conecte-se conosco


Polícia Federal

PF investiga esquema de fraudes em licitação em município paulista

Publicado

São Paulo/SP – A Polícia Federal deflagrou nesta manhã (14/5), em São Sebastião/SP, a Operação Prelúdio II, em continuidade à investigação iniciada nos autos do inquérito policial instaurado para apurar os crimes de fraude à licitação, superfaturamento de preços, corrupção ativa e passiva, lavagem de capitais e associação criminosa. Os materiais apreendidos na Operação Prelúdio I serviram de base para a instauração de novo inquérito envolvendo outros alvos, agentes políticos.

Policiais federais cumpriram 21 mandados de busca, 3 mandados de prisão preventiva, 6 mandados de afastamento da função pública e 1 de medida cautelar, diferente da prisão. Atendendo parcialmente à representação da Polícia Federal, e com parecer favorável do Ministério Público Estadual, o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo acatou pedido de afastamento de função pública e de busca e apreensão na residência e gabinete do atual prefeito de Ilhabela. Da mesma forma, o Juiz Criminal de Ilhabela acatou parcialmente o pedido de prisão, busca e apreensão e afastamento de função de outros envolvidos, sem foro privilegiado.

A primeira investigação, iniciada outubro de 2017, comprovou que no início da nova Administração municipal, em 2017, a empresa contratada para os processamentos de resíduos de podas e folhas e da construção civil deixou de processar os resíduos por quatro meses, ocorrendo a rescisão amigável do contrato, possivelmente uma ação combinada para justificar a contratação emergencial de nova empresa, ocorrendo a montagem de um processo administrativo para dar aparência de legalidade à nova contratação. A nova empresa contratada, até então, não possuía equipamentos, pessoal, maquinário, veículos ou qualquer experiência na execução do objeto do contrato, cujo edital exigia empresa especializada.

Veja Também  Operação Pay Load apreende quase meia tonelada de pasta base de cocaína em Goiás

A empresa contratada omitiu em seu contrato social empresário já investigado na Operação Torniquete, por irregularidades em diversos contratos de obras públicas em São Sebastião. A empresa transferia parte dos pagamentos recebidos pela execução do contrato à conta corrente de um laranja do empresário. Constatou-se ainda transferência de valores desse laranja ao agente público responsável pela fiscalização do contrato. Foram encontrados indícios de que ocorreu pagamento de propina a outros agentes públicos.

 

Será realizada entrevista coletiva, às 10h30, na delegacia da Polícia Federal, em São Sebastião.  Rua Fabio Cassio, 18, centro, São Sebastião.

 

Fonte: Polícia Federal

Comentários Facebook

Polícia Federal

PF combate a produção e divulgação de arquivos contendo abuso sexual infatojuvenil

Publicado

São Paulo/SP – A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (17/5), em uma cidade do interior do Estado de São Paulo e na capital, operação policial com a finalidade de identificar suspeitos de produzir e de distribuir na internet grande quantidade de arquivos contendo abuso sexual de crianças e adolescentes.

Iniciada em março deste ano, a investigação da Polícia Federal começou a partir de uma prisão feita no leste da Europa, de um casal de predadores sexuais que abusava de crianças da própria família, registrava em arquivos de imagens e vídeos, e compartilhava na internet, inclusive na Darkweb. Com a ajuda da Interpol e graças a um trabalho de cooperação policial internacional envolvendo Austrália, França e Brasil (URCOP/SRCC – unidade central da PF de combate a pornografia infantil), chegaram à PF informações sobre um casal brasileiro que aparece em um vídeo abusando sexualmente de um bebê.

Foram identificados dois locais onde possivelmente um dos vídeos foi produzido e enviado ao exterior pela internet. Também foram obtidos fortes indícios da identidade do suspeito estuprador da bebê. A pedido da PF, a Justiça Federal autorizou a realização de buscas domiciliares, bem como decretou a prisão preventiva do principal suspeito, um frentista de 33 anos.

Veja Também  PF combate corrupção na concessão de títulos de terras públicas da União

Os investigados vão responder pela prática dos crimes previstos nos art. 217-A do Código Penal (pena de reclusão de 8 a 15 anos), art. 240 (pena de reclusão de 4 a 8 anos e multa), art, 241-A (pena de reclusão de 3 a 6 anos e multa) e art. 241-B (pena de reclusão de 1 a 4 anos e multa) do Estatuto da Criança e do Adolescente.

Será concedida entrevista coletiva, às 10h30, na Superintendência Regional da Polícia Federal em São Paulo/SP.

 

Fonte: Polícia Federal

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia Federal

Operação Pay Load apreende quase meia tonelada de pasta base de cocaína em Goiás

Publicado

Goiânia/GO – A Polícia Federal desencadeou na quarta-feira (15/5), com apoio da Força Aérea Brasileira e a Polícia Militar do Estado de Goiás, a Operação Pay Load, com o objetivo de desarticular célula criminosa especializada no tráfico de drogas internacional, resultando na apreensão de 464 kg de pasta base de cocaína.

A droga, oriunda da Bolívia, estava sendo transportada por um avião que pousou numa pista na região rural de Quirinópolis/GO. A abordagem policial foi procedida depois que a droga foi descarregada na pista de pouso, tendo o avião decolado logo em seguida. Houve troca de tiros. Acionada, a FAB interceptou e determinou o pouso obrigatório do avião no aeroporto municipal de Rio Verde/GO, onde equipe de Policiais Federais e Militares efetuaram a prisão do piloto e do copiloto.

Duas pessoas foram presas e autuadas em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Quatro veículos e uma aeronave, avaliada em R$ 800 mil, foram apreendidos.

 

Fonte: Polícia Federal

Comentários Facebook
Veja Também  PF combate corrupção na concessão de títulos de terras públicas da União
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana