conecte-se conosco


Esportes

Mulher incendeia o próprio corpo após ser condenada à prisão por ir ao estádio

Publicado

Esportes

Foto divulgada por ONGs da iraniana identificada apenas como Sahar que ateou fogo no próprio corpo arrow-options
Reprodução

Foto divulgada por ONGs da iraniana identificada apenas como Sahar que ateou fogo no próprio corpo

Uma mulher de 29 anos de idade, identificada apenas como Sahar, ateou fogo ao próprio corpo na frente de um tribunal de Teerã , após ser processada por frequentar um estádio de futebol, denunciaram ONGs de Direitos Humanos.

Segundo informou a Center for Human Rights in Iran, sediada nos Estados Unidos, a mulher foi condenada a seis meses de prisão depois de tentar entrar no estádio Azadi, em Teerã, em março. Após sair sob fiança, ela soube, ao comparecer a um tribunal, que precisaria voltar para trás das grades, e teria então posto fogo no próprio corpo.

“Depois de ser levada para a prisão de [Gharchak] em Varamin [cidade], minha irmã sofreu muitos problemas mentais e ficou aterrorizada”, teria dito sua irmã à agência estatal Rokna, que não publicou a identidade da mulher. “Nesse pobre estado mental e psicológico, minha irmã incendiou-se. Ela agora está em péssimas condições no hospital”.

Leia também: Iraniano é denunciado após se passar por Messi e se relacionar com 23 mulheres

A mulher, que sofreria de transtorno bipolar, está atualmente em terapia intensiva no Hospital Motahhari, em Teerã, acrescentou a ONG em comunicado.  Desde 2018, quando a Arábia Saudita eliminou a proibição a mulheres em estádios, o Irã é o único país a ainda impedir que mulheres frequentem estádios esportivos, apesar da pressão constante da Fifa.

Veja Também  Após demissão de Argel Fuchs, CSA encara Cruzeiro com técnico interino

A proibição de mulheres em estádios nunca foi promulgada sob nenhuma lei ou diretiva oficial, mas, autoridades iranianas as impedem de acessar os estádios na prática, ao não oferecem infraestrutura para as mulheres e eventualmente as processarem. O veto começou em 1981, dois anos após a revolução islâmica no país,  por pressão de grupos religiosos e políticos linha dura.

Em um relatório publicado em novembro de 2018, um painel da Fifa disse que a proibição violava o próprio código de ética da Fifia, que “proíbe especificamente a discriminação, inclusive com base no sexo”.

Segundo a agência iraniana, a mulher “atualmente, está respirando com a ajuda de uma máquina de respirar na seção da UTI. Não temos permissão para fornecer mais informações”.

A Rokna também citou um funcionário da Justiça não identificado afirmando que a mulher havia sido acusada de “prejudicar a decência pública” e “insultar os agentes da lei” por não usar um hijab, mas o relatório não mencionou o fato de que ela havia sido presa por tentar entrar em um estádio.

O funcionário judicial disse: “Na segunda-feira, 1º de setembro, a mulher compareceu ao tribunal para a primeira sessão do julgamento, mas o juiz estava de férias por causa de uma morte em sua família e outra data foi marcada para o julgamento. Mas a jovem começou a levantar objeções e, depois de deixar o tribunal, pegou a gasolina que havia comprado anteriormente, derramou sobre si mesma e se incendiou. ”

Veja Também  Atual bicampeão, Pato goleia e encosta na liderança do Grupo C da LNF

Em entrevista ao jornal diário “Iran” em 5 de setembro de 2019, o ex-chefe da Federação de Futebol do Irã (1994-97) Dariush Mostafavi condenou as autoridades por processar a mulher e prejudicar a reputação internacional do Irã.

Leia também: Ronaldinho Gaúcho do Irã acerta com time do futebol carioca; conheça o atacante

“Se eu fosse o chefe da federação ou o ministro do esporte, teria comparecido ao tribunal e tentado convencer a juíza a deixá-la ir. Não é difícil de fazer. Se você conversar com o juiz sobre a importância do futebol e as condições atuais da sociedade, ele ficará convencido”, afirmou.

De acordo com a Human Rights Watch, ao menos seis mulheres vestidas como homens foram detidas no mês passado em estádios. Assim como elas, várias torcedoras passaram a vestir barbas e perucas para entrar em estádios. Em março do ano passado, 35 mulheres teriam sido detidas durante uma única partida. Imagens dessas mulheres se tornaram virais em todo o mundo. 

Comentários Facebook

Esportes

Série B: Náutico e Chape empatam nos Aflitos em partida movimentada

Avatar

Publicado


.

Duas partidas deram sequência à 10ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro nesta sexta-feira (18). Nos Aflitos, Náutico e Chapecoense empataram em 1 a 1, em um jogo muito disputado e com emoção até o último minuto. No Batistão, o Confiança foi melhor e passou pelo Guarani por 1 a 0.

Empate nos Aflitos

O Náutico teve mais posse de bola no primeiro tempo, mas não conseguia acertar o último passe. A Chapecoense optou por ficar na defesa e esperar o momento certo para o contragolpe. Quase deu certo logo aos 15 minutos. Anselmo Ramon tocou para Matheus Ribeiro, que entrou sozinho na grande área e bateu cruzado. A bola desviou na defesa e foi para fora.

Aos 22 minutos, Anselmo Ramon fez bela jogada e tentou de perna esquerda de fora da área, mas a bola passou à esquerda do gol. A Chape só não abriu o placar aos 27 minutos porque Jefferson salvou o Náutico. Aylon tentou o cruzamento, mas houve o toque na zaga e o goleiro teve que se esticar todo para impedir o gol.

A Chape criava as melhores oportunidades. Aos 40 minutos, Paulinho Moccelin ganhou de Hereda na corrida, chutou e Jefferson espalmou. O lateral-direito desistiu da jogada e Moccelin recuperou a bola, tocou para trás e encontrou Matheus Ribeiro. Sozinho, na marca do pênalti, o camisa 2 isolou.

Veja Também  Série B: Náutico e Chape empatam nos Aflitos em partida movimentada

No último lance do primeiro tempo, o Náutico teve sua chance. Hereda avançou pela direita e cruzou. A bola passou por todo mundo e Jhonnatan apareceu para finalizar, mas acabou mandando por cima.

O Timbu voltou melhor para a etapa final. Aos 11 minutos, Jorge Henrique cobrou falta da intermediária e Paiva apareceu no meio da defesa para cabecear. João Ricardo fez bela defesa e salvou a Chapecoense. Dez minutos depois foi a vez de Dadá testar o goleiro. O meia chutou forte de perna esquerda de fora da área e João Ricardo botou para escanteio.

De tanto insistir, o Náutico marcou o gol. Aos 32 minutos, Thiago Fernandes subiu pela direita e cruzou na medida para Kieza. O camisa 9 cabeceou firme e abriu o placar nos Aflitos.

A Chapecoense não desistiu da partida e chegou ao empate no último lance. Aos 48 minutos, Thiago Ribeiro deu bela assistência para Busanello, que chutou cruzado para deixar tudo igual nos Aflitos.

Com o resultado, a Chapecoense chegou a 17 pontos, na terceira posição do campeonato. O Náutico soma 14 pontos e ocupa a 9ª colocação. Na próxima rodada, a Chape encara o América-MG, sexta-feira (25), às 19h15, na Arena Condá. O Náutico visitaria o Sampaio Corrêa, mas o confronto foi adiado devido à decisão do Campeonato Maranhense. Desta forma, o Timbu só entra em campo na terça-feira (29), pela 12ª rodada, contra o Cuiabá, na Arena Pantanal.

Veja Também  Presidente da Fifa teme atrasos em eliminatórias da Copa do Mundo

Vitória sergipana

Confiança e Guarani também se enfrentaram nesta sexta-feira (18) pela 10ª rodada da Série B. Melhor para o time de Sergipe, que, no retorno do técnico Daniel Paulista, venceu por 1 a 0. Com o resultado, o Confiança chegou a 11 pontos, pulando para a 11ª posição. Já o Bugre fica com 8 pontos, na 16ª colocação, interrompendo uma sequência de três partidas consecutivas sem derrotas.

A partida foi bastante equilibrada no primeiro tempo, com oportunidades para as duas equipes. Na etapa final, o gol da vitória do Confiança saiu logo aos 7 minutos, com Matheus Mancini completando boa jogada de Silva pela esquerda. O Guarani tentou pressionar para conseguir o empate, mas o time de Sergipe segurou a vitória até o apito final do árbitro.

Na próxima rodada, o Guarani enfrenta o Figueirense, sábado (26), às 11h, no Orlando Scarpelli. Já o Confiança vai a Campinas encarar a Ponte Preta, domingo (27), às 20h30, no Moisés Lucarelli.

Veja a classificação atualizada da Série B do Brasileiro.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Prefeitura do Rio anuncia futebol com torcida a partir de 4 de outubro

Avatar

Publicado


.

A Prefeitura do Rio de Janeiro anunciou nesta sexta (18) que os estádios de futebol da cidade poderão voltar a receber torcedores em jogos a partir do dia 4 de outubro.

Em nota, a autoridade municipal informou que “a primeira partida com público será no estádio do Maracanã”. Há um jogo programado para o dia 4 de outubro nesta instalação esportiva, Flamengo e Athletico-PR, válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Além disso, a Prefeitura do Rio informou que, como forma de evitar a transmissão do novo coronavírus (covid-19), serão adotadas algumas medidas. A primeira é que este primeiro jogo será com o estádio tendo a capacidade limitada a um terço de seu total. Também “será obrigatório o uso da máscara de proteção e aferição de temperatura na entrada”. Por fim, “para evitar aglomerações, a venda dos ingressos será pela internet”.
 

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook
Veja Também  Prefeitura do Rio anuncia futebol com torcida a partir de 4 de outubro
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana