conecte-se conosco


Policial

Operação da Polícia Civil e Procon apreende mais de 12 mil mídias piratas na Capital

Publicado

Uma operação integrada da Delegacia Especializada do Consumidor (Decon) e Procon Municipal foi deflagrada, na manhã desta terça-feira (21.05), com objetivo de combater a comercialização de produtos piratas na Capital. A ação realizada no local conhecido como “Shopping China”, no Centro de Cuiabá, resultou na apreensão de mais de 12 mil mídias piratas, entre CD’s e DVD’s.

O estabelecimento é formado por várias pequenas lojas, denominadas “boxes” de comercialização de produtos, sendo dois pontos alvos da operação. Em uma das lojas foram apreendidas 10.656 mil mídias piratas e no segundo “box” fiscalizado foram encontradas mais 2.065 mídias falsificadas, totalizando 12.721 CD’s e DVD’s apreendidos.

Os responsáveis pelas lojas foram encaminhados a Decon, onde foram interrogados pelo delegado Antônio Carlos Araújo e responderão pelo crime de violação de direito autoral, previsto no artigo 184, paragrafo 2º, do Código Penal.

De acordo com o titular da Decon, além de comercializar os produtos ilícitos, os proprietários dos boxes também não possuíam alvará de funcionamento. Araújo explicou que apesar de comum entre a sociedade, a prática de vender mídias piratas é crime e não se admite a aplicação do princípio da adequação social.

“O superior Tribunal de Justiça, pacificou o entendimento sobre o assunto, editou a Súmula 502, que consolida a questão sobre a conduta de expor à venda CDs e DVDs piratas. Os envolvidos com o comércio irregular serão interrogados, sendo instaurado inquérito policial para apuração da conduta e responsabilização dos envolvidos”, destacou o delegado.  

Participaram da operação, os policiais da Decon, os fiscais do Procon Municipal e com o apoio dos policiais civis da Diretoria de Execução Estratégica (DEE).

 

Comentários Facebook
Veja Também  Polícia Civil realiza palestra preventiva para pais de adolescentes em Pontes e Lacerda

Policial

Autor de homicídio em Ipiranga do Norte é preso no Maranhão

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Civil de Sorriso (442 km ao Norte) elucidou o homicídio ocorrido na tarde de domingo (16.06) no município de Ipiranga do Norte, com a identificação e prisão do autor do crime, na quarta-feira (19) no Estado do Maranhão. O suspeito, R.S.G., 29, já estava com ordem de prisão decretada com base nas investigações da  Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) e foi preso em ação realizada com apoio da Polícia  Rodoviária Federal.

A vítima, Renan Fernando Zabot, 21, estava em sua residência no centro da cidade, momento em que foi abordado por um homem munido de uma faca. A vítima tentou correr até a casa do vizinho para conseguir ajuda, contudo foi interpretado pelo agressor e a atingido por pelo menos três golpes de faca.

A vítima foi socorrida e encaminhada ao Hospital Regional de Sorriso, contudo faleceu em razão dos ferimentos. As informações iniciais davam conta que o criminoso empreendeu fuga em um veículo HB20 de cor Branco, e estava acompanhado de uma mulher.

A Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) da Delegacia de Sorriso ao tomar conhecimento dos fatos passou a realizar diligências ininterruptas para a elucidação do crime. 

Veja Também  Polícia Civil prende homem por tentar furtar caminhonete

Durante as investigações, foi apurado que a vítima estava tendo um caso com a convivente do suspeito.

Após descobrir a traição através de mensagens no telefone celular dela, o autor do crime passou a monitorar sua convivente, descobrindo que ela ia se encontrar com a vítima em sua residência. Ele a seguiu até o endereço, onde após flagrar o casal junto, cometeu o crime. O autor em seguida empreendeu fuga do município levando junto a convivente. 

Diante dos elementos coletados, o delegado de polícia, André Ribeiro, representou pela prisão preventiva do investigado, a qual decretada pela Juíza da Primeira Vara criminal de Sorriso. 

Em diligências para localizar o suspeito, a equipe da DHPP descobriu que o investigado estava seguindo em direção ao estado do Maranhão, e informou as forças policiais da localidade. Na manhã de quarta-feira (19), uma equipe da PRF logrou êxito em realizar a captura do investigado no município de Estreito (MA), fronteira com o estado de Tocantins. 

O preso foi encaminhado à delegacia de polícia local, onde será interrogado e ficará a disposição da Justiça.

Veja Também  Foragido de Goiás é preso em ação conjunta da Polícia Civil de Confresa e Canabrava do Norte

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil pede nova perícia em acidente da Av. Isaac Póvoas que matou dois

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Uma nova requisição de perícia foi expedida pela Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran) para o esclarecimento de pontos ainda sob dúvida na investigação do acidente, ocorrido em  23 de dezembro de 2018, na Avenida Isaac Póvoas, em Cuiabá, que ocasionou a morte de dois jovens e lesão em uma terceira pessoa.

O delegado da Deletran, Christian Alessandro Cabral, informou que o segundo laudo do acidente foi concluído pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e confirma que o veículo da condutora Rafaela Screnci da Costa Ribeiro, trafegava em velocidade superior a máxima permitida, mas inferior a 60 km/hora,  no momento do acidente.

No entanto, conforme o delegado, a perícia não esclareceu os sinais identificadores do veículo, que parou na faixa central para evitar atropelar Hya Giroto Santos. Esses ocupantes teriam visão privilegiada e poderiam ter presenciado o momento do acidente e os instantes anteriores e subsequentes do atropelamento.

O laudo também explica a questão da influência do comportamento da Hya para o acidente.

Em fevereiro, o primeiro laudo do acidente foi entregue à Polícia Civil, mas após análise, a Delegacia de Trânsito (Deletran) entendeu pela necessidade de esclarecimentos adicionais em cima de imagens captadas por câmeras de monitoramento da região.

Veja Também  Polícia Civil cumpre mandado de prisão contra autor de homicídio em Juína

O delegado havia explicado aos peritos que as perícias complementares devem ajudar a investigação sanar dúvidas que ainda restam para que seja promovida a responsabilização da condutora, assim como eventual contribuição de uma das vítimas para o acidente que deixou dois mortos.

Conforme ele, os quesitos devem considerar a possível influência que o comportamento da vítima Hya Giroto Santos, 21 anos (época dos fatos), que dançava na pista, teve influência sobre a travessia dos amigos Myllena de Lacerda Inocêncio, de 22 anos, e Ramon Alcides Viveiros, 25 anos, fazendo com que eles retardassem a conclusão da travessia da pista; como também na identificação dos três veículos que estavam obstruindo as faixas de circulação exclusivas de ônibus, da direita e da esquerda (dificultando eventuais reações da condutora do veículo), e ainda questão da efetiva velocidade do veículo da condutora, Rafaela Screnci da Costa Ribeiro, 33 anos.

O acidente

O acidente que deixou um morto no local e dois gravemente feridos encaminhados ao hospital ocorreu por volta às 5h50, do domingo, 23 de dezembro passado, em frente à boate Valley na Avenida Isaac Póvoas, em Cuiabá.

A condutora do veículo Rafaela Screnci da Costa Ribeiro, 33 anos, na ocasião, foi presa em flagrante e autuada no plantão da Polícia Civil nos crimes de homicídio culposo na direção de veículo e lesão corporal culposa na direção de veículo. Ela foi conduzida para audiência de custódia, onde foram adotadas medidas cautelares e aplicada fiança pelo juiz. A motorista pagou o valor da fiança e foi posta em liberdade no dia seguinte, 24 de dezembro.

Veja Também  Polícia Civil prende homem por tentar furtar caminhonete

O acidente vitimou no momento da colisão a universitária Myllena de Lacerda Inocêncio, de 22 anos, deixou gravemente feridos Ramon Alcides Viveiros, 25 anos (que morreu após ficar 5 dias internado) e Hya Giroto Santos, 21 anos, a única sobrevivente do atropelamento.

A condutora da caminhonete trafegava sentido bairro/centro pela faixa de rolamento da esquerda, quando nas proximidades da boate Valley Pub, atropelou os pedestres Hya Girotto Santos, Ramon Alcides Viveiros e Myllena de Lacerda Inocêncio, ocasionado em lesões corporais graves em ambas as vítimas, os quais foram socorridos pela equipe médica do Samu e encaminhados ao PSM de Cuiabá.

O acidente gerou ainda danos materiais em outro veículo que estava estacionado, um Gol (NPK7309).

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana