conecte-se conosco


''TRAGÉDIA NO AR''

PM mata dois dos quatro assaltantes que fizeram gerente, esposa e bebê reféns por 14 horas – FOTOS

Publicado

FONTE: RAFAEL MEDEIROS | O BOM DA NOTÍCIA

Foram mortos nesta quinta-feira(05), dois dos quatro assaltantes de banco que fizeram um gerente do Sicoob e sua família reféns durante 14 horas sob mira de armas, em Juara (a 690 km de Cuiabá). A Polícia Militar encontrou com os criminosos armas e R$ 56 mil em dinheiro. A dupla – junto com outros dois comparsas -, fizeram na última terça-feira (03), o gerente da agência de cooperativa de crédito, sua mulher e um bebê de 3 meses foram levados para região de mata e só foram liberados após gerente entregar aos criminosos cerca de R$ 140 mil.

Segundo a Polícia Militar, guarnições faziam diligências para solucionar o roubo a banco quando receberam informações de que os suspeitos estavam escondidos dentro de uma fazenda, na zona rural de Porto dos Gaúchos. A PM se mobilizou e fez o cerco.

Na fazenda, os Pms flagraram três suspeitos que, ao avistarem os policiais, começaram a atirar. Os tiros foram revidados e certeiro, dois deles acabaram baleados e mortos. O terceiro suspeito conseguiu correr para dentro de um matagal e mesmo com as buscas, não foi encontrado. No local, a polícia encontrou duas armas de fogo e parte do valor roubado.

Veja Também  1ª dama participa de projeto voltado à diminuição da Síndrome da Morte Súbita Infantil

Horas sob ameça

Era por volta das 19h30 de segunda-feira (2) quando 3 criminosos invadiram a residência do gerente do Sicoob de Juara, de 33 anos, e renderam sua família, a esposa de 24 anos e seu filho de apenas 3 meses de vida.

Os criminosos estavam armados e em dois veículos, sendo um Volkswagen Crossfox, cor vermelha, e um Chevrolet Corsa Sedan, cor branca.

Eles passaram a noite toda na residência e já na manhã desta terça-feira (3), às 7h, dois dos bandidos saíram com a mulher e o bebê tomando rumo ignorando, enquanto o terceiro suspeito saiu com o gerente em direção à agência bancária gerida por ele. Forçado pelo criminoso, o gerente esperou o tesoureiro da instituição chegar e sacou aproximada R$ 140 mil.

De acordo com o tenente-coronel Fernando Schultz, comandante do 21º Batalhão da Polícia Militar de Juara, após a retirada do dinheiro, o gerente foi levado de volta para sua residência, onde os criminosos disseram que ele deveria ficar e aguardar notícias de sua família.

Pouco tempo depois, a Cooperativa de Crédito Sicoob entrou em contato com a polícia, informando que o gerente havia feito um saque volumoso e que estaria desaparecido.

Veja Também  Mulher é presa acusada de matar homem e atear fogo em corpo em MT

Policiais localizaram o gerente que contou o ocorrido e teve início às buscas pela esposa e pelo filho dele, que foram encontrados por volta das 10h30 em uma mata, próxima à escola Estadual Daury Riva, já na saída da cidade, sentido Alta Floresta (803 km ao Norte), sem ferimentos. O gerente declarou que os criminosos ameaçavam o tempo todo e afirmavam que se ele acionasse a polícia sua família seria executada.

Comentários Facebook

''TRAGÉDIA NO AR''

Ladrão que PM matou era violento e roubou carro de pastora

Publicado

Regielton Arruda Luiz da Silva, de 20 anos, conhecido como Fumacinha, morto após trocar tiros com a Força Tática da Polícia Militar na ponte Sérgio Mota nesta quinta-feira (19), tinha um histórico vasto criminal.  Ele possuía mais de 10 passagens e agia com “extrema violência” nos roubos que praticava.  De acordo com o coronel Marcos Sovinski, Comandante no 2º Comando Regional da Polícia Militar, Fumacinha foi preso na semana passada após roubar um carro na Beira Rio. Com 20 anos, já colecionava passagens por tráfico de drogas, porte ilegal de arma, roubo e furto.Nesta quinta-feira, ele e o comparsa, identificado como Renato Alves de Bessa, renderam uma pastora na Avenida Beira Rio e roubaram a caminhonete dela.

Em seguida, fugiram sentido a ponte Sérgio Mota, que liga Cuiabá a Várzea Grande. O tiroteio ocorreu quando os criminosos fugiam da abordagem da Força Tática. Fumacinha foi baleado e morreu na unidade de saúde. Nas diligências, a Polícia Militar localizou um veículo branco no bairro Jardim das Oliveiras. Dentro, havia roupas pretas e masculinas. O carro [e suspeito de dar apoio a ação da dupla. O comparsa Renato foi preso e levado para Cisc Parque do Lago. O caso deve ser repassado a Polícia Civil que vai apurar o envolvimento de outros suspeitos.

Comentários Facebook
Veja Também  Filha esfaqueia pai até a morte ao ver mãe sendo agredida em Cáceres
Continue lendo

''TRAGÉDIA NO AR''

Mãe vai tomar banho de rio com filhos e encontra dois corpos em mata

Publicado

Dois corpos, ainda não identificados, foram encontrados por uma mulher próximo a Escola Agrícola, na tarde de quinta-feira (19), na cidade de Mirassol D’Oeste (290 km de Cuiabá). Policiais militares informaram que receberam denúncias de que ao lado da represa, havia dois corpos em avançado estado de decomposição, em uma região de mata, aparentando ser duas pessoas do sexo masculino.Rapidamente, os PMs foram ao local e confirmaram a denúncia.

Na região, havia uma mulher, que não teve o nome revelado, a qual relatou que foi à represa com seus filhos e durante o percurso, sentiu um forte odor.Ao se aproximar do local, a mulher constatou que se tratava de dois corpos.Os cadáveres foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) para ser realizado exames de necropsia e identificação.Até a publicação da matéria, ninguém havia sido preso. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Comentários Facebook
Veja Também  Tronco de árvore cai e mata homem durante o trabalho em Livramento
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana