conecte-se conosco


Entretenimento

Felipe Araujo é levado para a delegacia e nega ter cochilado ao volante

Publicado

Felipe Araújo foi levado para a delegacia após ter parado em local proibido em uma avenida movimentada de Goiânia. De acordo com informações do G1 , o cantor afirmou que passou mal e que, diferentemente do que foi divulgado na mídia, ele não dormiu no volante.

Leia também: Paolla Oliveira sobre declaração de Felipe Araújo: “Adorei saber desse carinho”

Felipe Araújo arrow-options
Reprodução/Instagram/@felipearaujocantor
Felipe Araújo


“Não cochilei não, isso é conversa fiada. Fui comprar uma pamonha perto da casa do meu pai, passei mal, parei o carro e, coincidentemente, tinha um carro da SMT (Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade) logo atrás de mim. Eles me abordaram e viram que eu não tinha habilitação”, declarou Felipe Araújo .

Leia também: Felipe Araújo diz que repetiu beijo em Ludmilla “umas 14 vezes” em clipe

Ainda de acordo com informações do G1 , o carro que o cantor dirigia estava parado ao lado do canteiro central, por conta das 9h10 da manhã, quando foi abordado por funcionários da SMT. No momento da abordagem foi constatado que Felipe não possuía Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e que a documentação do veículo estava atrasada.

Veja Também  Globoplay aposta em Luan Santana para atrair mais assinantes

“Eu não escolhi parar ali, eu senti um mal-estar e parei o carro para não seguir, porque eu me senti mal. Foi inocência. De certa forma, foi inocência. A pamonharia era muito perto da minha casa. Nunca imaginei que fosse acontecer o que aconteceu”, disse.

Leia também: “Cristiano Araújo se foi, mas está bem substituído”, diz dupla a irmão do cantor

“Não sei com que tempo vou tirar essa habilitação. Acho que não vou tirar pela falta de tempo, mas tenho várias pessoas que podem dirigir pra mim”, declarou. Felipe Araújo prestou depoimento na delegacia e foi liberado.

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook

Entretenimento

Netflix tem crescimento menor que o esperado e decepciona investidores

Publicado

A Netflix adicionou menos assinantes trimestrais do que Wall Street esperava e sua base de clientes nos Estados Unidos encolheu à medida que sua programação não conseguiu atrair novos clientes, alertando investidores para a crescente concorrência.

Leia também: Netflix retira cena de suicídio explícito de “13 Reasons Why”

Netflix se decepciona investidores com números arrow-options
Divulgação
Netflix se decepciona investidores com números

As ações da  Netflix  caíram 13% no after-market desta quarta-feira, após a companhia divulgar resultados trimestrais e informar que perdeu 130 mil clientes dos EUA. O serviço de streaming de vídeo dominante do mundo informou que atraiu 2,83 milhões de novos assinantes fora dos EUA, abaixo das expectativas de analistas de 4,8 milhões, segundo dados do IBES da Refinitiv. Analistas previam ganho de 352 mil nos Estados Unidos.

A plataforma de streaming previu crescimento de 7 milhões de clientes pagos no terceiro trimestre, com a ajuda de uma nova temporada do thriller sobrenatural “Stranger Things , lançada em 4 de julho. Isso é mais otimista do que os 6,6 milhões previstos pelos analistas consultados pela Refinitiv.

Leia também: HBO e Netflix lideram indicações ao Emmy 2019; confira a lista completa

Veja Também  Mulher empurra padre Marcelo Rossi de palco durante missa; assista

O lucro líquido caiu para US$ 270,7 milhões (US$ 0,60 por ação) no trimestre encerrado em 30 de junho, ante US$ 384,3 milhões (US$ 0,85 por ação) um ano antes. A receita total subiu de US$ 3,91 bilhões para US$ 4,92 bilhões. Analistas, em média, esperavam receita de US$ 4,93 bilhões.

Segundo o estrategista-chefe da Avenue Securities, William Castro Alves, um dos pontos de preocupação do mercado em relação à Netflix é que um menor crescimento coloca em xeque a solidez de seu balanço. Ele lembra que a empresa possui uma dívida total de US$ 12,6 bilhões e uma caixa de US$ 5 bilhões. Só neste primeiro semestre, a empresa queimou  mais de US$ 1 bilhão de seu caixa em atividades operacionais e investimento.

Leia também: Netflix fez de “Black Mirror” seu laboratório pop e transformou série em evento 

“Quando há crescimento, é mais fácil contar com a leniência dos credores, mas e quando esse crescimento não vem? Como ficam as promessas de reverter a queima de caixa?  A empresa justificou a falta de crescimento pelo aumento de preços  que fez em algumas regiões e não vê problema na concorrência. Mas como fica a rentabilidade futura se a base de assinantes não cresce?”, questiona Castro Alves sobre estratégia da Netflix  .

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Marcelo de Carvalho defende Eduardo Bolsonaro como embaixador dos EUA

Publicado

Marcelo de Carvalho, vice-presidente da RedeTV! , comentou sobre a possível nomeação de Eduardo Bolsonaro ao cargo de embaixador brasileiro nos Estados Unidos. O assunto foi comentado no Twitter, após o empresário compartilhar um texto escrito pelo pastor e deputado Marco Feliciano.

Leia também: Danilo Gentili “se demite” após ironizar ida de Eduardo Bolsonaro à embaixada

Marcelo de Carvalho defende nomeação de Eduardo Bolsonaro para embaixador arrow-options
Divulgação/RedeTV!
Marcelo de Carvalho defende nomeação de Eduardo Bolsonaro para embaixador

Leia também: Após satirizar Eduardo Bolsonaro, Gentili chama seguidor de “retardado”

“Excelente artigo do Feliciano. Com dados históricos e o embasamento legal. Aliás, eu não entendo o fuzuê a respeito da possível nomeação do Eduardo para a embaixada em Washington. Em primeiro lugar, fiz uma pesquisa e tanto nos US [Estados Unidos] como aqui, há um histórico de embaixadores que não são diplomatas de carreira”, disse Marcelo de Carvalho  .

Defensor do governo de Jair Bolsonaro  , o apresentador da RedeTV! se mostrou a favor da ida de Eduardo Bolsonaro para a capital americana. “Além dos citados pelo artigo do Feliciano, cito  o banqueiro Walther Moreira Salles, que desempenhou tão bem sua função que pelo resto da vida foi chamado de embaixador. Do outro lado, 30% dos embaixadores nomeados pelo governo americano não são diplomatas de carreira”, afirmou.

Veja Também  Mulher empurra padre Marcelo Rossi de palco durante missa; assista

O empresário afirmou também que é preciso que o Brasil continue se aproximando dos americanos, além de buscar novos horizontes para o crescimento das finanças brasileiras. “Com o enorme potencial de negócios que a maior economia do mundo tem a desenvolver conosco, não parece natural que seja nomeado alguém com total trânsito junto ao presidente americano e sua família? Que inclusive já elogiou publicamente a possível a nomeação?”, questionou.

Leia também: Marcelo de Carvalho, dono da Rede TV!, dança hit Eu Vou, Tu Vai

“Como versa a Constituição, o Senado federal tem que aprovar, mas não vamos esquecer que além de tudo, o Eduardo, aos 35 anos, estaria abrindo mão de seu mandato (o mais votado no Brasil) para servir o país. Menos fuzuê, mais pragmatismo, pessoal. Vamos pensar no melhor para o Brasil”, finalizou Marcelo de Carvalho

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana