conecte-se conosco


Carros

Marcas de carros investem em scooteres e patinetes elétricos. Veja exemplos

Avatar

Publicado


Volkswagen elétrico
Divulgação

Eis um dos patinetes elétricos criados por marcas de automóveis: o VW Streetmate. Repare no suporte para o celular

A busca por mobilidade e custo-benefício giram em torno dos veículos de duas rodas. Entre os quais scooteres, as bicicletas e os patinetes elétricos. Com isso em mente, as fabricantes de carros e motos já iniciaram as suas apostas nesse novo segmento de mercado.

LEIA MAIS: Conheça 5 apps de mobilidade no Brasil que valem a pena hoje em dia

Entre as marcas de motos, a Ducati acaba de lançar uma edição especial do scooter elétrico
CUx, em parceria com a Vmoto. Indo para as fabricantes de carros, a Volkswagen anunciou novos projetos de patinetes elétricos
com a chinesa Niu, uma start-up de veículos elétricos sediada em Changzou.

Batizado de Streetmate, a novidade foi apresentada pela marca alemã no ano passado como um conceito, movido por um motor de 2 kW e com autonomia para 35 km. Espera-se que chegará às lojas na China até o fim do ano.

Patinete e scooter elétrico do grupo BMW


patinete elétrico
Divulgação

Outro patinete elétrico, desta vez que pode oferecer mais praticidade que o da VW: o BMW X2City

No início do ano, a BMW lançou a nova geração do X2City, outro patinete elétrico, que pode chegar a 20 km/h e ser utilizado nas ciclovias europeias. A novidade já atende à nova legislação da Europa para esse tipo de veículo, por isso exige um impulso inicial de até 6 km/h para o motor elétrico entrar em funcionamento.

Há também um pedal na plataforma que precisa ser pressionado algumas vezes para que a velocidade aumente, mesmo que tenha limites pré-estabelecidos de velocidade e autonomia para até 30 km.

LEIA MAIS: Veja quais são os 5 scooteres novos mais baratos do Brasil

De acordo com a BMW,  uma carga completa no patinete leva cerca de duas horas e meia. E o veículo ainda oferece uma tomada USB para carregar o celular e conexão Bluetooth para futuros aplicativos. Já à venda na Alemanha, exige, tal como para as bicicletas elétricas
, seguro e pode ser conduzido por quem tenha habilitação para pilotar ciclomotores. O preço é de 2.399 euros (cerca de R$ 10 mil).

A Mini, que também é do grupo BMW, também já apresentou um conceito de scooter elétrico. Batizado de E Scooter Concept, traz as mesmas linhas arredondadas e o estilo contemporâneo da linha de automóveis da marca.

O motor é instalado na roda traseira e funciona a partir de baterias de íons de lítio compactas, que são recarregadas em tomadas de energia domésticas convencionais, com a ajuda de um cabo de carregamento integrado à parte traseira da motocicleta. Ao abrir o compartimento do cabo — semelhante à tampa do tanque de combustível dos carros da marca — ela se ilumina e o plugue pode ser puxado para fora até uma distância de 5 metros.

LEIA MAIS: Audi RS4 ou bike elétrica? Pusemos as duas lado a lado para encarar o trânsito

Migrando para os equipamentos, o painel tem forma arredondada e é inspirado no mostrador central dos Mini, com capacidade de acomodar um celular. Ao encaixá-lo nele, o motor é acionado automaticamente. Enquanto a motocicleta estiver em movimento, o aparelho pode ser usado como navegador GPS, tocador de música ou telefone, conforme a necessidade do piloto.

Uma interface sem fio Bluetooth pode ser conectada a um capacete especial, que vem equipado com microfone e fones de ouvido. Por fim, as luzes indicadoras da carga da bateria e de acendimento dos faróis e dos piscas estão posicionados nas bordas do painel, em alusão aos botões no volante multifuncional dos Mini. Ou seja, entre os scooteres, as bicicletas e os patinetes elétricos
, cada vez mais tecnologia chega agregada à boa mobilidade.

Comentários Facebook

Carros

Confira dicas sobre cuidados durante as vendas de carros na pandemia

Avatar

Publicado


source
Vendas
Divulgação

A pandemia exige cuidados redobrados com questões que antes ou eram apenas secundárias, ou que nem eram demandadas

Vendas de carros em tempos de quarenta e isolamento social ainda é possível, mesmo com a maior parte dos Departamentos estaduais de trânsito fechados no Brasil. Entretanto, especialmente nesta fase onde boa parte das pessoas estão em casa, ou por algum motivo precisam vender o carro por necessidade, cresce o número de golpes praticados a partir dos classificados online. Neste período, cuidados específicos são fundamentais.

LEIA MAIS: Demanda por funilaria cresce 26% durante a quarentena

A partir de um anúncio, golpistas ligam ou enviam mensagem por SMS ou WhatsApp para o vendedor e se apresentam como atendentes de determinado site de classificado . Os criminosos solicitam dados pessoais para “confirmar” determinado anúncio no site de vendas de carros para “atualização de dados”.

LEIA MAIS: Gasolina ou etanol na pandemia? Veja qual é mais vantajoso

Pilantra
Divulgação

Os golpistas podem usufruir do fato de que os poucos meios de contato restantes podem ser, também, os que mais ocultam suas más intenções

Em empresas como a AutoShow, por exemplo, não é feito nenhum contato com anunciantes seja por telefone, seja por mensagem. A única comunicação feita com anunciantes, se necessário, é pelo ambiente do site ou no inbox das redes sociais. Logo, questione a necessidade de haver esse intermediário em alguns casos nos anúncios de carros .

LEIA MAIS: Aumentam os índices de roubo e furto de veículos na quarentena em SP

Vale lembrar que, em cidades que estão sem atendimento dos Detrans, o comprador deve aguardar o retorno do atendimento para finalizar a transferência. O prazo de averbação só começa a contar a partir dos 30 dias quando o atendimento presencial for retomado.

Veja algumas dicas que a AutoShow separou para a sua venda ser um sucesso durante a pandemia:

▬ Lave o carro deixando o visual interno e externo atrativo para possíveis interessados. Carro sujo não chama atenção;

▬ Faça boas fotos do carro: evite tirar fotos escuras, à noite, distantes do carro ou sem resolução. Faça fotos de todos os lados, do interior, do motor etc;

▬ Capriche na descrição completa informando o estado do veículo, se tem algo que precisa ser feito, algum conserto ou revisão pendente etc;

▬ Deixe o carro o máximo possível preparado para a venda: troca de óleo em dia, histórico das revisões feitas à mão, etc;

▬ Deixe seu telefone disponível e fique atento às mensagens de possíveis interessados no carro;

▬ Ao receber contato de interessados marque uma visita em local público como estacionamento de supermercados (estão abertos) ou postos de gasolina em avenidas movimentadas. Não marque a visita em sua casa;

▬ Ao mostrar o carro antes de um contato com outra pessoa higienize o volante, o câmbio, bancos e pontos de contato como maçaneta e forração de porta. É uma segurança para o interessado e para você;

▬ Evite o toque pessoal. Converse com o interessado à distância de dois metros, usando máscara e deixe o interessado à vontade para olhar o veículo. Se for preciso ande com o interessado sem encostar na outra pessoa e usando sempre a máscara facial;

▬ Ao fechar negócio tenha certeza que o dinheiro está disponível na conta. Ligue para o gerente e tenha certeza do saldo disponível. Vá ao banco (estão abertos) com o comprador para uma negociação mais segura;

▬ Ao preencher o documento de transferência, faça o reconhecimento de firma do comprador e vendedor nos cartórios que estão abertos normalmente.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros

Kia Rio recebe retoques no visual e versão híbrida leve

Avatar

Publicado


source
Kia Rio
Divulgação

Kia Rio da linha 2021 tem novos jogos de rodas, faróis e lanternas de LED e versão híbrida leve

A Kia vai adotar uma série de novidades no hatch compacto Rio no mercado europeu a partir do fim do ano. O modelo chegou ao Brasil no fim de janeiro, vindo do México e deverá levar mais tempo para receber as novidades, provavelmente, apenas no primeiro semestre de 2021.

LEIA MAIS: Kia Rio EX:  hatch mostra qualidades, mas chega na hora errada

A principal alteração no Kia Rio 2021 fica por conta do sistema híbrido leve, que usa motor elétrico ligado ao virabrequim para dar um impulso para vencer a inércia, o que acaba ajudando a economizar combustível, assim como acontece nos modelos EQ Boost, da Mercedes . Além disso, também consegue-se alguma redução de emissão de poluentes.

Com o novo motor 1.0 turbo que funciona com ajuda do elétrico, os níveis de emissões foram reduzidos entre 8,1% e 10,7%, de acordo com as medições da fabricante. Na comparação com o motor atual, ganha-se 16% de força, chegando nos 20,4 kgfm transmitidos para as rodas dianteiras, com freios regenerativos.

Entre as mudanças, destacam-se retoques bem discretos, tanto por fora quanto por dentro, além da inclusão de novos dispositivos eletrônicos de segurança que normalmente são encontrados em modelos de maior valor agregado. Como parte do pacote de novidades também está o sistema multimídia atualizado, com tela de 8 polegadas e conectado ao celular sem uso de fio.

Ainda como destaque das versões renovadas do hatch compacto , vale lembrar que o multimídia agora passa a ser conectado à internet e pode contar com GPS que informa a situação em tempo real, bem como os principais pontos de interesse, entre os quais restaurantes, teatros, hotéis e postos para reabastecimento.

LEIA MAIS: Kia Stinger GT 2019: esportivo coreano sabe falar alemão. Veja vídeo

A grade dianteira mais estreita, bem como os novos jogos de rodas de aro 16, bem como faróis e lanternas com LED no lugar das lâmpadas convencionais também estão entre as principais mudanças na linha 2021 do Kia Rio , que também passa a ter disponíveis itens como aleltas de ponto cedo e mudança indevida de faixa, entre outros.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana