conecte-se conosco


Polícia Federal

PF combate a produção e divulgação de arquivos contendo abuso sexual infatojuvenil

Publicado

São Paulo/SP – A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (17/5), em uma cidade do interior do Estado de São Paulo e na capital, operação policial com a finalidade de identificar suspeitos de produzir e de distribuir na internet grande quantidade de arquivos contendo abuso sexual de crianças e adolescentes.

Iniciada em março deste ano, a investigação da Polícia Federal começou a partir de uma prisão feita no leste da Europa, de um casal de predadores sexuais que abusava de crianças da própria família, registrava em arquivos de imagens e vídeos, e compartilhava na internet, inclusive na Darkweb. Com a ajuda da Interpol e graças a um trabalho de cooperação policial internacional envolvendo Austrália, França e Brasil (URCOP/SRCC – unidade central da PF de combate a pornografia infantil), chegaram à PF informações sobre um casal brasileiro que aparece em um vídeo abusando sexualmente de um bebê.

Foram identificados dois locais onde possivelmente um dos vídeos foi produzido e enviado ao exterior pela internet. Também foram obtidos fortes indícios da identidade do suspeito estuprador da bebê. A pedido da PF, a Justiça Federal autorizou a realização de buscas domiciliares, bem como decretou a prisão preventiva do principal suspeito, um frentista de 33 anos.

Veja Também  Operação SOS Karipuna investiga organizações criminosas que atuavam em terra indígena em Rondônia

Os investigados vão responder pela prática dos crimes previstos nos art. 217-A do Código Penal (pena de reclusão de 8 a 15 anos), art. 240 (pena de reclusão de 4 a 8 anos e multa), art, 241-A (pena de reclusão de 3 a 6 anos e multa) e art. 241-B (pena de reclusão de 1 a 4 anos e multa) do Estatuto da Criança e do Adolescente.

Será concedida entrevista coletiva, às 10h30, na Superintendência Regional da Polícia Federal em São Paulo/SP.

 

Fonte: Polícia Federal

Comentários Facebook

Polícia Federal

PF deflagra operação de combate à pornografia infantil no Espírito Santo

Publicado

Vila Velha/ES – A Polícia Federal cumpriu hoje (19/6) um mandado de busca e apreensão, na residência do investigado no município de Vitória/ES. A ação resultou na prisão em flagrante do investigado, pelo fato de terem sido encontrados arquivos contendo exploração sexual de crianças em equipamentos de mídia que estavam em sua posse.

 

A investigação é decorrente da Operação Salvaguarda II realizada no dia 30/10/2018. A deflagração de hoje contou com a participação de cinco policiais federais.

 

 ENTENDA O CASO

Em face de rastreamento da rede mundial de computadores promovido por Policiais Federais, e através de requisição dos dados cadastrais dos IPs (endereços de acesso ao site), foi detectado usuário compartilhando arquivos com conteúdo dessa natureza.

 

DA OPERAÇÃO SALVAGUARDA II

A Operação SALVAGUARDA teve por objetivo o combate à difusão de arquivos contendo exploração sexual de crianças através da internet e foi deflagrada no dia 30/10/18. Nela, foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão, nas residências dos investigados nos Municípios de Vila Velha, Serra e Santa Maria de Jetibá, todos no Estado do Espírito Santo, que resultaram na prisão em flagrante de um investigado.

Veja Também  PF combate exploração sexual de crianças e adolescentes

 

 CRIMES INVESTIGADOS

O investigado responderá pelo crime de compartilhamento de arquivos contendo pornografia infantil, art.241-A da Lei 8.069/90, em que a pena varia entre 2 a 6 anos de reclusão e poderá ainda responder pelo crime de posse de arquivos, no caso de flagrante quando do cumprimento da busca, art.241-B, cujas penas variam de 1 a4 anos de reclusão.

 

 

 

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia Federal

Operação Nota Fria intensifica repressão ao contrabando na fronteira de Mato Grosso do Sul

Publicado

Naviraí/MS – A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (19/6) a Operação Nota Fria, que visa desarticular organização criminosa voltada à prática de contrabando e descaminho.  Policiais federais cumprem mandados de prisão e de busca e apreensão, em cidades dos Estados do Paraná e São Paulo.

A PF cumpre quatro mandados de prisão preventiva e oito de busca e apreensão, nas residências dos investigados, localizadas nas cidades de Umuarama/PR, Maringá/PR, Foz do Iguaçu/PR e São Paulo/SP.

As investigações tiveram início após análise dos elementos obtidos durante cumprimento de mandado de busca e apreensão, na residência de um dos investigados, que indicaram a existência da referida organização criminosa.

 A análise de um celular apreendido na ocasião demonstrou que os investigados atuam na prática dos delitos de contrabando e descaminho, com remessas de mercadorias, ao que tudo indica, até a cidade de São Paulo/SP. Havia inclusive um grupo de mensagens onde os investigados trocavam informações sobre a presença dos órgãos de segurança pública nas estradas com o objetivo de evitar eventuais apreensões das mercadorias.

 

Veja Também  PF combate exploração sexual de crianças e adolescentes

Fonte: Polícia Federal

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana