conecte-se conosco


Carros

Veja 5 carrões dos principais jogadores da Copa América 2019

Publicado

Apesar da seleção brasileira ser autoridade inquestionável em títulos mundiais, ainda estamos atrás dos nossos hermanos argentinos e uruguaios no ranking da Copa América. A seleção de Luis Suárez ostenta 15 troféus, enquanto a Argentina surge logo atrás com 15. O Brasil fica na terceira colocação com apenas oito títulos, sendo que o último foi conquistado há 12 anos.

LEIA MAIS: Cristiano Ronaldo compra McLaren Senna de 800 cv de potência 

Enquanto torcemos pela nossa seleção na Copa América , a reportagem do iG enumera cinco carrões de jogadores de diversas seleções latinas que estão participando do campeonato. Isso justifica a ausência de Neymar, uma vez que o camisa 10 se machucou no último amistoso antes do início do torneio.

1 – Ferrari 335 Spider Scaglietti (Messi)

Ferrari 335 Spyder Scaglietti
Divulgação
A raríssima Ferrari 335 Spyder Scaglietti foi adquirida por Lionel Messi em meados de 2017

Messi gosta de ir aos treinos do Barça com seu Range Rover Sport, um carro de luxo bem convencional entre os jogadores de futebol. Mas o argentino mostrou que também curte veículos clássicos ao arrebatar uma belíssima 335 Scaglietti em um leilão que Cristiano Ronaldo também participava.

Tratava-se de um leilão organizado pelo multimilionário italiano Alessandro Proto em 2017. Messi e Cristiano Ronaldo disputaram para ver quem ficaria com um dos carros mais raros do planeta, e o prêmio acabou ficando com o argentino. Ele precisou desembolsar R$ 140 milhões para levar a Scaglietti com motor V12 de 400 cv para casa. O britânico Stirling Moss pilotou o modelo no Grande Prêmio de Cuba, da Fórmula 1, em 1958.

Veja Também  VW Golf nacional desvaloriza mais do que o importado, aponta estudo

2 – Lamborghini Aventador (James Rodriguez)

Lamborghini Aventador S
Divulgação
O meia James Rodriguez desfila com seu Lamborghini Aventador pelas ruas de Munique (Alemanha)

O meia colombiano viveu o auge de sua carreira no Real Madrid. Após desavenças severas com o técnico Zinedine Zidane, acabou partindo para o Bayern de Munique no futebol alemão, onde seus títulos estão restritos ao campeonato nacional que é pouco competitivo. Apesar do desempenho de James ter caído bastante, o meia ainda ostenta um belo Lamborghini Aventador.

LEIA MAIS: Veja os carros dos principais jogadores da Europa

Cheio de veneno, o superesportivo vem com o maldoso motor V12, de 6.5 litros de cilindrada, capaz de gerar 730 cv e brutais 70,3 kgfm de toque. São números suficientes para acelerar de 0 a 100 km/h em 3 segundos e insanos 350 km/h.

3 – Ferrari FF (Ederson)

Ferrari FF
Divulgação
Campeão inglês pelo Manchester City, o goleiro Ederson curte a “sport tourer” Ferrari FF, com tração integral

Entre os carros dos jogadores da seleção, podemos destacar o Range Rover de Gabriel Jesus, além do Audi Q7 de Casemiro. Mas entre tantos modelos, o que mais chamou atenção pela sua preferência inusitada é o goleiro reserva Ederson, que atua pelo Manchester City.

Em sua garagem, o goleiro ostenta uma bela Ferrari FF. Quando foi lançada em 2011, o modelo gerou polêmica por seu corpo no estilo “sport tourer” e a tração nas quatro rodas. A FF pode acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 3,7 segundos, com velocidade máxima de 335 km/h.

Veja Também  Yamaha Tracer 900 GT 2020 acaba de chegar às lojas com novidades

4 – Range Rover (Cavani)

Range Rover
Divulgação
Uma lista com os modelos mais frequentes nas garagens de todos os jogadores teria o Range Rover no topo

O atacante uruguaio conhecido por suas cobranças de pênalti indefensáveis é bem discreto em suas redes sociais e aparições públicas. Talvez este seja o motivo do jogador nunca ter sido visto em um superesportivo. Ao menos para ir aos treinos diários no centro do PSG, Cavani vai de Range Rover.

Ao menos no Brasil, o Range Rover está disponível em cinco opções de motorização, sendo que duas são movidas a diesel e as outras três a gasolina. Destaque para a versão V8 5.0 supercharged, capaz de desenvolver 564 cv de potência e colocar o SUV de mais de duas toneladas nos 100 km/h em apenas 5,4 segundos.

5 – Ferrari 458 Italia (Vidal)

Ferrari 458 Italia
Divulgação
A Ferrari 458 Itália de Arturo Vidal já não pertence mais ao mundo dos veículos ativos. depois que sofreu um acidente

Durante a edição de 2015 da Copa América, o meio-campista chileno Arturo Vidal se envolveu em um acidente nas ruas de Santiago com sua Ferrari 458. De acordo com o jornal El Mercúrio, Vidal havia ingerido álcool antes de assumir o volante do superesportivo. Após uma noite de detenção, foi liberado pela polícia e retornou aos treinos da seleção. Alguns dias depois, sua seleção ergueu o caneco.

LEIA MAIS: Conheça 5 jogadores de futebol que curtem modelos clássicos

Entre 2009 e 2015, a Ferrari 458 tinha motor 4.4 V8 aspirado de 570 cv de potência e 54 kgfm de torque. A aceleração de 0 a 100 km/h está na casa dos 3,5 segundos, enquanto a velocidade máxima é absurdos de 325 km/h entre os carros dos jogadores da Copa América .

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook

Carros

Os carros mais vendidos de cada marca no 1º semestre

Publicado

Motor Show

1 – Chevrolet: Onix – 116.906 unidades

Chevrolet Onix branco arrow-options
Divulgação
Hatch compacto da GM vai se tornar o carro mais vendido no Brasil pelo quinto ano consecutivo em 2019

O hatch compacto somou 116.906 emplacamentos no 1º semestre de 2019. Quase três vezes mais do que o 2º colocado do fabricante, o sedã Prisma (40.846).

LEIA MAIS: Conheça os 5 carros mais procurados para compra na internet

2 – Volkswagen: Gol – 38.303 unidades

VW Gol 1.6 vermelho arrow-options
Divulgação
Volkswagen Gol já foi campeão de vendas por 27 anos seguidos e ainda mantém bom fôlego nas vendas

O Polo (32.025) pode até ser o hatch mais recente da marca no Brasil. Mas fica apenas na 2ª colocação no ranking dos Volkswagen mais populares, perdendo para o veterano Gol (38.303)

3 – Fiat: Strada – 36.310 unidades

Fiat Strada verde arrow-options
Divulgação
Fiat Strada vai receber mudanças no ano que vem e continua bem nas vendas num segmento que tem só três integrantes

Por uma margem de menos de 100 carros, a picape leve Strada (36.310) superou o hatch Argo (36.211) como o mais vendido da marca italiana no Brasil

4 – Renault: Kwid – 40.520 unidades

Renault Kwid branco arrow-options
Divulgação
Renault Kwid passou a ser bem aceito no Brasil, levado pelo preço e pela economia de combustível no dia a dia

Um dos modelos mais acessíveis do mercado brasileiro, o Kwid somou 40.520 emplacamentos na primeira metade de 2019. Quase o dobro do Sandero, que somou 22.366 unidades emplacadas no mesmo período.

Veja Também  VW Golf nacional desvaloriza mais do que o importado, aponta estudo

5 – Ford: Ka Hatch – 50.547 unidades

Ford Ka branco arrow-options
Roberto Assunção
Ford Ka recebeu retoques bem discretos no desenho na linha 2019, mas não deverá receber novidades em breve

Modelo de entrada da marca do oval no Brasil, o Ka Hatch (50.647) lidera com folga para o segundo colocado da Ford, o Ka Sedan (22.886).

LEIA MAIS: Fiat Argo tem alta de 34,5% nas vendas e fica no top 5. Veja ranking do mês

6 – Toyota: Corolla – 26.084 unidades

Toyota Corolla prata arrow-options
Divulgação
Toyota Corolla se mantém líder de vendas entre os sedãs médios com larga margem de vantagem

Sedã médio mais vendido do Brasil, o Corolla (26.084) ficou com o posto mais alto no ranking da marca, com a picape Hilux (19.810) em 2º.

7 – Hyundai: HB20 – 52.995 unidades

Hyundai HB20 cinza arrow-options
Divulgação
Atual geração foi um grande sucesso de vendas. A nova chega em outubro, com várias mudanças importantes

Více-líder do ranking geral no acumulado do ano até junho, o hatch HB20 somou 52.995 emplacamentos. A 2ª colocação ficou com o SUV compacto Creta (24.247)

Veja Também  Novos carros elétricos da Ford vão usar a plataforma MEB da Volkswagen

8 – Honda: HR-V – 23.696 unidades

Honda HR-V branco arrow-options
Divulgação
Honda HR-V ganhou a nova versão Touring, com motor 1.5 turbo como principal novidade em 2019

Mesmo não sendo o modelo mais acessível da marca japonesa no Brasil, o SUV compacto HR-V (23.696) foi o mais emplacado da empresa. A 2ª posição ficou com o sedã médio Civic (13.584).

9 – Jeep: Renegade – 33.048 unidades

Jeep Renegade branco arrow-options
Divulgação
Jeep Renegade 2019 surpreende em 2019 e fica na liderança entre os SUVs compactos no Brasil

A marca americana de utilitários tem dos modelos no top 10 do ranking geral do 1º semestre. O Renegade fica na ponta com 33.048 emplacamentos. Já o Compass somou 28.033 unidades emplacadas.

10 – Nissan: Kicks – 25.826 unidades

Nissan Kicks branco arrow-options
Divulgação
O Nissan Kicks consegue uma boa posição entre os SUVs compactos e a liderança de vendas dentro da marca japonesa

O SUV compacto Kicks (25.826) vendeu 2,5 vezes mais unidades do que o 2º colocado da Nissan por aqui, o sedã compacto Versa (10.107).

11 – Citroën: C4 Cactus – 7.754 unidades

Citroën C4 Cactus azul arrow-options
Divulgação
Citroën C4 Cactus não faz muito sucesso entre os SUVs compactos, mas é o carro mais vendido da marca hoje em dia

SUV compacto da marca francesa, o C4 Cactus (7.754) é o único modelo da marca francesa a aparecer no top 50 de emplacamentos do semestre. O 2º colocado foi o hatch C3 (1.944).

12 – Mitsubishi: L200 – 4.867 unidades

Mitsubishi L200 marrom arrow-options
Divulgação
Mitsubishi L200 Triton Sport 2019 é modelo mais vendido da marca japonesa, concentrada dos utilitários

A picape média L200 (4.867) foi o modelo mais emplacado da marca japonesa. A 2ª colocação ficou com o SUV ASX (1.659).

13 – Peugeot: 2008 – 3.942 unidades

Peugeot 2008 branco arrow-options
Divulgação
Peugeot 2008 recebeu retoques no desenho como principal novidade na linha 2020 para ganhar apelo nas vendas

Recém-reestilizado, o Peugeot 2008 (3.942) ficou na frente do hatch 208 (3.148).

14 – Chery: Tiggo 2 – 3.035 unidades

Chery Tiggo 2 prata arrow-options
Divulgação
Tiggo 2: o destaque entre os carros chineses do Brasil atualmente é fabricado pela Caoa Chery.

O Tiggo 2 (3.035) ainda é o modelo mais vendido da empresa no semestre, seguido pelo maior Tiggo 5X (2.808).

LEIA MAIS: Veja os 5 lançamentos que mais gostamos de dirigir na 1ª metade do ano

15 – Mercedes-Benz: GLA – 1.331 unidades

Mercedes GLA azul arrow-options
Divulgação
Mercedes-Benz GLA fabricado no Brasil é o carro mais vendido da Mercedes no País, prestes a mudar de geração

Com boa parte das versões montadas em Iracemápolis (SP), o SUV GLA (1.331) foi o mais emplacados da marca alemã no período. A 2ª posição ficou com o Classe C (497).

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Carros

VW Gol GT, Escort XR3 e Monza SR: Fizemos um comparativo dos anos 80

Publicado

VW Gol GT arrow-options
Renato Bellote/iG
VW Gol GT, Ford Escort XR3 e Chevrolet Monza SR. Qual você prefere? Cada um deles se destaca em algo

Evidente por esportivos como o VW Gol GT, a década de 80 está na moda. Na verdade é um ciclo que vai se repetindo. Acredito que os veículos colecionáveis terminem nos anos 90, em termos de carros nacionais, com algumas exceções. Mas os sonhos de consumo do mercado – sem dúvida nenhuma – vão exatamente até essa época.

LEIA MAIS: Aceleramos o icônico Toyota Supra, de segunda geração. Assista ao vídeo

Hoje reunimos três esportivos brasileiros que faziam muita gente sonhar alto: o VW Gol GT , o Ford Escort XR3 e o Chevrolet Monza SR . E ainda ficaram faltando mais dois que colocaria nessa lista: o Passat GTS Pointer, meu preferido, e o Uno 1.5 R, bem acertado com câmbio curto e um estilo visual bastante chamativo, com especial atenção para as rodas.

Os três mosqueteiros

O Gol GT chegou ao mercado em 1984. Trazia um estilo agressivo, faróis de longo alcance e as rodas que marcaram época. Além disso o motor de 1,8 litro, com destaque para o comando de válvulas do Golf GTI, fazia dele o mais divertido de guiar.

LEIA MAIS: Opala Diplomata: exemplar zerado de 1992 traz apenas 70 mil km

Veja Também  Nova geração da Yamaha R1 e R1M estreia inúmeras novidades inspiradas na MotoGP

O Escort é um carro mundial da Ford. E foi lançado no Brasil em 1983. A versão XR3 chegaria no ano seguinte conquistando o público pelo apelo estético. Sem dúvida é o mais chamativo dos três, com destaque para o teto-solar e os lavadores de faróis, um charme à parte onde quer que acionasse o sistema.

O Monza S/R era até um pouco discreto perto dos dois. Ele chegou às concessionárias em 1985. Porém trazia um conjunto superior, com esportividade e conforto. Equipamentos como vidros, travas, antena e retrovisores elétricos eram seus diferenciais.

LEIA MAIS: Ford Corcel GT: o esportivo no estilo nacional

Além disso o motor de 1,8 litro entregava 106 cv e o ronco não foi esquecido. Para resumir as sensações podemos dizer que o XR3 chama a atenção pelo estilo, volante de pequeno diâmetro e acerto visual. Já o Monza S/R tem o conjunto mais equilibrado, com esportividade e comodidade.

E o VW Gol GT é o mais nervoso do trio, com repostas mais rápidas, o ronco instigante do escapamento Kadron e a cor vermelha. Reunir esses três carros foi algo realmente divertido. Mais do que um comparativo a ideia de juntar clássicos inesquecíveis da época marcou a razão principal da gravação: a nostalgia. Em breve teremos mais algumas matérias duplas e triplas. Fique ligado!

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana