conecte-se conosco


Tecnologia

Os perigos do Wi-Fi aberto: saiba como navegar de maneira segura

Publicado

Quando se está fora de casa, e principalmente durante viagens, uma das primeiras coisas a fazer é procurar por um Wi-Fi aberto. No entanto, a maioria das pessoas não imagina que a conexão por esse meio passa longe de ser inofensiva.


Pessoa com o celular em mãos, conectando no WiFi
shutterstock
Conectar-se por meio de um Wi-Fi aberto pode trazer algumas consequências a seu dispositivo

Leia também: Sinal de alerta: Chromecast pirata pode levar vírus a outros aparelhos por WiFi

Quando uma pessoa se conecta a uma rede de  Wi-Fi aberto
, como as de cafés e hostels, você passa a compartilhar a rede com estranhos. Com conhecimento e equipamentos técnicos básicos, esses desconhecidos podem monitorar ou até mesmo modificar o seu tráfego de internet.

Diferente das redes domésticas, que geralmente são protegidas com protocolos de segurança, as redes públicas de Wi-Fi são muito mais fáceis de invadir. 

De acordo com Harold Li, vice-presidente da empresa ExpressVPN, é possível que hackers usem uma técnica para enganá-lo de modo que você pense que esteja em uma conexão segura
quando, na realidade, eles têm acesso a seus dados, inclusive senhas.

“Pense como se você estivesse compartilhando uma caixa postal com estranhos. É difícil saber se seus envelopes foram abertos com vapor, por exemplo, se o conteúdo foi lido e até mesmo modificado”, explica Harold.

Veja Também  Fifa 20, GTA… Os jogos mais usados por criminosos para ocultar malware e vírus

Leia também: Saiba como encontrar internet Wi-Fi com a ajuda do aplicativo do Facebook

Soluções para uma navegação mais segura no Wi-Fi aberto


Pessoa conectada com segurança
shutterstock
Existem alguns cuidados para manter uma navegação segura e preservar o seu dispositivo

Com esse perigo em mente, existem algumas formas de se conectar sem passar pelo risco de ter o seu aparelho invadido. Igor Rincon, especialista em segurança da informação na empresa Flipside (empresa de conscientização em segurança cibernética), dá algumas dicas do que fazer para navegar da maneira mais segura possível:

  • usar anti malware preferencialmente pagos;
  • sempre desconfiar de promoções ou mensagens que algum hacker pode usar para chegar até você;
  • usar cofre de senhas em todas redes sociais ou sites que você usa

O especialista ainda completa: “Grande parte das ameaças em torno de uso da rede pública de Wi-Fi envolvem interceptações de dados. Então a primeira coisa ser feita é trocar suas senhas com a opção desconectar de outros dispositivos”.

Por outro lado, Harold Li ressalta que usar senhas fortes
podem ajudar a manter a segurança dos seus dados e de suas contas: “As pessoas ainda utilizam senhas fáceis de serem quebradas (aquelas que são curtas e usam palavras do cotidiano) em diversos sites. As senhas devem ser longas, incluir números e símbolos e não conter palavras comuns”.

Veja Também  Afinal de contas, o Telegram é seguro?

Harold também afirma: “Se você não pode criar uma senha única para cada site e serviço, você deve pelo menos usar uma senha específica para cada uma de suas contas mais sensíveis como e-mail e conta de banco. A melhor maneira de gerenciar diversas senhas é utilizando ferramentas de gerenciamento de senhas confiáveis”.

Criptografia e VPN


Conexão segura
shutterstock
A criptografia garante que apenas você e o destinatário possam ver as informações enviadas e recebidas

Outra forma de evitar que seus dados sejam colhidos pelos invasores é a denominada criptografia, que consiste numa técnica utilizada  para impedir que um hacker compreenda ou modifique suas informações.

“A criptografia protege sua privacidade e segurança não só dos que utilizam a mesma conexão Wi-Fi, mas também do seu provedor de internet
e até mesmo do governo”, Harold Li aponta. “É como usar uma linguagem secreta de códigos que somente você e o destinatário entendem”.

Um método que as empresas usam para manter a segurança da navegeção é a VPN (Rede Virtual Privada). Funciona como um  túnel seguro entre dois ou mais dispositivos. 

Leia também: Aplicativo democratiza acesso à conexão Wi-Fi de forma gratuita

Sendo assim, é recomendável que o internauta tome cuidado ao se conectar por meio de um Wi-Fi aberto.
“A dica principal que eu dou é: Pense como um atacante iria usar suas informações para te chantagear ou usá-las contra você. Dessa forma todo o seu comportamento passa por um filtro antes de ser feito”, destaca Igor Rincon.

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook

Tecnologia

Bug no Twitter notifica quando alguém deixa de seguir você

Publicado

Olhar Digital

Normalmente, o Twitter permite que você configure notificações sempre que alguém o segue, além de ser possível configurar notificações para várias ações, incluindo menções e respostas, novos tweets de contas específicas, curtidas, retweets, novos seguidores e muito mais. Entretanto, um bug nesse recurso foi descoberto pelo Vice, e agora ele parece estar misturando notificações de seguidor com pessoas que estão parando de te seguir.

Leia também: Inspirado em Pokémon GO, jogo do Harry Potter será lançado nesta sexta-feira

bug no twitter
Reprodução/Twitter
Print do Twitter mostra usuários falando sobre as notificações que receberam da rede social

Uma das melhores coisas do Twitter é que você também pode deixar de seguir alguém sem que ele saiba, mas a falha recente parece estar fazendo o oposto. Alguns usuários relataram que receberam notificações quando outros usuários deixaram de segui-los no Twitter.

Leia também: Fifa 20, GTA… Os jogos mais usados por criminosos para ocultar malware e vírus

A roteirista da VICE, Marie Solis, disse que “deixou de seguir alguém e automaticamente apareceu uma notificação de que eu os havia seguido, mas que na verdade os alertou para o fato de que eu havia realmente deixado de segui-los. Então eles deixaram de me seguir e a mesma coisa aconteceu, e então eu fui subtweeted por uma pessoa com mais de 10.000 seguidores”.

Veja Também  Criptografia de ponta a ponta protege conversas no WhatsApp; mas como funciona?

O aplicativo de mídia social nunca avisou os usuários quando alguém deixa de e acompanhar, por razões óbvias. No entanto, as pessoas estão curiosas para saber de qualquer maneira, podem recorrer aos serviços de terceiros que revelam quando alguém acessa o botão de deixar de seguir, como Who Unfollowed Me .

Em 2012, o Mashable revelou que o Twitter admitiu ter um “erro de deixar de seguir “, por isso já sabemos que falhas colossais como essas são legítimas. Até agora, não foi identificado se o problema mais recente afetou apenas algumas contas específicas ou é algo mais generalizado.

Leia também: Medo de vazamento de dados na internet é o maior em dez anos, diz levantamento

Nós não temos nenhuma confirmação sobre quando o bug será corrigido. De acordo com um relatório do VICE, o Twitter foi alertado sobre a situação, e um porta-voz confirmou o erro ao vice, dizendo que a empresa está trabalhando nisso.

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

Inspirado em Pokémon GO, jogo do Harry Potter será lançado nesta sexta-feira

Publicado

Quase oito anos após o lançamento de “Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2” nos cinemas, os fãs do bruxo tem mais uma estreia para aguardar ansiosamente. A empresa Niantic anunciou que o jogo Harry Potter: Wizards Unite será lançado nesta sexta-feira (21).

Leia também: Nova montanha-russa do parque do Harry Potter tem detalhes revelados

jogo do Harry Potter
Reprodução/Facebook/Harry Potter
Jogo do Harry Potter chega

De acordo com o jornal britânico Mirror, o jogo do Harry Potter , que é inspirado no sucesso Pokémon GO (que também é da Niantic), será disponibilizado, em um primeiro momento, apenas para Estados Unidos e Reino Unido – por enquanto, não há a data de lançamento no Brasil.

Leia também: Câmera flagra criatura bizarra; web compara com Dobby, de “Harry Potter”

A publicação noticiou ainda que o jogador poderá ter o papel de um “Auror” (que são bruxos treinados para enfrentar feiticeiros do mal), de um “Magizoologista” (melhor em combater bestas mágicas) ou de um professor (que é melhor em usar o profundo conhecimento mágico para debilitar inimigos).

Veja Também  Artista acusa Xiaomi de usar seu trabalho sem pagar; peças foram criadas para LG

Os jogadores irão encarar diferentes aventuras, aprender feitiços e descobrir artefatos misteriosos, enquanto exploram os bairros e cidades do jogo. Eles também poderão encontrar bestas lendárias e personagens icônicos do mundo dos bruxos .

Leia também: Vídeo de robô se revoltando e atacando seus criadores bomba, mas é “fake”

O Mirror diz também que os jogadores poderão acessar áreas, equivalentes aos ginásios de Pokémon GO, onde podem encontrar outros usuários e saírem juntos para encarar os inimigos. Mas, diferente do game dos monstrinhos, todos os jogadores estarão do mesmo lado. 

O jogo do Harry Potter é baseado na saga da escritora britânica J.K Rowling e nos filmes da Warnes Bros. Os jogadores poderão entrar no mundo mágico de Hogwarts, assim como ocorreu em Pokémon GO.

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana