conecte-se conosco


Esportes

Fluminense age rápido e contrata Oswaldo de Oliveira como novo técnico

Avatar

Publicado

Lance

Oswaldo de Oliveira arrow-options
Site oficial
Oswaldo de Oliveira

O Fluminense agiu rápido e um dia após demitir Fernando Diniz, fechou com o técnico Oswaldo de Oliveira. A diretoria manteve o perfil de ir atrás de um treinador experiente, após as recusas de Abel Braga e Dorival Júnior.

Clique aqui e saiba como assistir aos jogos do Fluminense na Copa Sul-Americana

Oswaldo de Oliveira já viaja nesta quarta-feira para São Paulo, local da partida contra o Corinthians, pelo primeiro jogo das quartas de final da Copa Sul-Americana, que acontece na quinta-feira, na Arena Corinthians. No entanto, o auxiliar Marcão é quem vai comandar o time à beira do campo. O treinador será apresentado oficialmente pelo Fluminense na próxima segunda-feira. 

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Veja Também  Coluna – Dinheiro não traz felicidade

Esportes

Coluna – Estrelas em ação no Mundial de Clubes de Vôlei

Avatar

Publicado

source

Ting Zhu, da China. Thaisa, Gabi e Natália, do Brasil. Paola Egonu, da Itália. Tijana Boskovic, da Sérvia. Poderia ser a Liga das Nações, a Copa do Mundo ou mesmo uma edição dos Jogos Olímpicos. Mas este é o Mundial de Clubes, que acontece entre 3 e 8 de dezembro em Shaoxing (China). Contando com oito times, a competição feminina ganhou em importância e qualidade, e promete ser uma das mais acirradas dos últimos anos. Isso porque a edição de 2019 terá a participação de dois times da China, dois da Turquia, dois da Itália e dois do Brasil. Ou seja, as quatro principais ligas do mundo estarão representadas com equipes recheadas de estrelas.

Os representantes brasileiros são os mesmos do ano passado: Dentil/Praia Clube e Itambé/Minas Tênis Clube. Se no ano passado o Minas conseguiu chegar ao vice-campeonato mundial (a cereja do bolo de uma temporada quase perfeita), na edição 2019 do Mundial o time tem poucas chances de repetir o feito. Isso por causa da qualidade dos adversários e da perda de peças importantes. Natália e Gabi, as ponteiras da seleção brasileira que formavam a espinha dorsal do time campeão da última temporada junto com a levantadora Macris, agora jogam nos times turcos. Natália no Eczacibasi e Gabizinha no Vakifbank.

Quem pode ajudar o Minas na difícil tarefa nesse Mundial é a central Thaisa. Reforço da equipe para a temporada, a bicampeã olímpica tem apresentado um voleibol de alto nível neste início de Superliga. A jogadora mostrou estar totalmente recuperada da lesão de joelho que a tirou das quadras em 2017. Thaisa tem experiência em mundiais. Já foi campeã com o Osasco e com o Eczacibasi. Essa bagagem vitoriosa será fundamental para ajudar a equipe mineira a ir longe em Shaoxing.

Veja Também  Fluminense enfrenta Fortaleza em meio à protesto de jogadores

Já o Mundial masculino será realizado mais uma vez na cidade de Betim (Minas Gerais), também entre 3 e 8 de dezembro. O local é a casa do Sada/Cruzeiro, tricampeão do Mundial de Clubes. O último título foi comemorado em 2016 diante da torcida. O Mundial masculino também traz ao Brasil astros que formam a elite do vôlei. Se pegarmos como exemplo o Lube Civitanova, o time italiano conta com titulares da seleção brasileira e das equipes nacionais da Itália e do Irã, entre outros figurões. Pelo Zenit Kazan, da Rússia, estarão em quadra Earvin Ngapeth, principal nome do voleibol francês, o búlgaro Sokolov e o russo Mikhaylov, campeão olímpico em 2012. O Al Rayyan Sports, do Catar, completa o quarteto participante do Mundial.

Dessa vez o Sada/Cruzeiro está no posto de azarão. O clube já não conta com o timaço que tinha nos últimos anos. Ainda assim o experiente treinador Marcelo Mendez tem à disposição um elenco com nomes fortes, como o levantador Cachopa, da seleção brasileira, o central Isac e o oposto Evandro, campeão olímpico na Rio 2016. Porém, o título mundial deve ficar entre Civitanova e Kazan. E o favoritismo é do time italiano comandado pelo levantador brasileiro Bruninho.

Edição: Fábio Lisboa
Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Havaiana Carissa Moore é campeã mundial de surfe

Avatar

Publicado

source

A havaiana Carissa Moore conquistou na última segunda (2) o título feminino do Circuito Mundial de Surfe. Este é o quarto título de Moore, que já havia vencido em 2011, 2013 e 2015.

Carissa garantiu a conquista mesmo não vencendo o Lululemon Maui Pro, a última etapa da competição promovida pela Liga Mundial de Surfe (WSL, sigla em inglês). Ela parou na semifinal, enquanto a sua principal adversária na corrida pelo título mundial, a norte-americana Caroline Marks, parou nas quartas de final. A combinação destes resutados lhe garantiu o título.

MAUI, UNITED STATES - DECEMBER 2: Three-time WSL Champion Carissa Moore of Hawaii wins her Fourth World Title at the 2019 Lululemon Maui Pro at Honolua Bay on December 2, 2019 in Maui, United States. (Photo by Cait Miers/WSL via Getty Images)

Carissa Moore parou nas semifinais da etapa do Havaí – Cait Miers

Vitória no Havaí

O título do Lululemon Maui Pro, realizado no Havaí, ficou com a australiana Stephanie Gilmore, que na decisão derrotou sua compatriota Tyler Wright por 14,16 a 9,67.

MAUI, UNITED STATES - DECEMBER 2: Stephanie Gilmore of Australia wins the 2019 Lululemon Maui Pro after winning the final at Honolua Bay on December 2, 2019 in Maui, United States. (Photo by Cait Miers/WSL via Getty Images)

Stephanie Gilmore comemora vitória no Lululemon Maui Pro – Cait Miers

A última etapa da disputa masculina do Circuito Mundial de Surfe, o Billabong Pipe Masters (Havaí), terá início no próximo domingo (8).

Veja Também  Vasco vence Cruzeiro no encerramento da 36ª rodada

Saiba mais

Edição: Fábio Lisboa
Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana