conecte-se conosco


Policial

Sistema Integrado de Monitoramento de Veículos prevê 88 pontos com câmeras OCR

Avatar

Publicado

Nara Assis | Sesp-MT

Otimizar as fiscalizações ambientais, fiscais e de segurança nas rodovias estaduais de Mato Grosso. Este é o principal objetivo do Sistema Integrado de Monitoramento de Veículos (SimVe), cujo projeto elaborado pela Secretaria de Estado de Segurança (Sesp-MT) foi apresentado ao governador do Estado, Mauro Mendes, nesta segunda-feira (13.05).

A ideia inicial é ampliar os atuais 18 pontos de instalação das câmeras OCR (sigla em inglês para Reconhecimento Óptico de Caracteres) para 106, com a aquisição de 88 pontos. O projeto já foi transformado em decreto, que deverá ser sancionado pelo governador nas próximas semanas. Um ponto já foi instalado na MT-251, próximo ao posto policial, em fase de testes, chamados de provas de conceitos.

“A tecnologia é o caminho obrigatório que precisamos seguir para melhorar o gerenciamento da prestação de serviços públicos em prol da sociedade. Com isso, economizamos tempo, recursos financeiros e de pessoal, mas com a garantia de melhorar a qualidade de resposta ao cidadão”, afirmou Mauro Mendes.

A partir da aprovação, a parceria será ampliada para as Secretarias de Estado de Meio Ambiente (Sema), Infraestrutura e Logística (Sinfra) e Fazenda (Sefaz), no intuito de coibir a sonegação fiscal, crimes ambientais, roubo e furto de veículos, tráfico de drogas e a violência. Com isso, serão 106 câmeras monitorando a entrada e saída de veículos nas rodovias estaduais, com investimento de cerca de R$ 8 milhões, angariados pelas pastas e por meio de parcerias com outros poderes públicos e iniciativa privada.

 

Futuramente, a Sesp também buscará parcerias com as prefeituras, visando ampliar o alcance. “A utilização destas câmeras inibe a criminalidade. Queremos distribuir as câmeras pelo Estado, especificamente nas rodovias estaduais, mas também nos municípios, porque auxilia não só nas questões de segurança pública, como no combate à sonegação e outras irregularidades”, ressaltou o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante dos Santos.

No caso da Sema-MT, que deverá contar com 36 pontos de monitoramento, os recursos financeiros deverão ser oriundos do programa REM, pois a medida auxiliará na fiscalização e combate à exploração ilegal de madeira, por exemplo. “Esta é a porta de entrada para o desmatamento ilegal, um dos focos deste programa. Com a checagem das câmeras OCR, será possível identificar irregularidades, aplicar as sanções administrativas com mais rapidez e, se necessário, acionar as autoridades policiais”, explicou o superintendente de Fiscalização da Sema-MT, tenente coronel PM Bruno do Nascimento.

Segundo o superintendente de Fiscalização de Mercadorias em Trânsito da Sefaz-MT, Henrique Carnaúba Guerra Sangreman Lima, o ganho é no tempo de reação, ao constatar qualquer movimentação ilegal nos 12 pontos em que as câmeras serão instaladas. “A gente consegue melhorar a resposta, porque o contato com a segurança me permite, diante de alguma irregularidade tributária identificada, solicitar que a polícia faça a abordagem do suspeito até conseguir demandar uma equipe especializada para checar a situação no local, por exemplo”.

Cronograma

Após a assinatura e publicação do decreto regulamentando o SimVe, será feita a elaboração de minuta de edital para ata de registro de preços. Posteriormente, com a conclusão do processo licitatório, estão previstos a elaboração do plano de trabalho das secretarias e órgãos envolvidos. A previsão é que a instalação dos equipamentos tenha início em outubro deste ano.

O SimVe contempla, inicialmente, 88 pontos de instalação das câmeras OCR, acompanhadas dos kits que incluem estrutura de suporte, placa solar e defensa metálica (estrutura que protege o equipamento). Atualmente, a Sesp-MT possui nove câmeras com esta tecnologia em funcionamento, sendo cinco na região de fronteira, e quatro em Cuiabá e Várzea Grande.

Além disso, por meio de uma parceria com a Rota do Oeste, a Sesp-MT começou a receber imagens obtidas de nove câmeras OCR da empresa instaladas em pontos que a concessionária administra. Em fase final de testes no sistema, a iniciativa foi firmada em termo de cooperação com a empresa. Para o coordenador do Ciosp, tenente-coronel PM Sizieboro Elvis de Oliveira Barbosa, este trabalho conjunto com a iniciativa privada e outros órgãos é fundamental. “A instalação das OCR na faixa de fronteira, por exemplo, foi viabilizada pelo Ministério Público do Trabalho, em recursos oriundos de multas aplicadas, então, os parceiros fazem toda a diferença”.

Comentários Facebook

Policial

Homem é preso em flagrante vendendo drogas em rua do bairro Jardim União

Avatar

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

 

Policiais civis prenderam em flagrante um homem na manhã desta quinta-feira (28), por tráfico de entorpecentes no bairro Jardim União, em Cuiabá.

A equipe de investigadores da Delegacia de Roubos e Furtos de Cuiabá (Derf), coordenada pelo delegado Guilherme Fachinelli, estava no bairro em diligências para o cumprimento de mandado de prisão sobre investigação de crimes patrimoniais. Durante o monitoramento, a equipe percebeu movimentação estranha do suspeito em uma das ruas do bairro, típica do tráfico formiguinha.

Na manhã desta quinta-feira, os investigadores avistaram o rapaz entregando uma porção de maconha para um usuário, que ao ver a aproximação dos policiais tentou jogar a droga fora.

Os dois rapazes receberam voz de prisão por tráfico e posse para consumo pessoal. Ambos confessaram os crimes aos policiais.  

O suspeito pelo tráfico ainda levou os policiais até sua residência, onde foram encontradas mais porções de maconha, dinheiro trocado e uma munição de calibre 38.

Os dois foram conduzidos para a Derf Cuiabá. O delegado Guiherme Fachinelli  lavrou o flagrante pelo crime de tráfico de drogas e posse de munição de uso permitido para o suspeito pela venda dos entorpecentes. Já o usuário foi autuado por posse de droga para consumo pessoal.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Em 24 horas, PM recupera carros avaliados em R$ 300 mil em Cuiabá

Avatar

Publicado


.

A Polícia Militar recuperou entre quarta e quinta-feira (26 e 27.05) três veículos roubados e furtados avaliados em R$ 300 mil na região metropolitana. De janeiro a 15 de maio deste ano, a PM já recuperou 750 carros na capital e no interior do estado.

Com as equipes de patrulhamento nas ruas, os policiais vêm impedindo que os veículos, produtos de roubo ou furto, fiquem nas mãos dos criminosos.

Em Cuiabá, policiais do Batalhão Rotam recuperaram na quarta-feira (27.05) uma caminhonete Hilux que havia sido roubada, há poucas horas, no bairro Jardim Itália. O veículo foi localizado pela PM em uma residência abandonada no bairro Santa Cruz. Na carroceira da caminhonete, a polícia localizou duas placas de veículo, uma dela era de um carro Sandero roubado na sexta-feira (22.05) no Boa Esperança. Os policiais suspeitam que a casa era utilizada pelos criminosos como desmanche de veículos.

Na região do bairro Pedra 90, os policiais da Rotam recuperaram outro carro, no bairro Cinturão Verde. O automóvel Prisma havia sido roubado no bairro Jardim Industriário. O veículo foi localizado em um matagal, a polícia entrou em contato com a proprietária do carro que esteve na delegacia.

Ainda no bairro Pedra 90, policiais militares do 24º Batalhão recuperaram na quarta-feira (26.05) um automóvel Cobalt. A equipe da PM realizava rondas na região quando avistou o carro abandonado na Rua 27. Foi constatado que o veículo havia sido roubado na noite anterior (25.05), no bairro Santa Cruz. O dono do carro foi localizado e se fez presente na delegacia.

Dados da Superintendência de Planejamento Operacional e Estatística da Polícia Militar (SPOE) apontam que de 1º de janeiro a 15 de maio, a PM já recuperou 750 carros. Para o comandante do Batalhão Rotam, tenente-coronel Paulo Cesar, o número de carros recuperados pela PM é o reflexo da forte atuação dos policiais militares no combate as quadrilhas especializadas em roubos e furtos de veículos na região metropolitana.

“Com a atuação intensificada nas ruas, por meio de rondas, patrulhamento tático estamos dando uma resposta rápida à população. Ficamos atentos e conseguimos lograr êxito em desarticular essas ações criminosas e permitindo que a vítima tenha seu veículo de volta”, destaca o tenente-coronel

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana