conecte-se conosco


Mulher

É possível comer de maneira saudável em restaurantes fast-food?

Publicado

source

Ter uma alimentação saudável com a correria do cotidiano é um verdadeiro desafio, mas não é impossível. As redes de restaurantes fast-food se apresentam como a opção ideal para não perder tempo nas refeições, mas será que é possível ter uma dieta balanceada se alimentando nesses locais?

Leia também: Já ouviu falar em pliometria? Exercício ajuda a queimar calorias e secar gordura

É possível comer de modo saudável em restaurantes fast-food? Nutricionistas dão dicas para não cair nas tentações arrow-options
shutterstock
Comer em fast-foods é uma alternativa para economizar tempo e dinheiro, mas nem sempre isso é saudável


O Delas consultou especialistas que ajudaram a desvendar se os restaurantes fast-food apresentam boas opções para a saúde. E temos uma boa notícia! Segundo Caroline Lemos, nutricionista da clínica NutriCilla, nunca foi tão fácil encontrar opções saudáveis nessas redes.

“Atualmente, o segmento dos ‘fast-food saudáveis’ estão em alta no Brasil, abrindo espaço para mudança benéfica de comportamento do indivíduo. Sabendo fazer melhores escolhas dentro das opções do cardápio, dá para comer fora de casa sem sair da dieta”, afirma Caroline.

Para a nutricionista Maria Clara Pinheiro, o melhor modo para ter uma alimentação adequada nesses locais é fugir de itens como frituras, promoções com tamanhos exagerados, refrigerantes e doces. “Se for possível escolher fast-food com opção japonesa, por exemplo, procure consumir as opções cruas, evite frituras e o molhos teriaki”, completa.

“Fast-food de saladas podem ser ótimas opções, mas é preciso tomar cuidado com as pegadinhas. Nem tudo que é gelado é salada. Nestes restaurantes, opte pelas versões de saladas sem molhos gordurosos, sem queijos, croutons, embutidos e batata palha, por exemplo”, acrescenta Maria Clara.

Veja Também  Com método próprio, empreendedora consegue emagrecer 24 kg em 3 meses

Alimentos saudáveis em restaurantes fast-food

Segundo Caroline, no momento de escolher os pratos, é recomendado optar por determinados produtos. São eles:

  • Carnes brancas, como aves, pescados, ovos e queijos magros;
  • Molhos à base de gorduras boas, como o abacate ou o azeite de oliva;
  • Pães de fermentação natural com farinhas integrais e tubérculos, como batata doce, mandioquinha e mandioca;
  • Saladas cozidas ou cruas;
  • Sementes, que podem ser usadas como acompanhamento ou tempero.

Leia também: De chocolate até ovos: estudo revela 20 alimentos que viciam

Cuidado com as armadilhas

batata de fast-food arrow-options
shutterstock
A fome pode ser traiçoeira e te levar a cair em armadilhas como “aumente sua batata por mais um real”


Nesses estabelecimentos, a atenção deve ser redobrada para não cair em nenhuma armadilha ou tentação. Maria Clara diz que é preciso ter cuidado porque a fome pode ser traiçoeira e levar a pessoa a fazer escolhas “desastradas”.

“Não se deixe enganar pelas promoções irresistíveis de ‘aumente sua batata por mais um real’. Ninguém precisa daquela quantidade toda de batata! Tente se planejar pra pensar na opção ‘menos pior’ do local que você estiver indo e saia decidido. Chegando lá, nem olhe para o lado. Siga o planejado”, orienta a nutricionista.

Caroline Lemos enfatiza que os benefícios de ter uma alimentação saudável vão além de perder peso e contribuem para diminuir o risco de doenças como diabetes, hipertensão, hipercolesterolemia e obesidade.

Veja Também  Jovem descobre que amiga dá em cima de namorado e arma plano para flagrá-la

Não caia em tentações

duvida do que comer arrow-options
shutterstock
Tenha em mente o que vai querer comer no local para não escorregar na hora de pedir e acabar prejudicando a saúde


Uma dica valiosa para não sabotar a saúde é resistir às tentações do cardápio e encarar as refeições nessas redes como uma exceção e não comer sempre nesses tipos de restaurantes.

Além disso, as nutricionistas ressaltam os ingredientes de uma alimentação equilibrada nesses casos. “Pão integral ou francês, sem manteiga, com peito de frango ou bife grelhados, uma fatia de muçarela, muito alface e tomate e um copo de suco de maracujá ou de melancia (sem açúcar)”, aconselha Maria Clara.

Como ser mais saudável nos fast-foods de Milena

“Se o restaurante disponibilizar as informações nutricionais da preparação, ajuda mais ainda, pois analisando as calorias e quantidade de macronutrientes do prato, podemos comer de modo mais saudável”, complementa a nutricionista da clínica NutriCilla.

Leia também: Como preparar pratos saudáveis em restaurantes por quilo?

Restaurantes mais indicados

restaurantes fast-food arrow-options
shutterstock
Restaurantes fast-food no estilo “monte seu prato” são os mais indicados para manter uma alimentação saudável


As redes mais comuns de comidas rápidas no Brasil são as que ainda servem hambúrguer com batatas fritas, mas há diversos tipos disponíveis, incluindo as opções de comidas japonesas e de sanduíches naturais.

“Hoje em dia, fast-foods saudáveis oferecem preparações supercompletas do ponto de vista nutricional, contendo equilibradas quantidades de macronutrientes (carboidratos, proteínas, gorduras) e micronutrientes (vitaminas e minerais)”, afirma Caroline Lemos.

Se a intenção é manter uma dieta balanceada , a nutricionista recomenda os restaurantes fast-food no estilo ‘monte seu prato’. “São os ideias para quem quer fazer melhores escolhas, afinal, quem escolhe os acompanhamentos, ingredientes, alimentos que irão compor o prato é o próprio indivíduo”, explica Caroline.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook

Mulher

Gorda de top, sim! Jovem costura fecho de sutiã em bandana para seguir tendência

Publicado

source

Uma das últimas tendências que ainda está bombando no mundo da moda é usar bandana  como top ou cropped . A ideia é amarrar o tecido em torno do busto e das costas, dando aquele nó para prendê-lo a corpo. A questão, porém, é que esses lenços no geral possuem um tamanho único e os corpos das mulheres não — afinal, há uma diversidade de biotipos por aí.

top de bandana arrow-options
Reprodução/Twitter/@unidunite_c
Eduarda viralizou no Twitter após mostrar tutorial do top inclusivo, feito com uma bandana e o fecho de um sutiã velho

Para tornar essa moda mais inclusiva, Eduarda Crespo, de 18 anos, resolveu inovar: ela colocou um fecho de sutiã velho na parte de trás da bandana  como um “expansor”. “Ok Twitter, eu fiz um negócio: Sabe aquela coisa que meninas magras fazem, de amarrar uma bandana no corpo e usar de blusa? Eu queria MUITO um daqueles, mas eu sou GORDA. Então eu cortei um sutiã velho e FIZ UMA PRA MIM”, escreveu no Twitter. 

Em entrevista ao Delas , a estudante de artes visuais, que mora em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, contou que a ideia surgiu quando estava limpando o guarda-roupa viu um sutiã velho entre as roupas. Como não conseguia amarrar o lenço no corpo, mas sempre sentiu a vontade de seguir essa tendência  , viu ali uma oportunidade. 

Veja Também  Horóscopo do dia: previsões para 20 de agosto de 2019

“Sempre fui gorda  e sempre gostei de me vestir bem, mas como o mercado da moda não é muito inclusivo com o meu tipo de corpo, acabei aprendendo a dar um jeito pra conseguir usar as coisas que eu queria. A primeira tentativa ficou toda tortinha, mas funcionou”, disse.

Leia também: Blogueira plus size recria looks de celebridades para mostrar moda inclusiva

Como criar o seu próprio top usando uma bandana?

A postagem recebeu 25,1 mil curtidas na rede social e foi compartilhada mais de 2 mil vezes. Por causa desse sucesso, Eduarda  ainda completou a ideia com um tutorial em cinco passos que reproduzimos abaixo. Primeiro de tudo: o que você vai precisar de: 

  • Uma bandana, claro
  • Um sutiã velho
  • Linha e agulha
  • Uma tesoura

O primeiro passo é dobrar o tecido no meio, medir no seu corpo, cortar o fecho do sutiã (maior do que você acha que vai precisar) e medir mais uma vez. Depois, vai ajustando até ficar de um tamanho confortável e que dê para amarrar.

As próximas etapas é posicionar o fecho em um dos lados, prestando atenção nas medidas para conseguir prender e costurar. Faça o mesmo com o outro lado e pronto! 

Veja Também  Arquiteta ensina como incluir e valorizar o espelho na decoração dos ambientes

Para as meninas que têm seios maiores, a estudante recomenda colocar alças usando um cordão. A diferença, nesse caso, é que a ponta do lenço vai ficar presa no seu pescoço ao invés de solta na barriga. Por isso, é preciso passar um ponto no tecido para prender as pontas e, por último, passar o fio nessa costura. 


Leia também: Plus size: a importância de ter mulheres gordas em mercados padronizados

Por uma moda mais inclusiva

Para Eduarda, ser gorda não significa estar fora de moda e foi pensando nessa questão inclusiva que ela compartilhou o tutorial com o top de bandana

“A moda tem se tornado mais acessível e as linhas plus size vem aumentando bastante, mas ainda são peças muito caras. Pra mim, essa falta de um mercado barato de roupas para corpos gordos é mais um jeito de fazer a pessoa gorda sentir vergonha e repulsa do próprio corpo.”

“É muito difícil resistir a onda de moda magra, bater o pé e dizer ‘eu também tenho o direito de me vestir bem!’, principalmente quando a gente olha pra mídia e não se vê em lugar nenhum, mas é preciso manter em mente que ser gordo não é um problema, e que ninguém pode te dizer o que você pode ou não usar”, finaliza. 

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Mãe lambe sorvete da filha, mas se arrepende após menina contar “segredo”

Publicado

source

Se você tem filhos, sobrinhos ou irmãos pequenos deve saber que, muitas vezes, as crianças sentem vontade de experimentar algo, mas acabam largando pela metade — fazendo com que os pais fiquem com a tarefa de terminar a comida. Foi essa cena mais do que comum que Sidney Anderson imaginou quando a filha, Blakely, de quatro anos, lhe entregou um sorvete.

Leia também: Mãe se surpreende ao descobrir o que realmente era o brinquedo que deu ao filho

Blakely e o sorvete arrow-options
Reprodução/Facebook/Someone Hold My Beer
A menina contou um ‘segredo’ para a mãe após ela lamber o sorvete, revelando que havia ‘limpado seu bumbum’ com ele

“Comprei um sorvete para Blakely. Ela entrou na sala, me entregou o cone (pela metade, como a maioria das comidas) e eu sei que muitas das mães passam por esse momento. Nós, como mães, praticamente vivemos dos restos de comidas dos nosso filhos, então eu simplesmente lambi antes que derretesse”, contou Sidney em sua página Someone Hold My Beer  , no Facebook. 

Veja Também  Pais recebem visita de estranhos após nascimento do filho; saiba o motivo

Enquanto a mãe comia o comer o doce, a filha a observava atentamente. O que ela não sabia era que a menina queria contar um “segredo” que deu ao caso um desfecho “tragicômico”. 

“Perguntei ‘Há algum problema?’ e ela perguntou: ‘Isso [o cone] está bom?’. Nesse momento, eu comecei a ficar com medo porque não sabia o que estava acontecendo. Pensei que talvez ela tivesse derrubado no quarto dela e estava com medo de contar.” 

Leia também: Surpresa no parto! Mãe fica em choque descobrir surpresa sobre bebê e viraliza

“Ficamos olhando uma para a outra e para o cone. Até que a bobinha disse ‘Eu acidentalmente limpei o meu bumbum com ele’. Perdão? Com o sorvete que eu acabei de lamber? Eu estava sem reação… Então perguntei à ela ‘Como você acidentalmente limpou o seu bumbum com um sorvete e por que me deu para comer?’ Felizmente, não era o pior cenário.” 

“Ela me olhou e falou: ‘Eu usei a mão errada para me limpar, mas era só xixi, mamãe.’ Pronto. Alguém pode, por favor, vir pegar essa criança. Não consigo mais ligar com isso. Se vocês precisarem de mim, estarei lavando minha boca com água sanitária”, finalizou o relato. 

Veja Também  Noivos casam de roupas de banho e colocam pênis como enfeite de bolo

Internautas reagem à história do sorvete

A publicação teve 247 mil reações e 128 mil comentários no Facebook, muitos de mães que quiseram ajudar Sidney com um conselho: “O truque é fingir que você comeu. Nunca, eu repito, nunca coma as comidas que seus filhos te dão. Sempre tem algo por trás”, escreveu uma mulher. 

Leia também: Mãe fica surpresa após encontrar mensagem e dinheiro em pacote de fraldas

Outros acharam a história hilária, mesmo com um fim “trágico” para a mãe. “Meu Deus, eu estava bebendo água antes de ler sobre o sorvete , aspirei e fiquei tossindo por quase cinco minutos. Certeza que estou com pneumonia agora, mas valeu a pena porque isso é simplesmente muito engraçado”, brincou outra. 

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana