conecte-se conosco


Polícia Federal

Operação Nota Fria intensifica repressão ao contrabando na fronteira de Mato Grosso do Sul

Publicado

Naviraí/MS – A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (19/6) a Operação Nota Fria, que visa desarticular organização criminosa voltada à prática de contrabando e descaminho.  Policiais federais cumprem mandados de prisão e de busca e apreensão, em cidades dos Estados do Paraná e São Paulo.

A PF cumpre quatro mandados de prisão preventiva e oito de busca e apreensão, nas residências dos investigados, localizadas nas cidades de Umuarama/PR, Maringá/PR, Foz do Iguaçu/PR e São Paulo/SP.

As investigações tiveram início após análise dos elementos obtidos durante cumprimento de mandado de busca e apreensão, na residência de um dos investigados, que indicaram a existência da referida organização criminosa.

 A análise de um celular apreendido na ocasião demonstrou que os investigados atuam na prática dos delitos de contrabando e descaminho, com remessas de mercadorias, ao que tudo indica, até a cidade de São Paulo/SP. Havia inclusive um grupo de mensagens onde os investigados trocavam informações sobre a presença dos órgãos de segurança pública nas estradas com o objetivo de evitar eventuais apreensões das mercadorias.

 

Veja Também  PF e Receita Federal deflagram Operação Valuta em Foz do Iguaçu

Fonte: Polícia Federal

Comentários Facebook

Polícia Federal

PF combate comércio ilegal de cigarros em Niterói

Publicado

Rio de Janeiro/RJ – A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (18/7), em ação conjunta com a Guarda Municipal de Niterói, a Operação Presente, com o objetivo de coibir o comércio ilegal de cigarros em Niterói. Policiais federais cumpriram dois mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão temporária, expedidos pela 2ª Vara Federal de Niterói, contra integrantes da organização criminosa, que controlavam a venda de cigarros ilegais no comércio informal da cidade.

Além de comandar a distribuição de cigarros na cidade de Niterói, o grupo coagia e ameaçava comerciantes locais para que não vendessem outras marcas que não fossem as fornecidas pelos criminosos, além de estipular um preço mínimo.

Foi apreendida uma quantia de R$ 7 mil, além de uniforme policial, colete tático, placas balística e uma pistola de airsoft, usada para intimidar os comerciantes.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro
[email protected] | www.pf.gov.br
(21) 2203-4404 / 4405 / 4406 / 4407

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Veja Também  PF combate a extração irregular de recursos minerais em MG
Continue lendo

Polícia Federal

PF combate a extração irregular de recursos minerais em MG

Publicado

Belo Horizonte/MG – A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (18/7) a Operação Poeira Vermelha, para combater a extração irregular de recursos minerais em Nova Lima/MG, sem autorização dos órgãos ambientais competentes (Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Nova Lima e Agência Nacional de Mineração – ANM).

Os criminosos simulavam atividades de terraplenagem em terrenos urbanos, como se os preparassem para futura construção; quando, na verdade, praticavam a mineração ilegal. Com base nas características geográficas da área onde atuavam, a “terra” extraída pela quadrilha consistia, de fato, em minério de ferro, com considerável valor de mercado, que era revendido para empresas siderúrgicas para a produção de aço.

O Código de Mineração e normativos da ANM dispõem que extrações minerais em atividade de terraplenagem prescindem de autorização municipal somente nos casos em que o material retirado seja empregado em área de interesse da obra, sem posterior comercialização.

A investigação, iniciada com a deflagração de hoje, visa a identificar os responsáveis pela extração mineral ilegal e pela comercialização do minério, bem como definir os terceiros compradores.

Nos dois pontos em que a Polícia Federal esteve, foram apreendidas uma escavadeira de esteira, uma retroescavadeira, cinco caminhões caçamba e duas carretas caçamba. Os materiais apreendidos permanecerão à disposição da Justiça Federal para eventual leilão.

Veja Também  PF deflagra terceira fase da Operação Ex tunc no Amapá

 

 

Fonte: Polícia Federal

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana