conecte-se conosco


Internacional

Gibraltar liberta navio petroleiro iraniano

Avatar

Publicado

Autoridades de Gibraltar libertaram o navio petroleiro iraniano que foi aprisionado ao largo do território britânico, no mês passado, sob suspeita de transportar petróleo bruto para a Síria, violando as sanções impostas pela União Europeia.

As autoridades fizeram o anúncio nessa quinta-feira (15). A declaração diz que o Irã ofereceu garantias de que o navio não viajaria a países que se encontram sob sanções da União Europeia, não deixando motivos razoáveis para a retenção da embarcação.

Petroleiro, Britânico, Estreito de Ormuz  REUTERS/Hamad I Mohammed/File Photo

Petroleiro – REUTERS/Hamad I Mohammed/File Photo/Direitos Reservados

Washington havia feito uma solicitação de última hora para manter a apreensão do petroleiro.

O chanceler iraniano, Mohammad Javad Zarif, divulgou mensagem no Twitter afirmando que os Estados Unidos estavam tentando abusar do sistema legal, tomando um bem iraniano em regiões de alto-mar. Ele escreveu que esse “atentado de pirataria” indica uma interpretação manipulada da lei pela administração de Donald Trump.

*Emissora pública de televisão do Japão

Edição:
Fonte: EBC
Comentários Facebook

Internacional

Hong Kong tem novos protestos e manifestantes pedem reforma política

Avatar

Publicado

A polícia de Hong Kong disparou hoje (19) gás lacrimogêneo contra manifestantes que protestavam num parque público, exigindo uma reforma eleitoral e um boicote ao Partido Comunista da China.

Segundo informações locais, o governo teria autorizado a concentração, mas não a marcha da qual participaram milhares de pessoas, envergando roupas negras e máscaras.

Anti-government protesters attend a rally to call for democratic reforms in Hong Kong, China January 19, 2020. REUTERS/Tyrone Siu

 Manifestantes participam de comício para pedir reformas democráticas em Hong Kong  Tyrone Siu/ Reuters/direitos reservados

Os protestos chegaram às ruas de Hong Kong de forma violenta em junho por causa de um controverso projeto de lei de extradição, retirado pelo governo, mas transformaram-se num movimento de luta em defesa da democracia e contra o autoritarismo de Pequim.

Edição:
Fonte: EBC
Comentários Facebook
Continue lendo

Internacional

Integrantes do PCC fogem de prisão no Paraguai

Avatar

Publicado

Nas primeiras horas deste domingo (19), 91 prisioneiros da Penitenciária Pedro Juan Caballero, no Paraguai, fugiram. Presume-se que tenham escapado da prisão por um túnel com a cumplicidade de autoridades. O chefe de Segurança e o diretor da instituição foram demitidos.

A ministra da Justiça, Cecilia Pérez, disse que “a possibilidade de envolvimento de agentes penitenciários corruptos” é alta na fuga dos 91 membros do Primeiro Comando da Capital (PCC).

“Impossível que eles não tenham visto a quantidade de areia em uma das celas. O túnel foi cavado de uma cela que vai para o lado da prisão. Não é possível que os funcionários não tenham visto uma saída no perímetro da penitenciária. Existe um conluio brutal óbvio”, disse a ministra Pérez.

A ministra da Justiça confirmou que o chefe de Segurança, Matías Vargas, e o diretor da penitenciária, Cristian González, foram demitidos. Também foram presos cinco guardas da prisão.

Ela adiantou que se encontrará com o presidente da República, Mario Abdo Benítez, para oferecer sua renúncia ao cargo de Ministro da Justiça. “A responsabilidade política deste ministério é minha e eu trabalho e devo ao Presidente da República, à cidadania e à opinião pública. O presidente tomará a decisão que ele deve tomar”, afirmou.

Perez disse que, se o presidente determinar, ela continuará trabalhando para reverter “esses eventos sérios”, para que as responsabilidades sejam determinadas e as pessoas envolvidas sejam processadas.

O ministro do Interior, Euclides Acevedo, afirmou que a fuga foi uma libertação de prisioneiros. “Já nos dias anteriores vários dos fugitivos teriam deixado a prisão pela porta principal. Isso implica que, com efeito, toda a penitenciária está envolvida”.

Ele afirmou que a maioria dos 91 presos do PCC que escaparam da prisão “não saiu pelo túnel”. Os outros, segundo o ministro, “saíram pela porta da frente”.

Em 16 de dezembro, a ministra da Justiça, Cecilia Pérez, e o vice-ministro de Política Penal, Hugo Volpe, relataram a descoberta de um plano de voo para um suposto membro do Primeiro Comando da Capital (PCC).

De acordo com os dados fornecidos pelas autoridades, a quantia de até US$ 80 mil foi oferecida a agentes penitenciários ou membros das forças públicas para esse fim. Perez acrescentou que, segundo a inteligência, a fuga foi planejada para um preso da Penitenciária Regional Pedro Juan Caballero, em Amambay.

* Com infomações da Agência de Informação do Paraguai

Fonte: EBC
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana