardec que se prontificou para que a parceria acontecesse. Agora vamos caminhando juntos nessa ação tão importante para todos os envolvidos”, destaca Mezzadri.

A minuta do termo de cooperação com a UFPR pode ser acessada AQUI

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Escola de Saúde Pública oferta qualificação à distância para profissionais da saúde

Avatar

Publicado


.

A Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), o Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (Conass) e as Escolas de Saúde Pública lançam nesta quarta-feira (15.07), às 13h30, cursos para profissionais que atuam no combate à Covid-19.

A Escola de Saúde Pública de Mato Grosso (ESP-MT) ofertará dois cursos de autoaprendizagem para profissionais que atuam nos hospitais de referência para o tratamento da Covid-19 e acadêmicos do último ano dos cursos de medicina, enfermagem e fisioterapia.

A qualificação tem por objetivo promover a aplicação adequada de medidas de prevenção e controle de infecções e a qualificação do cuidado, por meio do domínio de técnicas e ferramentas necessárias no tratamento de pacientes graves – desde a entrada na unidade hospitalar, até a alta médica.

De acordo com a diretoria da Escola, compõem a programação os cursos de Prevenção e Controle de Infecções (PCI) causadas pelo novo coronavírus e Cuidados Clínicos na Síndrome Aguda Grave (que também engloba a Covid-19).

“A característica é de um curso auto instrucional, de forma que os profissionais adquirem o conhecimento teórico e já conseguem colocar esse conhecimento em prática na rotina de trabalho”, explicou a diretora da ESP-MT, Silvia Tomaz.

Segundo informou a gestora, os cursos serão realizados nos meses de julho e agosto. Os interessados em participar poderão acessar a plataforma: http://moodle.espmt.saude.mt.gov.br/moodle/

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana