conecte-se conosco


Internacional

Estados Unidos testam míssil após deixar tratado nuclear

Avatar

Publicado

Os Estados Unidos (EUA) anunciaram nessa segunda-feira (19) que realizaram teste com um míssil de cruzeiro. É o primeiro teste feito pelo país desde que deixou oficialmente o Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF) no início do mês.

Segundo o Pentágono, o míssil foi lançado às 14h30 de domingo (18), a partir da ilha de San Nicolás, na Califórnia, e percorreu mais de 500 quilômetros antes de cair no mar. “Os dados coletados e as lições aprendidas com esse teste auxiliarão o Departamento de Defesa no desenvolvimento de capacidades futuras de alcance intermediário”, informou em nota.

Caso o tratado INF, assinado em 1987 pela Rússia e os EUA para eliminar mísseis de curto e médio alcance, ainda estivesse em vigor, o teste teria violado o acordo, já que o projétil percorreu uma distância superior a 500 quilômetros.

Tendo vigorado por mais de 30 anos, o INF foi um dos mais importantes acordos do final da Guerra Fria. Sob ele, pela primeira vez as superpotências concordaram em eliminar armas nucleares e submeter-se a extensas inspeções para assegurar que ambos os lados seguissem as regras do tratado.

Há algum tempo os EUA acusavam a Rússia de descumprimento do acordo, com base em relatórios de inteligência. Washington argumentou que o míssil russo 9M729 violaria o INF. Moscou negou as alegações: com um alcance máximo de 480 quilômetros, ele estaria abaixo dos limites do tratado.

Especialistas temem que o fim do INF possa prejudicar outros acordos de controles de armas, além de acelerar a erosão de sistema global projetado para conter a disseminação de armas nucleares, levando a uma nova corrida armamentista.

Além do teste dessa segunda-feira, os Estados Unidos planejam testar um míssil balístico de alcance intermediário em novembro. Washington também já expressou a intenção de enviar novos mísseis à Ásia.

Edição:
Fonte: EBC
Comentários Facebook

Internacional

Coronavírus: mais passageiros deixam navio de cruzeiro no Japão

Avatar

Publicado

Um terceiro grupo de passageiros do navio de cruzeiro Diamond Princess, afetado pelo novo coronavírus, está desembarcando nesta sexta-feira (21).

A infecção pelo coronavírus foi confirmada em 634 passageiros e membros da tripulação do navio,ancorado no porto de Yokohama, próximo a Tóquio.

O Ministério da Saúde do Japão lembrou que as pessoas que testaram negativo para o vírus e não mostraram sintomas têm permissão para desembarcar desde quarta-feira (19), depois de um período de quarentena de 14 dias.

O ministério informou que 443 desembarcaram na quarta-feira, e 274, ontem. Acrescentou que até 450 pessoas adicionais deverão desembarcar hoje.

Funcionários do ministério solicitaram aos que regressaram para suas casas que verifiquem seu estado de saúde durante duas semanas e evitem sair, a menos que seja absolutamente necessário. Eles pediram também que permaneçam distantes de escolas ou locais de trabalho caso desenvolvam sintomas da infecção, como febre e tosse contínua.

Infecção pelo coronavírus

Especialistas do Instituto Nacional de Doenças Infecciosas do Japão disseram que muitos passageiros a bordo do navio Diamond Princess foram, provavelmente, infectados com o novo coronavírus antes de as autoridades pedirem que eles permanecessem em suas cabines.

Em entrevista nessa quinta-feira (20), eles falaram sobre a infecção em massa ocorrida no navio, que chegou ao porto de Yokohama no último dia 3.

Os especialistas acreditam que a manifestação de febre e outros sintomas entre as pessoas infectadas chegou ao pico no dia 7 de fevereiro. Para eles, isso indica que, caso se leve em conta o período de incubação, é muito provável que os passageiros tenham sido infectados antes de 5 de fevereiro. Esse foi o dia em que o Ministério da Saúde solicitou a todos os passageiros do navio que ficassem em suas cabines, após alguns deles terem sido confirmados com a infecção.

Segundo o ministério, de alguma forma, a solicitação para que os passageiros permanecessem confinados em suas cabines foi efetiva.  Ainda está sendo verificado se outras medidas de contenção poderiam ter sido tomadas bem antes e se foram implementados procedimentos suficientes para evitar infecções entre os tripulantes.

*Emissora pública de televisão do Japão

Edição: –

Fonte: EBC
Comentários Facebook
Continue lendo

Internacional

Alemanha: suspeito de massacre pode ser ligado à extrema-direita

Avatar

Publicado

As autoridades alemãs acreditam que o suspeito de matar nove pessoas em dois bares na Alemanha tenha ligações com a extrema-direita. O massacre ocorreu em locais de Hanau, uma cidade a cerca de 25 quilômetros a leste de Frankfurt, na noite dessa quarta-feira (19).

De acordo com a Associated Press (AP), fonte ligada às investigações considerou que o ataque em cafés frequentados por cidadãos do Oriente Médio pode ter sido feito por um extremista de direita com “motivações xenófobas”.

As autoridades acreditam que o possível autor dos disparos, um homem de 43 anos, voltou para casa após o tiroteio e disparou contra si próprio. Foi encontrado morto no apartamento na madrugada de hoje, junto ao corpo da mãe, de 72 anos, que teria sido vítima do filho. Segundo o ministro do Interior da região, Peter Beuth, ambos apresentavam ferimentos de bala.

Entretanto, a agência de notícias alemã DPA informou que as autoridades já estão analisando o vídeo que o suspeito divulgou na internet antes do ataque. A gravação diz respeito a uma “teoria de conspiração sobre maus-tratos a crianças nos Estados Unidos” e sua veracidade está sendo apurada.

Mortes confirmadas em massacre

O porta-voz da Procuradoria Federal em Hanau, Marcus Jung, confirmou que 11 pessoas morreram, incluindo o autor dos disparos. “Acreditamos que não há mais do que uma pessoa”, disse Jung à Associated Press.

Um porta-voz da chanceler alemã Angela Merkel disse, no Twitter, que os seus pensamentos estão com a população de Hanau, onde foi cometido . “Dirigimos os pêsames às famílias afetadas”, acrescentou.

Numa fase inicial, as autoridades anunciaram que oito pessoas tinham sido mortas e que cinco ficaram feridas durante disparos com arma de fogo. Informaram ainda que um veículo de cor escura foi visto deixando o local após os primeiros disparos. Mais tarde, ocorreu um novo ataque em outro café, a cerca de um quilômetro do local do primeiro.

*Emissora pública de televisão de Portugal

Fonte: EBC
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana