conecte-se conosco


''TRAGÉDIA NO AR''

Sesp descarta espancamentos, mas suspende visitas de familiares e advogados em PCE; ‘Preso tem que ser tratado como preso’; diz governo

Publicado

FONTE: RAFAEL MEDEIROS | O BOM DA NOTÍCIA

A Secretaria de Estado de Segurança Pública descartou nesta terça-feira (13), por meio da Secretaria Adjunta de Administração Penitenciária, que teria havido alguma intercorrência na Penitenciária Central do Estado, com a deflagração da Operação Agente Elison Douglas, quando foram realizadas revistas na carceragem. Desmentindo, sobretudo, que tenham sido registradas agressões ou mortes na penitenciária em Cuiabá.

A declaração da Sesp foi em resposta às denúncias que reeducandos estariam sendo alvos de espancamentos na operação – que desde a madrugada desta terça realiza um verdadeiro ‘pente fino’ na unidade prisional -, com objetivo de retirar ‘regalias’ dos detentos como celulares, televisores e entre outros equipamentos eletrônicos.

As denúncias resultaram em tumulto de familiares do lado de fora da PCE, inclusive com declaração da advogada Marcia Paes, mãe de um dos detentos da PCE, para que fossem repassadas informações às mães e esposas dos reeducandos, sobre os motivos da suspensão por 30 dias das visitas familiares e ainda sobre a veracidade de que teriam detentos agredidos na unidade prisional. As denúncias também levaram ao presídio, advogados ligados a Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas (Abracrim), para checar as informações de supostos espancamentos.

Veja Também  Marido espanca e joga grávida de seis meses na rua

Ainda por meio de release disparados nos mailings dos sites e jornais de Mato Grosso, após desmentir informações de corredores que há dois dias a unidade prisional estaria sem água, luz e realizando espacamentos, a Sesp esclareceu que a revista geral na carceragem da PCE mira fortalecer as ações de enfrentamento a crimes que possam ser cometidos dentro da unidade penal, além de se antecipar a possíveis atos delituosos.

Mas admitiu que durante esta semana estão suspensas as visitas aos reeducandos, assim como o atendimento a advogados e defensores públicos. E que apenas as escoltas emergenciais, em caso de saúde, serão realizadas.

A operação teve início às 9h desta terça, com revista minuciosa em todos os raios e celas da unidade prisional. Quando foram verificadas também as condições estruturais da área da carceragem e feita a retirada de produtos que estão em desconformidade com o estabelecido no Manual de Procedimento Operacional Padrão do Sistema Penitenciário. Após a revista geral – a operação ainda em andamento – começa a observar a reforma nas celas dos raios 1,2,3 e 4.

Veja Também  Governo estuda cobrar impostos de motoristas e entregadores de aplicativos

A operação é conduzida pela equipe da direção da penitenciária e conta com apoio de pelo menos 50 servidores, inclusive, de servidores de outras unidades qualificados para atuação em recinto carcerário, como contenção e intervenção.

“Nosso objetivo maior é garantir a segurança da unidade, de acordo com a legalidade devida, frustrando qualquer tentativa que possa afetar a segurança da unidade prisional e criar oportunidades de prática delituosa”, destacou o secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante.

Não há, por enquanto, registro de apreensão de materiais ilícitos, como celulares e entorpecentes. Um balanço parcial do que foi retirado das celas será divulgado posteriormente.

A operação é realizada apenas na Penitenciária Central do Estado, não sendo estendida e nenhuma outra unidade no interior ou mesmo na Capital.

Comentários Facebook

''TRAGÉDIA NO AR''

Mulher dá facada no pescoço do marido durante briga

Publicado

Um homem, identificado pelas iniciais L. B. A., 42 anos, foi esfaqueado por sua mulher, F. M. S., 33 anos, durante o início da noite de domingo (20), após briga entre o casal em casa, numa área de invasão conhecida como Paraisópolis no bairro Jardim Florianópolis, em Cuiabá. A vítima foi socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que prestou atendimento de primeiros socorros e depois encaminhou o homem para o Pronto-Socorro Municipal (PSM) devido à gravidade dos ferimentos na região do pescoço e costas.

Segundo o boletim de ocorrência (B.O.), a Polícia Militar (PM) foi acionada por volta das 18h para atender uma briga de casal. No local os militares encontraram apenas a vítima, que estava visivelmente bêbada e bastante agressiva, muito ferida e ensanguentada. O casal, que estaria bebendo juntos, discutiu e logo entraram em luta corporal, quando a mulher teria se apossado de uma faca e dado vários golpes contra o marido e fugido em seguida.

A acusada F. M. S. não foi encontrada até a publicação desta reportagem. A Polícia Civil por meio da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso e busca fugitiva. A ocorrência foi registrada e a mulher vai responder pelo crime de tentativa de homicídio doloso, quando há intenção de matar.

Comentários Facebook
Veja Também  Mulher dá facada no pescoço do marido durante briga
Continue lendo

''TRAGÉDIA NO AR''

Quadrilha assalta casa de vereador e rouba R$ 7 mil de família em VG

Publicado

FONTE: O BOM DA NOTÍCIA

Quatro bandidos armados invadiram a casa do vereador de Várzea Grande, Gordo Goiano (PT do B), nesta quinta-feira, (17). No momento do assalto apenas a mulher do vereador estava na residência, localizada no bairro Jardim Glória, em Várzea Grande. Um dos acusados já trabalhou na rede de supermercado que a família possui. A quadrilha levou cerca de R$ 7 mil em dinheiro. Pouco tempo depois, três envolvidos no crime foram capturados, dentre eles um adolescente de 17 anos e parte do dinheiro recuperada.

Segundo consta no Boletim e Ocorrência registrado pela Polícia Militar, a guarnição estava em rondas pelo bairro quando avistou um veículo Fiat Strada com dois ocupantes em atitudes suspeitas. Em abordagem, João Gabriel Pereira Barros de Jesus, 20 anos, e um menor de 17 anos apresentaram nervosismo em falarem com os policiais. Eles acabaram passando aos PMs a informação de que os comparsas praticavam um assalto numa residência próxima do local onde foram abordados.

A equipe se deslocou para imóvel e constatou que a casa havia sido roubada e que os assaltantes já tinham fugido levando cerca de R$ 7 mil, além de celulares e outros pertences de valor. Eles chegaram a pedir o veículo, mas a vítima não entregou as chaves.O vereador relatou  que a esposa havia acabado de levar o dinheiro para casa e que só depois iria ao banco para depositar. Gordo Goiano disse ainda que um dos assaltantes já trabalhou com a família e conhecia a rotina deles.

Em diligências à procura do suspeito a Polícia MIlitar conseguiu recuperar R$ 2 mil e prender Keven Gabriel de Paula Martins de Oliveira, 19 anos, que foi reconhecido pela vítima como autor do roubo. O quarto acusado foi identificado, mas não foi localizado. Os três assaltantes foram presos e encaminhados a Central de Flagrantes de Várzea Grande para as providências necessárias.

Comentários Facebook
Veja Também  Homem é assassinado nos fundos de casa abandonada em MT
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana