conecte-se conosco


''TRAGÉDIA NO AR''

Idoso que matou namorada 40 anos mais nova, alega ter câncer e diz que vítima pedia muito dinheiro e o chantageava por ser velho

Publicado

POR RAFAEL MEDEIROS | O BOM DA NOTÍCIA

José de Carvalho, 71 anos, conhecido como “Zé Branquinho”, que matou a namorada Magna Alves Gabriel, 31 anos, alegou ao ser preso nesta segunda-feira (19), à Polícia Civil que apenas se defendeu de Magna que o estaria perturbando, pedindo dinheiro, e o agredindo. Como ele tem câncer e estaria muito transtornado com a doença, acabou se irritando com as agressões e a matando. A doença deve ser confirmada através de exames que já foram solicitados.

José matou a tiros a namorada Magna Alves Gabriel, 31 anos, se apresentou à Policia Civil de Primavera do Leste (231 km de Cuiabá) e teve cumprida a prisão preventiva decretada pela Justiça.

O casal viveu junto há dois anos. O assassinato ocorreu no último domingo (18), na casa de José. Testemunhas disseram ter ouvido pelo menos 4 disparos antes de José jogar a vítima na rua e passar com o carro em cima dela.

Interrogado pelo delegado Rafael Sippel Fossari, o assassino disse que Magna, mesmo separada dele, foi até sua casa no domingo para pedir dinheiro. Quando ele disse que não tinha a quantia que ela queria, começaram a discutir. O idoso disse que faz um tratamento contra o câncer e por isso não tinha dinheiro em grande quantidade.

Veja Também  Mãe vai tomar banho de rio com filhos e encontra dois corpos em mata

Afirmou que durante a briga, quando se agrediam, a namorada foi até o local onde estava sua arma de fogo e se apropriou dela. Ele, então, tomou a arma e fez dois disparos na direção de Magna que ferida caiu no sofá e gritou pelos vizinhos.

Na versão apresentada pelo suspeito, ele ainda a teria pego nos braços e tentado levar até o veículo, quando ela caiu na rua. Assustado, com os vizinhos tentando lincha-lo, disse que entrou no carro e a passou por cima dela, sem perceber. Quanto à arma, disse não lembrar onde a jogou.

Espancada antes da morte

Exames apontam que Magna foi violentamente agredida, inclusive tinha vários ferimentos na cabeça. A mulher tinha três perfurações de tiros no tórax.

Comentários Facebook

''TRAGÉDIA NO AR''

Ladrão que PM matou era violento e roubou carro de pastora

Publicado

Regielton Arruda Luiz da Silva, de 20 anos, conhecido como Fumacinha, morto após trocar tiros com a Força Tática da Polícia Militar na ponte Sérgio Mota nesta quinta-feira (19), tinha um histórico vasto criminal.  Ele possuía mais de 10 passagens e agia com “extrema violência” nos roubos que praticava.  De acordo com o coronel Marcos Sovinski, Comandante no 2º Comando Regional da Polícia Militar, Fumacinha foi preso na semana passada após roubar um carro na Beira Rio. Com 20 anos, já colecionava passagens por tráfico de drogas, porte ilegal de arma, roubo e furto.Nesta quinta-feira, ele e o comparsa, identificado como Renato Alves de Bessa, renderam uma pastora na Avenida Beira Rio e roubaram a caminhonete dela.

Em seguida, fugiram sentido a ponte Sérgio Mota, que liga Cuiabá a Várzea Grande. O tiroteio ocorreu quando os criminosos fugiam da abordagem da Força Tática. Fumacinha foi baleado e morreu na unidade de saúde. Nas diligências, a Polícia Militar localizou um veículo branco no bairro Jardim das Oliveiras. Dentro, havia roupas pretas e masculinas. O carro [e suspeito de dar apoio a ação da dupla. O comparsa Renato foi preso e levado para Cisc Parque do Lago. O caso deve ser repassado a Polícia Civil que vai apurar o envolvimento de outros suspeitos.

Comentários Facebook
Veja Também  Dono de fazenda leva tiro na barriga
Continue lendo

''TRAGÉDIA NO AR''

Mãe vai tomar banho de rio com filhos e encontra dois corpos em mata

Publicado

Dois corpos, ainda não identificados, foram encontrados por uma mulher próximo a Escola Agrícola, na tarde de quinta-feira (19), na cidade de Mirassol D’Oeste (290 km de Cuiabá). Policiais militares informaram que receberam denúncias de que ao lado da represa, havia dois corpos em avançado estado de decomposição, em uma região de mata, aparentando ser duas pessoas do sexo masculino.Rapidamente, os PMs foram ao local e confirmaram a denúncia.

Na região, havia uma mulher, que não teve o nome revelado, a qual relatou que foi à represa com seus filhos e durante o percurso, sentiu um forte odor.Ao se aproximar do local, a mulher constatou que se tratava de dois corpos.Os cadáveres foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) para ser realizado exames de necropsia e identificação.Até a publicação da matéria, ninguém havia sido preso. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Comentários Facebook
Veja Também  Tronco de árvore cai e mata homem durante o trabalho em Livramento
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana