conecte-se conosco


''Perdeu a cabeça"

Faxineiro há 15 anos do Governo de MT confessa furto de 18 celulares da Casa Civil

Avatar

Publicado

A Polícia Judiciária Civil, por meio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá, cumpriu na manhã desta terça-feira (13.08) mandados de busca e apreensão domiciliar, com objetivo de apreender aparelhos celulares funcionais subtraídos da Casa Civil do Governo do Estado de Mato Grosso. Segundo o delegado que coordenou a operação, André Luís Prado Monteiro da Silva, onze pessoas foram alvos da ação deflagrada pela Derf Cuiabá. No total, dezessete pessoas foram conduzidas e nove aparelhos celulares foram recuperados.

Os aparelhos foram furtados, no mês da abril deste ano, ocasião em que foram subtraídos 18 telefones móveis que ficavam acondicionados dentro de um armário da repartição pública, todos novos e nas devidas caixas.

Inicialmente o crime foi apurado como peculato pela Delegacia Fazendária, sendo posteriormente encaminhado à Derf Cuiabá, em razão dos indícios da prática de furto por terceiros.

Conforme investigação, o crime foi praticado por servidor da Casa Civil, A.S.G. de 33 anos, o qual tinha a função de serviços gerais. O suspeito era comissionado DGA-5 (salário de R$ 3,5 mil), desde o ano de 2004, e confessou o crime. Os aparelhos foram vendidos por A.S.G. para diferentes pessoas, tendo algumas delas, adquirindo de boa fé.

Veja Também  Policial civil é preso suspeito de esfaquear ladrão que tentou invadir loja

No decorrer das diligências, foram identificados dois receptadores contumazes, sendo um, inclusive, proprietário de uma loja de conserto, compra e venda de aparelhos celulares localizado no bairro Cristo Rey, em Várzea Grande.

Ainda na condição de ter cometido o delito por ser servidor público, o suspeito será indiciado pela prática de peculato, podendo ser condenado de 02 a 12 anos de reclusão.

Comentários Facebook

''Perdeu a cabeça"

Homem é condenado a 33 anos de prisão por matar ex: esposa a facadas na frente do filho de 4 anos

Avatar

Publicado

Wesley Douglas Santos Souza foi condenado pelo Tribunal de Júri de Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá, a cumprir pena de 33 anos de prisão pela morte da ex-companheira Keli Tavares da Silva, de 23 anos, ocorrida em setembro de 2018.

A vítima foi esfaqueada na frente do filho do casal, de quatro anos. A sessão, realizada na segunda-feira (2), foi conduzida pela juíza Edna Ederli Coutinho, da Primeira Vara Criminal de Tangará da Serra.

Wesley foi condenado pela prática de crime de homicídio, qualificado como feminicídio, por motivo fútil e pelo recurso que dificultou a defesa da vitima, além do aumento da pena por matar a vítima na frente do filho.Os jurados reconheceram a materialidade e a autoria do crime atribuído ao acusado.

Conforme consta do processo, Wesley agiu de forma fria, esfaqueando a vítima e foragindo em seguida, levando o celular da vítima, deixando o filho sozinho no local e sem solicitar socorro.

Posteriormente, o réu utilizou do celular de Keli para ameaçar a mãe dela.

Ainda de acordo com o processo, os jurados consideraram fútil o motivo do crime, praticado por cobranças por parte da vítima quanto a explicações sobre a razão de o réu não ter levado o filho à creche e também por cobranças de pensão alimentícia.

Anteriormente Wesley já havia sido condenado por tráfico de drogas.

A prisão preventiva foi mantida em virtude da gravidade concreta do delito, da ameaça feita à mãe da vítima e pela pena fixada e, com isso, foi-lhe negado o direito de recorrer em liberdade.

27106553000180

Comentários Facebook
Veja Também  Botelho entrega recursos de bazar e anuncia emenda para Hospital Amparo
Continue lendo

''Perdeu a cabeça"

Sargento da PM de MT é preso com 41 quilos de cocaína no Ceará

Avatar

Publicado

Um homem identificado como N.F.M., que é terceiro sargento da reserva da Policia Militar de Mato Grosso foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) com mais de 41 quilos de pasta base de cocaína em seu carro.

A apreensão aconteceu na unidade operacional da PRF do município de Chorozinho, no Ceará (3.131 km de Cuiabá).

A situação teria acontecido na madrugada deste domingo (24). Em abordagem realizada pelos agentes foi feita uma revista dentro do carro do militar, um veículo Astra.

Na sequência, logo já foi visto pelos policiais toda a quantidade de pasta base de cocaína em tabletes, que após pesagem, pode ver que se tratava de quase 42 quilos da substância. No interior do veículo havia também uma espécie de manta de alumínio em toda lataria interna, para tentar vedar a circulação de ar, fazendo com que o cheiro da droga não fosse notado.

Diante do flagrante, N.F.M, o carro e toda a substância foram aprendidos pela Polícia Rodoviária Federal. O suspeito agora responderá pelo ato.

Comentários Facebook
Veja Também  Padrasto é denunciado pelo MP por espancar e matar menino de 2 anos
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana