conecte-se conosco


''TRAGÉDIA NO AR''

Getúlio Grill sofre ação de despejo; aluguéis não pagos passam R$ 500 mil

Avatar

Publicado

FONTE: O BOM DA NOTÍCIA

Proprietário de imóvel onde está localizado o restaurante Getúlio Grill pediu à Justiça de Mato Grosso o despejo da empresa e a falência por atraso no pagamento de 9 meses do aluguel. De acordo com a ação dos proprietários, a dívida acumulada ultrapassa R$ 500 mil. O contrato de aluguel não foi renovado e vencerá em 19 de agosto.

Sem consenso entre as partes, a briga judicial continua. Há 2 meses a empresa teve o plano de recuperação judicial homologado pela Primeira Vara Cível Especializada em Recuperação Judicial e Falência de Cuiabá, com um endividamento no valor de R$ 1,2 milhão.

O restaurante Getúlio Grill ocupa o imóvel há 25 anos. A empresa ingressou com pedido de recuperação judicial em 28 de setembro de 2016. Em 4 de agosto de 2017, o juíz Claudio Roberto Zeni Guimarães deferiu o pedido, mas o plano só foi homologado pela Justiça em 6 de junho deste ano, após a aprovação dos credores.

De outro lado, os proprietários do imóvel protocolaram na última semana mais uma ação pedindo o despejo e a falência do restaurante. Segundo o advogado Leonardo Silva Cruz, seu cliente Paulo Cesar Soares Campos, 94, e a esposa de 86 anos, recebem uma aposentadoria de R$ 2 mil e dependem do valor do aluguel do imóvel, de R$ 36 mil por mês, para custear as despesas pessoais.

Veja Também  Policial civil é preso suspeito de esfaquear ladrão que tentou invadir loja

“Prestes a completar 95 anos, o senhor Paulo Campos está muito doente e que suporta mensalmente diversas despesas médico-hospitalares. Ele e a esposa dependem do dinheiro do aluguel, que não recebem há 9 meses, para pagar plano de saúde, medicamentos, cuidadores e todas as demais despesas de manutenção regulares. Estamos defendendo a sobreposição do sagrado direito constitucional à vida e de propriedade ao princípio de preservação da empresa e sua função social”, defende o advogado.

O pedido de despejo considera os aluguéis não pagos desde dezembro de 2018 (além de uma parte de novembro), cujos valores passam de R$ 500 mil somados juros e correções. O documento é renovado a cada ano e não prevê cláusula de renovação automática. A dívida inclui aluguel, multas contratuais, despesas com IPTU, imposto de renda e honorários advocatícios.

“Encaminharam o plano de recuperação considerando, de antemão, que o contrato ‘sub judice’ seria certamente renovado, judicial ou extrajudicial; o que não é verdade”, destaca Silva Cruz.

O advogado Marco Aurelio Mestre Medeiros, que defende o Getúlio Grill, diz que a empresa tem tentado a renegociação das dívidas e a renovação do contrato com os proprietários, mas sem sucesso. Uma audiência de conciliação foi marcada pela 8ª Vara Cível de Cuiabá em 6 de agosto. Segundo o advogado, as partes não entraram em acordo.

Veja Também  Primeira Dama posta vídeo com beijo apaixonado em Mauro Mendes e seguidores vão a loucura

“Diante da não renegociação, ingressamos também com uma ação renovatória do contrato. Essa ação está em trâmite. A ideia do Getúlio é fazer recomposição de valores do aluguel, por isso não houve consenso ainda. A empresa está em recuperação judicial com plano homologado. O aluguel não consta na lista de credores porque a dívida ainda não existia quando entramos com o pedido de recuperação judicial”. (Reportagem Karina Arruda – A Gazeta)

Comentários Facebook

''TRAGÉDIA NO AR''

Homem é suspeito de matar filho 27 anos após matar a própria mãe

Avatar

Publicado

source
duas imagens, homem e menino
Polícia Civil do Distrito Federal
Pai disse que sequestrou e deu calmantes ao filho para “assustar” ex

Um homem de 45 anos identificado como Paulo Roberto de Caldas foi preso na cidade de Roda Velha, na Bahia, por suspeita de matar o próprio filho, de quase dois anos, no Distrito Federal.

Paulo era procurado desde a última sexta-feira (29), quando pegou o filho de um ano e 11 meses na creche e desapareceu junto ao menino. Ele trocou mensagens com a ex-namorada, mãe do menino, pelo WhatsApp. “O Bernardo no que depender de mim vc não vê mais nem a sua mãe”, afirmou.

Leia também: Foragido há 10 anos, homem é preso por matar familiar para conseguir seguro

Após buscas da polícia, o homem foi encontrado em um hotel na cidade de Roda Velha. À polícia, ele disse que dopou o menino após sequestrá-lo, percebeu que ele tinha morrido e decidiu se livrar do corpo ao passar por um trecho da BR-020 e perceber um matagal alto.

O homem disse que a intenção inicial dele era apenas assustar a mãe e a avó da criança. O sequestro, segundo ele, foi motivado pelas restrições impostas pela mulher para visitar o filho.

Leia também: MP do Rio denuncia policial militar pela morte da menina Ágatha Félix

A polícia afirmou que Paulo matou e ateou fogo no corpo da mãe dele quando tinha 18 anos. Na época, ele foi considerado psicologicamente incapaz e encaminhado à ala psiquiátrica da penitenciária da Papuda. Ficou preso por dez anos no local e, ao conquistar liberdade, foi aprovado em concurso público do Metrô de Brasília.

Como o corpo do menino ainda não foi encontrado, a polícia não descarta a possibilidade de que o menino esteja vivo.

 

Veja Também  Sesp deflagra operação para reduzir acidentes em cidades da região Norte

SIGA O LAPADA NO INSTAGRAM APERTE AQUI

Homem com várias passagens é preso após roubar e matar idoso de 71 anos em Poconé

VEJA AGORA MAIS NOTICIAS EM NOSSO SITE 

Homem morre atropelado na BR-163 motorista foge sem prestar socorro

Padrasto é denunciado pelo MP por espancar e matar menino de 2 anos

URGENTE: Homem é morto a facadas em Várzea Grande

Policial civil é preso suspeito de esfaquear ladrão que tentou invadir loja

PRF prende três pessoas na BR 070 por estelionato contra mulher

Após morte de bunitinho no RJ, festa em Cuiabá muda o nome

Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook
Continue lendo

''TRAGÉDIA NO AR''

Policial civil é preso suspeito de esfaquear ladrão que tentou invadir loja

Avatar

Publicado

A situação ocorreu por volta de 5h no bairro CPA 1.

Ayron de Souza Marcondes Santos Policial Civil foi preso na madrugada desta quarta-feira (4) suspeito de ter esfaqueado um ladrão que tentou invadir uma loja na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (CPA), em Cuiabá.

De acordo com a Polícia Militar, Ayron, esfaqueou Johnatan de Andrade Honorato. A PM não informou de quem seria a faca.

A situação ocorreu por volta de 5h no bairro CPA 1.

Ayron foi preso em flagrante por tentativa de homicídio doloso (quando há intenção de matar). Os policiais descobriram que ele estaria afastado das funções por apresentar um quadro de transtorno bipolar.

Segundo a PM, Johnatan tentou invadir a loja e Ayron, se identificando como policial, tentou detê-lo.

O rapaz resistiu à prisão e os dois acabaram trocando socos. Ayron esfaqueou o suspeito duas vezes na região do tórax.

A polícia foi chamada e prendeu tanto o suspeito quanto o policial. Johnatan foi encaminhado ao Hospital Municipal de Cuiabá. O policial foi levado à Central de Flagrantes.

 

Veja Também  PRF prende três pessoas na BR 070 por estelionato contra mulher

Vídeo mostra que agentes da SEMOB de trânsito são acusados de jogaram viatura em cima de mototaxista

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana