conecte-se conosco


Cuiabá

Blitz educativa é realizada no Pedra 90 para alertar sobre abusos e exploração de crianças e adolescentes

Publicado

18 de maio foi o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Os moradores do Pedra 90 receberam orientações sobre as formas de combate e canais de comunicação existentes contra crimes como o abuso e a exploração infanto-juvenil. A ação foi alusiva ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes (18 de maio), realizada neste domingo (19) pela equipe técnica do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) da região.

“O objetivo da nossa ação é promover a divulgação sobre a ocorrência de casos de violência contra nossas crianças e adolescentes. Pode até parecer algo distante da nossa realidade, mas pelo contrário, está bem mais próximo do que podemos imaginar. É algo que merece uma atenção especial de todos nós, não só do Poder Público, mas como de toda a sociedade”, destacou a coordenadora Cibele Rodrigues do Nascimento.

Durante a atividade, a equipe do Cras distribuiu mais de 600 panfletos informativos e conversou com os motoristas, pedestres e passageiros de ônibus sobre a importância dessa união de esforços para redução dos altos índices de casos dessa natureza registrados na capital. A ação teve início na Avenida principal do bairro Pedra 90, sendo percorridos os comércios e seguindo até a Praça do Caíque. “A recepção da comunidade local foi fantástica. As expectativas foram superadas. Por onde a equipe passou, fomos aplaudidos pela iniciativa de formar essa grande rede de mobilização social”, disse Cibele.  

Por ser um bairro de grande abrangência populacional, o Pedra 90 foi o local escolhido para realização de uma blitz educativa. “Com essa atividade fora da unidade, buscamos atingir um grande número de pessoas, afinal, todos precisam estar informados. Por ser domingo, fim de semana, foi possível fazer abordagens com qualidade e com isso alcançamos uma participação maciça de pessoas quanto a importância do combate aos abusos contra nossas crianças e adolescentes”, ressaltou.

Sob esse enfoque, as unidades dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e Centros de Referência de Assistência Especializada (Creas) do Município prepararam uma série de atividades voltadas ao tema com palestras, rodas de conversa, blitz educativas, apresentação de filmes, oficinas, entre outros.

PROGRAMAÇÃO – As atividades de conscientização popular continuam durante a semana. Na manhã desta segunda-feira (20), as unidades de referência dos bairros Jardim Araçá e Jardim União realizaram blitz educativas e campanhas de divulgação.

Na quarta-feira (22), em período integral, será a vez dos usuários do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) da região central de Cuiabá, bairro Dom Aquino, com a apresentação de uma curta metragem com o tema “Faça Bonito”. Já para os assistidos pelo Cras Tijucal, a partir das 08 horas, além da palestra, um passeio no SESC Balneário foi preparado.

Já nas unidades dos bairros Nova Esperança e Osmar Cabral, serão realizadas Rodas de Conversa, às 09 e 14 horas, respectivamente.

Para quinta-feira (23), a equipe da Secretaria Municipal de Assistência Social preparou uma grande mobilização, a partir das 08 horas, na Praça Alencastro.

Na sexta (24), em dois horários distintos, as 08 e as 14 horas respectivamente, blitz preventivas serão realizadas em frente à sede do Cras, no bairro CPA.

No dia 28, ocorrerá a Oficina “O brincar como enfrentamento a violência” Faça Bonito, a partir das 14 horas, na unidade do Creas, do bairro Centro em Cuiabá.

MOBILIZAÇÃO – Tendo como slogan “Faça Bonito- Proteja nossas crianças e adolescentes”, a campanha que acontece em nível nacional tem como símbolo uma flor, que simboliza a fragilidade da primeira infância. O desenho também tem como objetivo proporcionar maior proximidade e identificação junto à sociedade. “O slogan Faça Bonito – Proteja nossas crianças e adolescente quer chamar a sociedade para assumir a responsabilidade de prevenir e enfrentar o problema da violência sexual praticada contra crianças e adolescentes no Brasil”, disse a secretária-adjunta de Assistência Social, Hellen Ferreira.

Comentários Facebook
Veja Também  Secretaria Municipal de Saúde emite comunicado sobre resultado positivo de raiva canina

Cuiabá

Perícia médica do Cuiabá-Prev recebe visita técnica de órgãos de Roraima

Publicado

Luiz Alves

O modelo de informatização e humanização adotado pela perícia médica do Cuiabá-Prev tem resultado em satisfação aos servidores e inspirado outras perícias pelo Brasil. Nesta semana, representantes da Junta Médica Municipal da Prefeitura de Boa Vista e do Regime de Previdência Social dos Servidores Públicos do Município de Boa Vista (PRESSEM) estiveram em Cuiabá para conhecer o sistema.

Em busca de soluções para seu recém-implantando modelo de gestão, elas passaram três dias Capital estudando e trocando experiências acerca de uma bem-sucedida experiência no setor. 

De acordo com o secretário adjunto de Previdência, Fernando Jorge Mendes, a informatização dos sistemas é uma das soluções de maior impacto na rotina do órgão, garantindo celeridade, controle e transparência aos processos. Ele lembra que o Cuiabá-Prev é o único do Estado a possuir Iso 9001 e o selo Pró-Gestão e atribui as certificações a estes fatores, que ganham força com a modernização.

Na opinião da perita Alina Soto, embora a relação entre profissional e paciente seja parecida nos regimes de ambas as capitais, a informatização é que faz toda a diferença. “Quando o servidor precisa se afastar ele caminha muito, da Secretaria para perícia, para agendamento. Ou seja, o fluxo é demorado, especialmente para quem está doente. Estreitar esse caminho traria ganho na saúde e no tratamento.”, diz.

A chefe da Junta, Joelma Costa, explica que a proposta é humanizar esta dinâmica, implantando a metodologia do sistema Siprev, utilizado em Cuiabá, em Boa Vista. “Percebemos que o sistema permite que médico acompanhe melhor o servidor, deixando todo o procedimento mais transparente e econômico. Durante esses dias, além de conheceremos o funcionamento, também treinamos para utilizar o sistema.”

Veja Também  Prefeito decreta situação de emergência em Cuiabá e determina força-tarefa em todas as áreas

Em outubro de 2018 o secretário de Administração e Gestão de Pessoas de Boa Vista, Paulo Roberto Bragato e a  presidente do PRESSEM, Ana Ziegler, também estiveram em Cuiabá para conhecer o modelo adotado. À época a entidade roraimense estava em processo de reestruturação, passando de uma superintendência para um instituto

É o que lembra a gerente de aposentadorias e pensões Socorro Menezes, que também acompanhou a visita. “A primeira vinda foi feita com um olhar especial à previdência, diferentemente desta nova experiência, que traz um olhar de gestão e perícia”, diz.

A superintendente de Gestão de Pessoas, Delizarda Sampaio explica que a Secretaria e Junta funcionam atualmente em prédios separado e que a ideia é trabalhar em parceria. “Estamos tentando viabilizar melhor qualidade de vida, para que não tenha que ficar correndo de um lado para o outro.”

A digitalização garante ainda economia direta e indireta na prestação de serviço. “Diretamente observamos a redução no consumo de papel e tinta, por exemplo. Já indiretamente, há diminuição no desgaste de veículos, de servidores e de combustíveis, uma vez que os documentos não precisam mais ser levados fisicamente a diferentes setores e secretarias”, afirma Fernando.

Veja Também  Perícia médica do Cuiabá-Prev recebe visita técnica de órgãos de Roraima

Atualmente o Cuiabá-Prev gere cerca de 15 mil vidas. Todos os seus processos são mapeados, desde controle de registros até o planejamento de comunicação. A celeridade e transparência nos processos já resultaram na visita de vários outros regimes previdenciários, que buscam no órgão, a receita para o desenvolvimento.

“As certificações e a comprovação do caso de sucesso do Cuiabá-Prev desperta o interesse nos colegas que nos procuram e também nos oferecem a oportunidade aprendemos com as experiências que eles trazem de lá. Assim podemos aperfeiçoar a gestão e compartilhar com outros estados”, finaliza o médico perito do órgão, George Lima.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Artesanato na Praça retoma encontros mensais no centro de Cuiabá

Publicado

Gustavo Duarte

Variedade em tapetes, crochês, doces típicos e plantas levaram o colorido do artesanato à Praça da República, nesta sexta-feira (13). O encontro marca a retomada do grupo Artesanato na Praça pelos principais pontos da Capital e deve se repetir mensalmente no local.

A proposta conta com apoio da Secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico e traz visibilidade ao trabalho dos profissionais, ampliando a saída de produtos, expostos em um local com alto fluxo de pessoas ao longo do dia.

A titular da Pasta, Débora Marques explica que tem trabalhado para intensificar as ações voltadas ao setor. “É muito importante tanto para os profissionais, quanto para os consumidores, que possamos fortalecer um trabalho da nossa terra, que represente nossa cultura.”

Ela reforça que a garantia do espaço contribui para a geração de emprego e renda, especialmente em períodos de crise econômica, quando os números do trabalho formal despencam e essa se torna a única fonte de recursos para muitos cidadãos.

Em uma passagem rápida pelos corredores da feira, vê-se intercalarem dezenas de barracas com chinelos, bolos, colares, tapioca, roupas, doces, tapetes, reproduções sacras, compotas e muitos outros. A mistura é proposital e foi pensada para evitar a repetição, estimulando os visitantes a consumir diferentes opções.

Veja Também  Ruas do Ribeirão do Lipa e São João Del Rey recebem obras de infraestrutura

Exemplo disso são os arcos de cabelo e laços produzidos pela artesã Sônia Vieira, que há cerca de três anos a ela aprendeu a trabalhar com fitas de cetim na internet. No início os produtos eram oferecidos apenas a colegas de trabalho e a venda servia apenas como complemento de renda.

Com a aposentadoria, contudo, a atividade se tornou sua principal fonte de recursos. “Para não ficar sem fazer nada, comecei a fazer umas coisinhas mais simples. Fui pegando gosto e hoje eu faço de tudo. Para mim o artesanato também é uma forma de combater o estresse”, explica.

O trabalho já rendeu outras oportunidades. Além de expor em diferentes eventos e localidades, Sônia também já aplica um curso para quem pretende lidar com a arte. “Também criei um Empreendedor Individual (MEI), levei parte do trabalho para um box no Shopping Orla e ampliei a produção, que é exposta em várias feiras e eventos.”

Fabiana Galeano de Araújo faz parte da diretoria do Artesanato na Praça, que hoje conta com cerca de 80 membros. Ela conta que o grupo, fundado pela professora Jacy Proença, tem mais de 10 anos e que voltar a realizar o evento na Praça é fundamental para a categoria.  

Veja Também  Prefeito decreta situação de emergência em Cuiabá e determina força-tarefa em todas as áreas

“O artesão não tem lugar fixo, então essa visibilidade, esse movimento do público são muito importantes para nós”, finaliza.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana