conecte-se conosco


Mato Grosso

Secretário Nacional visita Mato Grosso e garante investimento de R$ 5 milhões na fronteira

Publicado

O secretário Nacional de Segurança Pública (Senasp), Guilherme Theophilo, anunciou repasse de R$ 5 milhões para o policiamento na fronteira de Mato Grosso. O anúncio foi feito na sexta-feira (17.05), durante visita à sede do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), no município de Porto Esperidião (a 322 km de Cuiabá).

O recurso estará disponível no próximo mês e servirá para aquisição de equipamentos que auxiliem na atividade operacional. O Senasp é vinculado ao Ministério de Justiça e Segurança Pública. O recurso atende, em parte, a solicitação do grupamento para a aquisição de ferramentas de trabalho na fronteira, como drones, aparelhos de inteligência e embarcação, já que regiões alagadas fazem parte do patrulhamento.

Atualmente, o Gefron conta com efetivo de 140 policiais, que são os responsáveis pela segurança nos 983 km de fronteira do Brasil com a Bolívia. Durante o encontro, os gestores das unidades policiais do Estado, Polícia Militar e Polícia Judiciária Civil, expuseram a realidade do trabalho e pontuaram os desafios. 

Em resposta, o general Theofhilo, que comandou por dois anos o Exército Brasileiro em Cáceres, reconheceu que a política nacional não vinha priorizando a atividade policial na fronteira.

“A minha presença aqui é para tentar ajudar esta fronteira tão necessitada em termos de equipamento, material e efetivo. É uma região vulnerável porque faz fronteira com um país que é grande produtor de cocaína. Então, temos que reforçar. O país todo passa por uma grande crise econômica e os cortes estão sendo feitos em todos os setores, mas vamos usar nosso fundo nacional para priorizar a fronteira”, afirmou.

O general ressaltou ainda que no Ministério da Justiça e Segurança Pública há 11 projetos estratégicos para colocar em prática, sendo um deles, a Fronteira Mais Segura. “Iremos fazer remanejamentos para atender às necessidades da fronteira”.

Veja Também  Quadrilha especializada em roubo e furto de veículos é desarticulada em Várzea Grande

O coordenador do Gefron, tenente-coronel PM José Nildo de Oliveira, citou a importância da visita do secretário nacional e lembrou o esforço das instituições na repressão aos crimes transfronteiriços, principalmente o tráfico de drogas.

“É uma honra receber o secretário na nossa base. Temos projetos que já levamos à União no intuito de melhorar nossa atuação no Estado. Mas mesmo com toda a limitação já obtivemos resultados relevantes em prol da segurança na fronteira. Em quatro anos, ultrapassamos a marca de apreensão de mais de 14 toneladas de drogas. Já no primeiro trimestre de 2019, apreendemos mais de uma tonelada de droga, o que é um número bastante expressivo e reforça a importância de investir na faixa de fronteira”, destacou.

Após passagem por Porto Esperidião, o general seguiu com o comandante geral da Polícia Militar, coronel PM Jonildo José de Assis, e o delegado diretor do interior, Walfrido Franklim do Nascimento, em sobrevoo pela região e conheceu alguns dos postos de fiscalização, situados nos 28 municípios de abrangência da fronteira. O pouso foi no município de Cáceres (a 212 km de Cuiabá), onde visitou a unidade da Delegacia Especial de Fronteira (Defron).

Criada em 2017, a Defron já prendeu 222 pessoas por envolvimento em crimes transfronteiriços. O delegado geral da Polícia Judiciária Civil, Mário Demerval Aravechia de Resende, disse que mesmo com os expressivos números de ações nessa região, os profissionais carecem de melhor estrutura para a atividade policial, porém parte deste déficit é superado com os trabalhos integrados das forças de segurança.

“O convite para a visita do general é para demonstrar que aqui no estado as polícias trabalham de maneira conjunta, somando esforços com outros órgãos, a exemplo do Ministério Público (MP) e isso tem permitido sobreviver e combater o crime. Porém, o investimento na região de fronteira é primordial neste momento, tendo em vista o tráfico de drogas alimentando o crime organizado”, destacou.

Veja Também  Lançamento do ‘cacau clonal’ movimenta região Noroeste

Já o comandante da Polícia Militar, coronel PM Jonildo José de Assis, enfatizou que há 17 anos Mato Grosso vem fazendo o seu trabalho dispondo de efetivo para atuação exclusiva na fronteira.

“Vejo que a destinação do recurso é muito importante, mas o melhor de tudo isso é a visão que o general vai levar de tudo que viu, que é no sentido que Mato Grosso tem feito o seu dever de casa na fronteira. Diferente de outros estados que não possuem tropa que trabalham e policiam a fronteira, o Estado está desde 2002 trabalhando com uma tropa exclusiva na repressão aos crimes transfronteiriços e isso tem que ser levado em conta a nível do Governo Federal, de maneira a dispor de recurso e equipamentos para o aprimoramento da atividade”, ressaltou o comandante da PM.

Apreensões

Também na sexta-feira, por volta das 18 horas, os policiais do Gefron em patrulhamento na região de Nova Fortuna, no município de Vila Bela da Santíssima Trindade (a 521 km de Cuiabá) apreenderam 214 quilos de drogas.

A ação aconteceu quando os policiais deram ordem de parada a quatro motociclistas. Neste momento, dois deixaram a moto e fugiram pela região de mata. Mas os militares chegaram aos outros dois suspeitos. Ao todo a polícia contabilizou 181 quilos de pasta base de cocaína e 33 quilos de cocaína

Ao ser interrogado, os dois homens confirmaram que as drogas vinham da Bolívia e que receberiam R$ 300 reais para atravessar com o carregamento. Além das drogas, foram apreendidas também quatro motocicletas e os suspeitos foram encaminhados para a delegacia.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Programa Telessaúde otimiza atendimentos e gera economia

Publicado

O telediagnóstico em eletrocardiograma é um dos serviços desenvolvidos pelo programa Telessaúde em Mato Grosso. Essa modalidade de atendimento passou a operar em 30 de junho de 2014 no município de Alto Boa Vista e, atualmente, já está em execução em 34 municípios mato-grossenses.

É perceptível, entretanto, que além de outros benefícios, a ferramenta tecnológica contribui para a economia e eficácia dos serviços ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) aos seus usuários.

Entre fevereiro de 2018 e maio de 2019, a média de economia registrada foi de R$ 46.905,35 por mês. Isto é, mais de seiscentos mil reais por ano, se considerado o valor que cada município deixou de utilizar com a emissão de laudos. No mesmo período, foram realizados 13.965 laudos.

“O Telessaúde de Mato Grosso é um excepcional exemplo de ação bem sucedida na área da Saúde, sendo referência não apenas em nosso Estado, mas também para todo o país. O programa gera uma economia inteligente para os cofres públicos porque otimiza os atendimentos prestados à população, oferecendo mais eficácia aos usuários do SUS”, declarou o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo.

Outra economia obtida com esse serviço é constatada na medida em que se evita o deslocamento dos pacientes; o atendimento também proporciona mais agilidade no tratamento do indivíduo, a partir do diagnóstico exato e imediato da doença.

Veja Também  Seleção brasileira inicia treinos no Aecim Tocantins

“O eletrocardiograma é um método de investigação do aparelho cardiovascular de grande utilidade clínica na detecção e no manejo das doenças cardiovasculares. O serviço de telediagnóstico disponibiliza laudos deste exame via internet, de maneira a agilizar o processo de diagnóstico e o tratamento do usuário”, explica o coordenador do Núcleo Técnico Científico do Telessaúde-MT, Fábio José da Silva.

Atualmente, o Telessaúde-MT conta com oito técnicos de nível superior – dentre eles, farmacêuticos, odontólogos, enfermeiro, médico e um estagiário da área de Tecnologia de Informação.

Os laudos são realizados pelo Centro de Telessaúde, localizado no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que possui uma equipe de profissionais apta a emitir laudos para todo o Brasil. O custo de um laudo é de R$ 7,80 (sete reais e oitenta centavos), valor que é financiado pelo Ministério da Saúde.

Ao todo, são 269 médicos habilitados para solicitar o exame na plataforma do programa, além de 50 equipamentos distribuídos nos 34 municípios de Mato Grosso, sendo que já foram programadas as implantações para 68 novos pontos.

Veja Também  Quadrilha especializada em roubo e furto de veículos é desarticulada em Várzea Grande

Ampliação

Desde fevereiro de 2018, o Telessaúde-MT integra a Oferta Nacional de Telediagnóstico, que visa à ampliação do serviço de diagnóstico de exames realizados à distância, nas áreas mais necessitadas do país.

“O serviço vem sendo ampliado gradativamente com o apoio das Secretarias Municipais de Saúde, da Secretaria de Estado de Saúde, do Hospital Universitário Júlio Muller e do Ministério da Saúde”, concluiu Fábio.

Prêmio internacional

Em abril deste ano, a atuação do Telessaúde-MT foi condecorada pelo WSIS Prizes 2019 – premiação que acontece anualmente em Genebra, na Suíça –, sendo a única indicação brasileira ao prêmio. O World Summit on the Information Society (WSIS) Forum 2019 é organizado por diversas entidades, entre elas, a Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura).

O evento de premiação reúne mais de três mil participantes de 150 países, representa o maior encontro anual da comunidade de Informação e Comunicação (TIC) e oportuniza o debate sobre tendências, evoluções e desafios dos tópicos digitais.

Com informações do Telessaúde-MT

 

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Rotam comemora aniversário com medalhas de reconhecimento

Publicado

O Batalhão Rotam (Ronda Ostensiva Tática Móvel), unidade especializada da Polícia Militar de Mato Grosso, comemorou na noite de ontem (19.06) 18 anos de serviços prestados à população mato-grossense.

Na data, foi concedida a medalha ‘Merito Tático Policial Rotam’, a maior horaria de reconhecimento profissional do Batalhão para policiais e autoridades que se destacaram ou contribuíram com as ações policiais. A Rotam também celebrou conquistas no campo esportivo, os títulos recém-conquistados em nível nacional por atletas do projeto Jiu Jitsu Rotam.

A solenidade aconteceu no pátio do Batalhão Rotam, no bairro Dom Aquino, em Cuiabá, e reuniu autoridades militares e civis mato-grossenses e de outros estados. O tenente-coronel Cleverson Leite de Almeida, comandante do Batalhão Rotam, lembrou que essa unidade policial militar nasceu em 2001, por uma necessidade de aprimorar o policiamento ostensivo e buscar mais mobilidade no combate à criminalidade.

TC Leite destacou que com 18 anos, esse é um batalhão especializado que busca selecionar e capacitar permanentemente seu efetivo para o enfrentamento da violência. E que nessas quase duas décadas a Rotam tornou-se nome forte, de referência em capacitação e ações operacionais. Além da atuação nas ruas, passou a trabalhar no campo da prevenção primária junto às crianças e suas famílias.

Os projetos ‘Jiu Jitsu Rotam’, esse com 150 alunos (crianças e adultos), e a Escolinha de Futebol Rotam, com 60 atletas, estão gerando mais que bons cidadãos, formam e alimentam sonhos de crianças e jovens que querem ser atletas profissionais. Como o pequeno Sérgio Ohara, de apenas sete anos. Serginho, como é chamado, frequenta o ‘Jiu Jitsu Rotam’ há dois anos. Este ano ele sagrou-se bicampeão brasileiro em um evento que ocorreu semana passada em São Paulo. À típica indagação sobre o quer ser quando crescer, Serginho responde: “atleta que ganha medalhas”.

Veja Também  Falhas são detectadas na contratação para o setor de saúde de Barra do Garças

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Jonildo José de Assis, abriu e encerrou sua fala parabenizando e externando seu orgulho pelas ações do Batalhão Rotam. Posicionado à frente da tropa, ele disse: “essa unidade e vocês, policiais, sempre deram respostas positivas à sociedade, ultrapassaram os limites do cansaço pela segurança pública. A Rotam sempre superou toda e qualquer dificuldade, é uma unidade forte que sabe que a sociedade espera muito do Batalhão e de cada um dos senhores e senhoras policiais”.

O comandante-geral, coronel Assis, cumprimentas atletas do projeto Jiu Jitsu por conquista de medalhas(Foto:Eliel Tenório)

Ao final, o coronel Assis parabenizou também os mais de 200 atletas dos projetos sociais que no ato foram representados pelo grupo do Jiu Jitsu que conquistou medalhas nos últimos campeonatos e pelos cinco atletas da Escolinha de Futebol que já passaram por “peneiras” e vivem a expectativa de seguir no jogando em escolinhas de base de times nacionais.

MÉRITO TÁTICO

Da lista de homenageados fizeram parte o subcomandante das unidades especializadas, o secretário-adjunto de Integração Operacional da Segurança Pública, coronel Victor Paulo Fortes Pereira; o’ tenente-coronel Dalton Luiz de Magalhães; o subcomandante do Bope, major Carlos Evane Augusto; o comandante da Força Tática de Cuiabá, tenente-coronel André Avelino Figueiredo Neto; o tenente-coronel Benedito Franco Santos e os majores da Rotam da PM de Goiás, José Alberto Viana Cortez Júnior e Edson Luiz Souza Melo Rocha, entre outros.

Veja Também  Sema apreende 200 Kg de pintado e cachara em Santo Antônio do Leverger

Tenente-coronel Dalton, subcomandante da unidades especializadas, recebe medalha ‘Mérito Tático’ do cel Assis(foto: Eliel Tenório)

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana