conecte-se conosco


URGENTE

45 crianças com suspeita de intoxicação alimentar em escola de VG recebem alta médica e já estão em casa

Publicado

A Prefeitura de Várzea Grande, por meio de nota, informou que as 45 crianças que sofreram possível intoxicação alimentar na Escola Municipal Abdala José de Almeida, no Bairro São Mateus, receberam alta médica no final da tarde desta sexta-feira (30). O alunos, com idades entre 7 a 12 anos, começaram a passar mal após tomarem um suco durante a merenda e foram encaminhados ao pronto-socorro da cidade e para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bairro Ipase, por volta das 14h de sexta.

A Vigilância Sanitária esteve na escola e colheu amostra de todos os alimentos ingeridos pelas criança para confirmar a suspeita de intoxicação alimentar. Um laudo pericial nesse sentido deve sair nos próximos dias. Também foi colhida amostras de sangue dos alunos que passaram pelas unidades de saúde. A Prefeitura ressaltou que todos os 45 alunos foram “prontamente recebidos, medicados e liberados já com os medicamentos prescritos pelos médicos”. (Texto MARCIO CAMILO | O BOM DA NOTÍCIA)

Leia a nota da Prefeitura na íntegra:

A Secretaria de Comunicação Social de Várzea Grande por meio de nota vem a público esclarecer os fatos ocorridos no início da tarde desta sexta-feira, 30, onde 45 crianças deram entrada em duas unidades de saúde de Pronto-Atendimento de Várzea Grande, vítimas de possível intoxicação alimentar, por volta das 14h. Sendo 30 no Hospital e Pronto socorro Municipal de Várzea Grande e 15 na Unidade de Pronto Atendimento (Upa) do Ipase. A Vigilância Sanitária de Várzea Grande foi acionada, esteve na escola e fez a coleta de todos os possíveis alimentos que foram ingeridos pelos alunos, para que sejam feita análise em laboratório do material. Também foi colhida amostras de sangue dos alunos que passaram pelas unidades de saúde. Todos os 45 alunos foram prontamente recebidos, medicados e liberados já com os medicamentos prescritos pelos médicos.

Mais de 20 alunos passam mal em escola de VG com suspeita de intoxicação alimentar; Pronto Socorro lotado – VEJA VÍDEO

Veja Também  Em inauguração do HMC, governador anuncia retomada de mais dois hospitais

Alunos do Centro Educacional “Abdala José de Almeida”, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, foram levados às pressas para o pronto-socorro do município nesta sexta-feira (30) após passarem mal. A suspeita é que sofreram intoxicação alimentar. Pais de alunos disseram que as crianças passaram mal depois de tomarem um suco oferecido no lanche da escola.

No entanto, segundo a Prefeitura de Várzea Grande, ainda não há confirmação do que pode ter causado mal estar nos alunos. Mais de 20 crianças foram encaminhadas à unidade hospitalar por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A reportagem tentou contato com a direção da escola, mas o telefone estava ocupado.

SECRETÁRIO SILVIO 

Em contato com secretário de Educação Silvio Fidelis, ele informou ao site LAPADA que do total de 72 crianças, 29 foram encaminhadas para UPA, e 13 para o pronto Socorro, o restante foram medicados e liberados. 

O secretário disse que todas providências para atendimento e acompanhamento estão sendo tomados e que pediu para vigilância sanitária ir até a escola ver o que teria ocorrido. 

CRIANÇAS PASSAM MAL APÓS TOMAREM LEITE

URGENTEAlunos da Escola Abdala do bairro São Mateus em Várzea Grande, passam mal após se alimentarem na merenda escolar e vão parar no Pronto Socorro de Várzea Grande..Segundo informações, são mais de 20 crianças passando mal, todas vomitando e algumas chegaram até desmaiar..

Posted by Lapada Lapada on Friday, August 30, 2019

Comentários Facebook

URGENTE

Morre a segunda vítima do atropelamento de Marcinho PCC, em Várzea Grande

Publicado

Com pesar aos amigos e familiares comunicamos a morte do adolescente, Bruno Henrrique Oliveira Gomes da Silva de apenas 17 anos, segunda vítima do atropelamento na noite de quarta-feira 06/11. O  pai de Bruno nos avisou no início da noite desta segunda-feira 11/11, a família não sabe informar ainda o local do velório.
Bruno estava internado em estado grave no pronto socorro de Várzea Grande, outra vítima Hélio Diego morreu no dia 08/11.

O acidente 

O Suspeito Márcio (Marcinho PCC), conduzia um Hyundai I30 quando perdeu o controle do veículo e bateu na motocicleta Honda Fan onde estavam os jovens, Bruno Henrique Oliveira Gomes da Silva e Hélio Diego Cassiano da Silva, ambos de 17 anos.

Após bater nos jovens  carro chegou a colidir num poste, o que causou a queda de energia na região. Após bater nos jovens Marcinho PCC fugiu do local.
Os meninos e o suspeito foram socorridos em estado grave para o pronto socorro.
O causador do acidente Márcio Lemos, o “Marcinho PCC”, é considerado de alta periculosidade. No final dos anos 1990, ele foi condenado a quase 50 anos de cadeia e estava solto.

Márcio Lemos, o Marcinho PCC

Marcio foi levado até o posto da Policia Rodoviária Federal para que fosse realizado o teste do etilômetro, já que apresentava sinais de embriaguez, mas ele recusou. Em seguida ele também foi encaminhado já preso pela policia militar ao pronto-socorro para receber atendimento médico.

Márcio Lemos, o “Marcinho PCC”, é considerado de alta periculosidade. No final dos anos 1990, ele foi condenado a quase 50 anos de prisão por três roubos qualificados e dois latrocínios (roubo seguido de morte), usa tornozeleira eletrônica e possui diversas passagens pela polícia.

Não temos informações de Marcinho PCC continua preso ou se esta solto.

CONHEÇA E SE INSCREVAM EM NOSSO CANAL DO YOUTUBE.

Veja Também  Cerca de 12 homens armados invadem fazenda, roubam veículos e defensivos agrícolas em MT

Comentários Facebook
Continue lendo

URGENTE

NESTE MOMENTO ROUBO DE VEÍCULO TERMINA COM UM ACIDENTE, EM RUA DO BAIRRO PIRINEU EM VÁRZEA GRANDE

Publicado

A arma usada pelos bandidos caída bem ao lado do carro.
MAIS INFORMAÇÕES EM INSTANTES…

Comentários Facebook
Veja Também  Em inauguração do HMC, governador anuncia retomada de mais dois hospitais
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana