conecte-se conosco


Carros

Dafra Apache RTR 200 é a novidade

Publicado

Dafra Apache RTR 200
Guilherme Marazzi
A posição de pilotagem da Dafra Apache é um pouco esportiva, porém confortável

Como se avalia o nível de fidelidade de um produto? Certamente não é pelo volume de vendas, apesar do fato indiscutível de que esse parâmetro indica qual é o produto que a maioria dos consumidores prefere. Sim estamos falando de motocicletas, como a Dafra Apache.

LEIA MAIS: Dafra Next 300 parece uma motocicleta maior. Confira avaliação

Na semana passada, uma motocicleta bem menos conhecida do que as líderes do mercado provocou todos os tipos de reações – a maior parte delas positiva – nas ruas e aqui mesmo, nos comentários. A Dafra Next 300, que foi bastante elogiada em semáforos, por motociclistas que a conheciam ou não, nesta ultimo caso apenas pelo seu visual, mostrou que pode encarar a concorrência, bastando só ser mais popular, assim como Dafra Apache .

Aproveitando o calor do momento, vamos agora falar de outra motocicleta da marca, a Dafra Apache RTR 200, que acabou de ser renovada e está estreando no Brasil. Até 2014, a Dafra comercializava a Apache 150 que, ainda com carburador, já tinha sua legião de admiradores. Da mesma forma como ocorreu com a Next 300, a nova Apache atraiu muitos olhares e perguntas pelas ruas, principalmente quanto à sua beleza.

Dafra Apache 200 vermelha
Guilherme Marazzi
Bonita e bem acabada. Só o para-barro na roda traseira destoa do belo conjunto

Quem gostou de Apache mostrada no salão Duas Rodas de dois anos atrás teve que esperar, mas agora já pode ter sua motocicleta. O acabamento da Apache, que tem origem indiana – a TVS é uma das maiores fabricantes de motocicletas da Índia – é surpreendente.

Veja Também  Argo e Cronos levam três estrelas em teste de colisão. Assista ao vídeo

LEIA MAIS: Veja 5 opções de motos seminovas, a partir de 2016, por até R$ 10 mil

Mesmo com alguns adereços a mais do que estamos acostumados, seguindo um pouco o padrão estético daquela região do mundo, o conjunto agrada bastante. A pintura fosca, mesmo sobre a cobertura do tanque de combustível, é de bom gosto e muito bem aplicada.

Uma Dafra Apache bem acertada

painel da Dafra Apache RTR 200
Guilherme Marazzi
O painel é bem equipado, com indicador digital de marcha engatada e até shift-light


O painel de instrumentos digital tem muitas funções, inclusive indicador de marcha engrenada e shift light, que avisa o momento em que a marcha deve ser trocada, para uma pilotagem esportiva. O velocímetro é de dígitos e o conta-giros é de barra. A sofisticação fica por conta dos dois semi-guidões, presos diretamente nas bengalas da suspensão, sobre a mesa superior. Há ainda um ponto de energia USB no painel.

O único ponto que não me agradou esteticamente é o pequeno para-lama traseiro de plástico fixado na balança da suspensão. O motor da Dafra Apache RTR 200 é um monocilindro de quatro válvulas refrigerado a ar, a gasolina, com potência de 21 cv e torque de 1,85 kgfm. De funcionamento suave e com bom desempenho, é bem agradável tanto na cidade quanto na estrada.

Veja Também  Toyota SW4 e Hilux 2020 estreiam com novos itens de segurança

O câmbio é de cinco marchas e a embreagem é do tipo deslizante ( Slippery Clutch ), que impede o travamento da roda traseira no caso de uma redução de marcha muito brusca. As rodas são de liga, com pneus sem câmera, e os freios a disco nas duas rodas têm sistema combinado FH-CBS.

LEIA MAIS: Yamaha Fazer 250 ABS 2020 chega R$ 200 mais cara e com nova cor

A grande vantagem da Dafra Apache RTR 200 está no custo de aquisição: custando R$ 12.490 com frete incluso, ela é mais acessível que, por exemplo, a Yamaha Fazer 250, que custa R$ 15.790 (sem frete), tem o mesmo porte e a mesma potência (freios ABS de série). Ou a Honda CB 250 Twister, que custa R$ 14.130 (R$ 15.140 com ABS). 

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook

Carros

Os carros mais vendidos de cada marca no 1º semestre

Publicado

Motor Show

1 – Chevrolet: Onix – 116.906 unidades

Chevrolet Onix branco arrow-options
Divulgação
Hatch compacto da GM vai se tornar o carro mais vendido no Brasil pelo quinto ano consecutivo em 2019

O hatch compacto somou 116.906 emplacamentos no 1º semestre de 2019. Quase três vezes mais do que o 2º colocado do fabricante, o sedã Prisma (40.846).

LEIA MAIS: Conheça os 5 carros mais procurados para compra na internet

2 – Volkswagen: Gol – 38.303 unidades

VW Gol 1.6 vermelho arrow-options
Divulgação
Volkswagen Gol já foi campeão de vendas por 27 anos seguidos e ainda mantém bom fôlego nas vendas

O Polo (32.025) pode até ser o hatch mais recente da marca no Brasil. Mas fica apenas na 2ª colocação no ranking dos Volkswagen mais populares, perdendo para o veterano Gol (38.303)

3 – Fiat: Strada – 36.310 unidades

Fiat Strada verde arrow-options
Divulgação
Fiat Strada vai receber mudanças no ano que vem e continua bem nas vendas num segmento que tem só três integrantes

Por uma margem de menos de 100 carros, a picape leve Strada (36.310) superou o hatch Argo (36.211) como o mais vendido da marca italiana no Brasil

4 – Renault: Kwid – 40.520 unidades

Renault Kwid branco arrow-options
Divulgação
Renault Kwid passou a ser bem aceito no Brasil, levado pelo preço e pela economia de combustível no dia a dia

Um dos modelos mais acessíveis do mercado brasileiro, o Kwid somou 40.520 emplacamentos na primeira metade de 2019. Quase o dobro do Sandero, que somou 22.366 unidades emplacadas no mesmo período.

Veja Também  Yamaha Tracer 900 GT 2020 acaba de chegar às lojas com novidades

5 – Ford: Ka Hatch – 50.547 unidades

Ford Ka branco arrow-options
Roberto Assunção
Ford Ka recebeu retoques bem discretos no desenho na linha 2019, mas não deverá receber novidades em breve

Modelo de entrada da marca do oval no Brasil, o Ka Hatch (50.647) lidera com folga para o segundo colocado da Ford, o Ka Sedan (22.886).

LEIA MAIS: Fiat Argo tem alta de 34,5% nas vendas e fica no top 5. Veja ranking do mês

6 – Toyota: Corolla – 26.084 unidades

Toyota Corolla prata arrow-options
Divulgação
Toyota Corolla se mantém líder de vendas entre os sedãs médios com larga margem de vantagem

Sedã médio mais vendido do Brasil, o Corolla (26.084) ficou com o posto mais alto no ranking da marca, com a picape Hilux (19.810) em 2º.

7 – Hyundai: HB20 – 52.995 unidades

Hyundai HB20 cinza arrow-options
Divulgação
Atual geração foi um grande sucesso de vendas. A nova chega em outubro, com várias mudanças importantes

Více-líder do ranking geral no acumulado do ano até junho, o hatch HB20 somou 52.995 emplacamentos. A 2ª colocação ficou com o SUV compacto Creta (24.247)

Veja Também  Conheça os 5 carros mais procurados para compra na internet

8 – Honda: HR-V – 23.696 unidades

Honda HR-V branco arrow-options
Divulgação
Honda HR-V ganhou a nova versão Touring, com motor 1.5 turbo como principal novidade em 2019

Mesmo não sendo o modelo mais acessível da marca japonesa no Brasil, o SUV compacto HR-V (23.696) foi o mais emplacado da empresa. A 2ª posição ficou com o sedã médio Civic (13.584).

9 – Jeep: Renegade – 33.048 unidades

Jeep Renegade branco arrow-options
Divulgação
Jeep Renegade 2019 surpreende em 2019 e fica na liderança entre os SUVs compactos no Brasil

A marca americana de utilitários tem dos modelos no top 10 do ranking geral do 1º semestre. O Renegade fica na ponta com 33.048 emplacamentos. Já o Compass somou 28.033 unidades emplacadas.

10 – Nissan: Kicks – 25.826 unidades

Nissan Kicks branco arrow-options
Divulgação
O Nissan Kicks consegue uma boa posição entre os SUVs compactos e a liderança de vendas dentro da marca japonesa

O SUV compacto Kicks (25.826) vendeu 2,5 vezes mais unidades do que o 2º colocado da Nissan por aqui, o sedã compacto Versa (10.107).

11 – Citroën: C4 Cactus – 7.754 unidades

Citroën C4 Cactus azul arrow-options
Divulgação
Citroën C4 Cactus não faz muito sucesso entre os SUVs compactos, mas é o carro mais vendido da marca hoje em dia

SUV compacto da marca francesa, o C4 Cactus (7.754) é o único modelo da marca francesa a aparecer no top 50 de emplacamentos do semestre. O 2º colocado foi o hatch C3 (1.944).

12 – Mitsubishi: L200 – 4.867 unidades

Mitsubishi L200 marrom arrow-options
Divulgação
Mitsubishi L200 Triton Sport 2019 é modelo mais vendido da marca japonesa, concentrada dos utilitários

A picape média L200 (4.867) foi o modelo mais emplacado da marca japonesa. A 2ª colocação ficou com o SUV ASX (1.659).

13 – Peugeot: 2008 – 3.942 unidades

Peugeot 2008 branco arrow-options
Divulgação
Peugeot 2008 recebeu retoques no desenho como principal novidade na linha 2020 para ganhar apelo nas vendas

Recém-reestilizado, o Peugeot 2008 (3.942) ficou na frente do hatch 208 (3.148).

14 – Chery: Tiggo 2 – 3.035 unidades

Chery Tiggo 2 prata arrow-options
Divulgação
Tiggo 2: o destaque entre os carros chineses do Brasil atualmente é fabricado pela Caoa Chery.

O Tiggo 2 (3.035) ainda é o modelo mais vendido da empresa no semestre, seguido pelo maior Tiggo 5X (2.808).

LEIA MAIS: Veja os 5 lançamentos que mais gostamos de dirigir na 1ª metade do ano

15 – Mercedes-Benz: GLA – 1.331 unidades

Mercedes GLA azul arrow-options
Divulgação
Mercedes-Benz GLA fabricado no Brasil é o carro mais vendido da Mercedes no País, prestes a mudar de geração

Com boa parte das versões montadas em Iracemápolis (SP), o SUV GLA (1.331) foi o mais emplacados da marca alemã no período. A 2ª posição ficou com o Classe C (497).

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Carros

VW Gol GT, Escort XR3 e Monza SR: Fizemos um comparativo dos anos 80

Publicado

VW Gol GT arrow-options
Renato Bellote/iG
VW Gol GT, Ford Escort XR3 e Chevrolet Monza SR. Qual você prefere? Cada um deles se destaca em algo

Evidente por esportivos como o VW Gol GT, a década de 80 está na moda. Na verdade é um ciclo que vai se repetindo. Acredito que os veículos colecionáveis terminem nos anos 90, em termos de carros nacionais, com algumas exceções. Mas os sonhos de consumo do mercado – sem dúvida nenhuma – vão exatamente até essa época.

LEIA MAIS: Aceleramos o icônico Toyota Supra, de segunda geração. Assista ao vídeo

Hoje reunimos três esportivos brasileiros que faziam muita gente sonhar alto: o VW Gol GT , o Ford Escort XR3 e o Chevrolet Monza SR . E ainda ficaram faltando mais dois que colocaria nessa lista: o Passat GTS Pointer, meu preferido, e o Uno 1.5 R, bem acertado com câmbio curto e um estilo visual bastante chamativo, com especial atenção para as rodas.

Os três mosqueteiros

O Gol GT chegou ao mercado em 1984. Trazia um estilo agressivo, faróis de longo alcance e as rodas que marcaram época. Além disso o motor de 1,8 litro, com destaque para o comando de válvulas do Golf GTI, fazia dele o mais divertido de guiar.

LEIA MAIS: Opala Diplomata: exemplar zerado de 1992 traz apenas 70 mil km

Veja Também  Toyota SW4 e Hilux 2020 estreiam com novos itens de segurança

O Escort é um carro mundial da Ford. E foi lançado no Brasil em 1983. A versão XR3 chegaria no ano seguinte conquistando o público pelo apelo estético. Sem dúvida é o mais chamativo dos três, com destaque para o teto-solar e os lavadores de faróis, um charme à parte onde quer que acionasse o sistema.

O Monza S/R era até um pouco discreto perto dos dois. Ele chegou às concessionárias em 1985. Porém trazia um conjunto superior, com esportividade e conforto. Equipamentos como vidros, travas, antena e retrovisores elétricos eram seus diferenciais.

LEIA MAIS: Ford Corcel GT: o esportivo no estilo nacional

Além disso o motor de 1,8 litro entregava 106 cv e o ronco não foi esquecido. Para resumir as sensações podemos dizer que o XR3 chama a atenção pelo estilo, volante de pequeno diâmetro e acerto visual. Já o Monza S/R tem o conjunto mais equilibrado, com esportividade e comodidade.

E o VW Gol GT é o mais nervoso do trio, com repostas mais rápidas, o ronco instigante do escapamento Kadron e a cor vermelha. Reunir esses três carros foi algo realmente divertido. Mais do que um comparativo a ideia de juntar clássicos inesquecíveis da época marcou a razão principal da gravação: a nostalgia. Em breve teremos mais algumas matérias duplas e triplas. Fique ligado!

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana