conecte-se conosco


Turismo

Vai viajar? Veja roteiro de 4 dias para conhecer as praias de João Pessoa

Publicado

João Pessoa pode ser um destino interessante para você que planeja viajar no próximo feriado. O local se destaca pelo cenário verdadeiramente paradisíaco. Além disso, a cidade nordestina oferece opções para todos os bolsos e públicos.


Vista aérea do belo litoral de João Pessoa
Reprodução/Instagram/nordestemeulindo
No litoral norte ou sul, o turista pode desbravar as lindas praias que João Pessoa oferece

Leia também: O essencial de João Pessoa: conheça 8 atrações turísticas da cidade

Para Priscilla Teixeira Pereira de Lira, diretora da Luck Receptivo (empresa nordestina de passeios e traslados), João Pessoa,
também apelidada carinhosamente de Jampa, é “o destino ideal para quem está buscando praias lindas, calmaria e o menor custo de vida dentre todas as capitais do Nordeste”. “Segura, limpa e arborizada, que encanta”, resume a profissional.

Priscilla ainda aponta: “Todas as nossas praias
urbanas são próprias pra banho e ficam apenas a poucos passos da maioria dos hotéis. Há piscinas naturais para todos os gostos e uma parte histórica super enriquecedora por ser a terceira capital mais antiga do Brasil”.

A cidade é indicada para todos os perfis e pode ser tanto o cenário de uma viagem entre amigos, quanto de uma tranquila viagem com a família e com as crianças.

Leia também: Qual a praia mais bonita do Nordeste?

Como aproveitar João Pessoa em quatro dias


Praia de Tambaú, em João Pessoa
Reprodução/Instagram/viviane.r.busnello
A praia do Tambaú é uma das mais bonitas e mais movimentadas de João Pessoa
  • Primeiro dia

Assim que chegar na cidade, você pode aproveitar para conhecer a praia de Tambaú, conhecida por suas águas claras. Durante a manhã, a praia não está tão cheia, e o sol está mais agradável. Na praia de Tambaú, há vários passeios para as piscinas naturais da cidade, então é válido conhecer uma delas já no primeiro dia.

Sendo assim, durante a sua primeira tarde de viagem, visite o Picãozinho, uma das piscinas naturais, que conta com uma vista deslumbrante. É válido para curtir o pôr-do-sol.


Piscina natural e céu
Reprodução/Instagram/aalcantara
Picãozinho é uma das piscinas naturais mais atraentes de João Pessoa, e vale a visita

“Em sua viagem, evite trazer roupas pesadas ou de mangas cumpridas. Tenha sempre na sua bagagem garrafinhas de água para encarar o calor
da cidade e aproveitá-la ao máximo”, alerta Priscilla. “Aqui faz sol quase que todos os dias, e apesar de ser uma cidade com bastante brisa por não haver construções de arranha-céus na orla, tem um clima úmido e faz bastante calor”.

Veja Também  Revista americana elege os melhores hotéis do mundo; veja a lista

De volta ao centro da cidade, à noite, o turista pode passar para conhecer a Estação Cabo Branco (também conhecida como Estação Ciência), um complexo de Oscar Niemeyer para promover cultura à população de forma gratuita. O lugar conta com diversas atividades culturais.


Estação Cabo Branco
Reprodução/Instagram
A Estação Cabo Branco é um lugar de João Pessoa que promove atividades culturais e entretenimento aos turistas


  • Segundo dia

“João Pessoa é repleta de belezas naturais e histórias a contar”, afirma a diretora do Luck Receptivo. Com isso em mente, recomendamos que você reserve o segundo dia para conhecer o Centro Histórico
. São várias atrações turísticas que valem a visita.

O Centro Cultural São Francisco reúne igreja, convento, capela, casa de oração, claustro e uma enorme área externa. A visita é guiada e custa R$ 4,00. A Casa da Pólvora, Igreja Nossa Senhora do Carmo, a Cidade Baixa
(vários casarões coloridos e bem conservados) e o Hotel Globo (com uma arquitetura de 1928) podem ser visitados nessa etapa da viagem.


Praia do Cabo Branco
Reprodução/Instagram/instajoaopessoa
A Praia do Cabo Branco, em João Pessoa, pode oferecer um passeio no início de tarde

O almoço pode ser feito em um dos restaurantes da ponta da praia de Cabo Branco, com opções de frutos do mar e uma vista para guardar na memória. Assim, o início da tarde pode ser aproveitado na praia em questão, com direito a um passeio pela orla do Cabo Branco e um banho de mar.

No fim da tarde, o turista pode se dirigir à praia do Jacaré, famosa pelo seu pôr do Sol. O passeio já emenda a noite, com direito a uma visita ao mercado de artesanato local e caminhada pelo calçadão, ao som do artista Jurandy do Sax, que toca nessa praia todos os dias. 

Veja Também  Em promoção relâmpago, site oferece até 30% de desconto em hotéis pelo Brasil

Artista Jurandy do Sax tocando durante o pôr do Sol na praia do Jacaré
Reprodução/Instagram
Artista Jurandy do Sax tocando durante o pôr do Sol na praia do Jacaré, em João Pessoa


  • Terceiro dia

No terceiro dia, o viajante pode aproveitar para conhecer outras praias do município. Na parte da manhã, Tambaba é a praia ideal para visitar. Ela tem uma parte nudista, que é um pouco mais escondidam, onde é obrigatório se despir, mas também conta com uma parte própria para os turistas que preferem manter os trajes.

O almoço pode ser feito na praia de Tambaba mesmo, pois a região é conhecida por vários restaurantes rústicos e aconchegantes que servem frutos do mar fresquinhos.

Pegando o retorno ao centro de João Pessoa, chega-se à Praia do Amor, que tem um estilo calmo e muita estrutura turística. Tem esse nome por conta de uma pedra em forma de arco intitulada pedra furada. Dizem que, se você passar embaixo desse arco, vai ter sorte no amor. É um passeio tranquilo, e a praia é um bom lugar para passar a tarde.


Placa escrito
Reprodução/Instagram/sifranco
A Praia do Amor é famosa entre os casais que visitam João Pessoa, pois dizem que traz sorte no amor



Quando  anoitecer, o turista pode voltar para o centro da cidade, para aproveitar os restaurantes e os bares locais, que fazem a alegria dos visitantes.

  • Quarto dia

Guardando o melhor para o final, na manhã do último dia é válido experimentar o banho de mar mais gostoso de João Pessoa. Trata-se da Praia do Bessa, conhecida por suas águas calmas e seus recifes e coqueiros. Para a hora do almoço, há uma gama de restaurantes preto da Praia do Bessa mesmo, que podem render deliciosas refeições. 

Já em sua última tarde na cidade, o turista pode seguir a ordem das praias e visitar Manaíra, que tem uma maré muito baixa e também é indicada para um banho de mar sem grandes preocupações, e também é muito bem estruturada para receber visitantes.


Praia ao pôr do Sol
Reprodução/Instagram/charleshaverrot
Manaíra é uma das praias mais tranquilas de João Pessoa, mas não deixa de ser bem estruturada turisticamente

Para fechar com chave de ouro a viagem até a cidade paraibana, os turistas podem aproveitar um passeio no calçadão da Praia dos Seixas, que conta com vários bares. Como as ondas são muito mais fortes e a praia não é tão adequada para o banho, é válida a visita para curtir a vista e tomar um bom drinque, pensando em quando vai voltar para Jampa novamente.

Leia também: 6 destinos para o feriado prolongado: veja pontos turísticos e valor do aéreo

Sobre os preços de uma viagem para João Pessoa
, Priscilla afirma: “Com hospedagem, passeios e alimentação, é possível gastar uma média de R$800,00 por pessoa em uma viagem de quatro dias, conhecendo o melhor do que a cidade possui”.

Fonte: IG Turismo
Comentários Facebook

Turismo

50 anos do homem na lua: Airbnb aluga “casas de outro planeta” a US$ 11

Publicado

Neste sábado, dia 20 de julho, serão comemorados os 50 anos do pouso do homem na Lua, e para celebrar esse marco tão importante na ciência mundial, o Airbnb selecionou cinco casas ao redor do mundo para que os turistas tenham uma experiência única.

Leia também:  R$ 96 mil a diária! Conheça o resort da lua de mel de Joe Jonas e Sophie Turner

Por US$ 11 (aproximadamente R$ 41) à noite, mais taxas e impostos aplicáveis, a pessoa pode ter a experiência no homem na Lua . O preço é uma referência à nave Apollo 11, que levou os astronautas ao espaço na missão em 1969.

As casas disponíveis pelo Airbnb terão datas limitadas nos meses de agosto, setembro, outubro e novembro. As reservas começam a ser feitas a partir do dia 20, às 18h (horário de Brasília).

Se você se interessou e quer ter uma experiência de outro planeta, confira abaixo todas as acomodações que estarão disponíveis na comemoração:

Réplica da Apollo 11 – Pukaki, Nova Zelândia

réplica apollo 11 arrow-options
Divulgação/Airbnb
Réplica da Apollo 11 na Nova Zelândia está livre para aluguel

Não tem maneira melhor de comemorar a ida à Lua do que se hospedar na Apollo 11 . Uma réplica construída na Nova Zelândia está entre as acomodações do aniversário. Peter, o anfitrião, construiu a cápsula com equipamentos para suprir as necessidades básicas e ,ao deitar na cama, é possível contemplar as estrelas.

Veja Também  Revista americana elege os melhores hotéis do mundo; veja a lista

O local tem disponibilidade para acomodação entre 13 a 15 e 27 a 29 de setembro de 2019.

Observação de estrelas – Twentynine Palms, Califórnia (EUA)

casa observatório arrow-options
Divulgação/Airbnb
Um casa deserta com um observatório único chama atenção na Califórnia

Combinando arte e ciência essa casa parece um portal para entrada na galáxia. Pequena e aconchegante, ela tem muita iluminação natural e possui um quarto com um observatório de estrelas único do mundo, perfeito para assistir a chuvas de meteoros.

A disponibilidade para reservas é dos dias 09 a 11 e 16 a 18 de agosto de 2019.

Disco voador futurista – Redberth, Reino Unido

casa de óvinis arrow-options
Divulgação/Airbnb
Casa em formato de disco voador é destaque nos aluguéis da Airbnb para os 50 anos do homem na lua

Nada mais intergaláctico do que óvnis, não é? E por que não se hospedar em um disco voador? A casa disponível no Airbnb tem formato de uma nave espacial e é equipada com camas, uma área de jantar e até jogos clássicos para o entretenimento. Uma estadia de outro planeta.

Veja Também  São Paulo de graça: 40 passeios para fazer pela cidade de segunda a domingo

Para quem quer ser E.T. por uma noite a disponibilidade de aluguel é para os dias 27 a 29 e 4 a 6 de outubro de 2019.

Acampamento lunar – Joshua Tree, Califórnia (EUA)

acampamento lunar arrow-options
Divulgação/Airbnb
Acampamento lunar tem diversas atrações para o hóspede

Com mais um destino nos Estados Unidos, o turista terá a experiência total de um retiro lunar. E não é qualquer coisa. O complexo tem academia, rede, fogueira e churrasqueira. É indicado para relaxar, explorar e inovar, além de ser uma casa autossustentável e alimentada inteiramente por painéis solares.

O aluguel pode ser feito entre os dias 16 a 18 de agosto e 6 a 8 de setembro de 2019.

Aeronave isolada – Escócia, Reino Unido

aeronave na escócia arrow-options
Divulgação/Airbnb
Uma cápsula com paredes de vidro para observação das constelações fecha os locais dos 50 anos do homem na lua

O mais afastado do mundo possível, a aeronave escocesa está localizada em uma ilha e o espaço ao redor lembra uma pintura. Apesar do isolamento, o local está equipado com tudo o que é necessário para a sobrevivência básica, como máquina de café expresso e lareira. Da acomodação é possível observar as constelações da Ursa Maior e o Cinturão de Órion.

Leia também:  Dormir ou voar? Hotel japonês constrói quarto com simulador de voo

A última opção para se sentir no clima do  homem na Lua tem datas disponíveis para 24 a 26 de outubro e 21 a 23 de novembro de 2019.

Fonte: IG Turismo
Comentários Facebook
Continue lendo

Turismo

Quer se hospedar num abacate? Sidney terá o primeiro “Hotel de Abacate” do mundo

Publicado

Nos últimos anos o abacate conquistou seu lugar entre as frutas mais populares do mundo, com presença garantida em cardápios de restaurantes hipsters, programas de alimentação saudável e em fotos em redes sociais . Mas só agora surgiu o primeiro hotel de abacate e ele ficará em Sydney , na Austrália.

hotel de abacate arrow-options
Reprodução/ Booking.com
O “Hotel de Abacate” funcionará apenas entre os dias 31 de julho e 01 de agosto

Leia também:  Bar em Londres se tornará hotel temático de uísque com 250 tipos da bebida

Com capacidade para apenas duas pessoas, o Hotel de Abacate é um trailer batizado de Avo-Condo e, na verdade, servirá como um meio de hospedagem temporário, iniciativa da Booking.com para o Dia do Abacate , celebrado em países como México, Estados Unidos e Austrália em 31 de julho.

O trailer funcionará por apenas duas noites, em 31 de julho e e 1º de agosto. A reserva poderá ser feita apenas pelo site da Booking, a partir das 20h do dia 28 de julho. Quem conseguir uma vaga, vai pagar 100 dólares australianos por noite (cerca de R$ 265).

Se o tipo de hospedagem é inusitado, a localização é ótima. O trailer fica a poucos metros da Sydney Opera House e com vista para a Sydney Harbour Bridge, os dois cartões-postais mais conhecidos da cidade australiana.

Veja Também  Novo roteiro da Estrada Real tem gastronomia, história e contato com a natureza

Abacate é o queridinho dos cardápios em Lisboa, Amsterdã e Nova York

avocado house arrow-options
reprodução/ instagram @avocadohouselisbon
A Avocado House em Lisboa tem chamado atenção dos amantes da fruta

O abacate normalmente é associado a pratos específicos, como o guacamole mexicano ou a torrada com avocado, tão comum em cozinhas moderninhas de bairros descolados mundo afora.

Mas há alguns restaurantes que se dedicam totalmente à fruta, como o Avocado House, aberto em 3 de julho em Lisboa . Os 37 pratos presentes no cardápio da casa levam a fruta, da entrada à sobremesa.

Localizado na Rua da Esperança 21, no bairro de Santos , o restaurante parece ter sido projetado para fazer bonito nas redes sociais. A decoração, meio tropical, meio vintage, combina com o visual dos pratos, onde o verde da iguaria originária das Américas se destaca.

O abacate acompanha carnes nos hambúrgueres, é servido em forma de panquecas (com ovo frito, bacon e geleia da fruta) e até dá nova cara a receitas consagradas, como os ovos Benedict, lá rebatizados de Forest Benedict.

Veja Também  50 anos do homem na lua: Airbnb aluga “casas de outro planeta” a US$ 11

Ele é estrela de pratos mais elaborados, como o Ahimsa Bowl, com quinoas, espinafre, abóbora, molho garam masala e tofu grelhado. A fruta está presente até em drinques, como o AvoGang, que leva gin Bombay Sapphire, xarope de abacate, suco de lima e creme de abacate.

A inspiração para o Avocado House veio de outro país europeu. Há pouco mais de dois anos o primeiro Avocado Show abriu as portas em Amsterdã. Hoje, são duas lojas na cidade holandesa (no centro antigo e no bairro de De Pijp) e uma em Bruxelas, na Bélgica. No cardápio há cremes, iogurtes, torradas, panquecas, sanduíches e até pizzas com o ingrediente.

Leia também:  Cidade fantasma atrai turistas apesar de ar tóxico que matou 2 mil pessoas

Menos extravagante, mas igualmente “abacatelófilo”, o Avocaderia é o ponto de encontro dos amantes dessa fruta em Nova York. Autointitulado “o primeiro avocado bar do mundo”, está presente em dois pontos no Brooklyn e um em Chelsea. O foco da rede é comida saudável e leve, sempre com o abacate como protagonista. Se não puder conhecer o Hotel de Abacate , opções da fruta é o que não faltarão pelo mundo.

Fonte: IG Turismo
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana