conecte-se conosco


Economia

“Não sei se foi a melhor decisão”, diz Maia sobre sigilo da Previdência

Publicado


Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia
Agência Brasil/Marcelo Camargo
Para Rodrigo Maia, reforma da Previdência deve passar na votação da CCJ nesta terça-feira (23)


O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), comentou, nesta segunda-feira (22), a decisão do governo federal de tornar sigilosos os estudos realizados para construir o texto da reforma da Previdência. Segundo ele, a medida pode não ter sido boa.

Leia também: Sigilo prova que Previdência “não é justa e nem necessária”, diz Manuela D’àvila

“Não sei se foi a melhor decisão, mas quando a reforma chegar na comissão especial não tem jeito”, disse, acrescentando que o sigilo da Previdência
foi algo “de curto prazo”. “Os dados vão estar abertos, senão não tem como começar a trabalhar”, completou.

Maia
também comentou o atraso da votação da nova Previdência
na Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania (CCJ), que foi adiada para terça-feira (23) após uma sessão tumultuada na semana passada
. De acordo com o presidente, o processo deve ser finalizado amanhã. “Acho que amanhã vai passar e a gente vai terminar este processo na CCJ, que levou tempo demais, infelizmente. A partir da semana que vem, a gente começa o trabalho na comissão especial”, declarou. “Está bem encaminhado e tem mais apoio do que no passado.”

“A Câmara precisa entender que há uma grande crise fiscal. O custo previdenciário é muito alto e aumenta rapidamente. Se não tiver uma solução para a previdência, certamente não terá uma solução de investimento para o Brasil nos próximos anos”, continuou.

Veja Também  BC leiloará US$ 3,75 bilhões das reservas para conter alta do dólar

Sobre a lentidão no processo, o presidente da Câmara dos Deputados
disse que a reforma na Previdência
divide a sociedade porque é “um tema polêmico”. ” A reforma tributária unifica a sociedade e divide a Federação, já que os interesses por uma boa reforma tributária precisa reorganizar as atribuições de cada um dos entes no sistema para que a gente possa ter de fato um sistema mais simples”, disse.

Leia também: Maia mostra otimismo por reformas, mas diz que Bolsonaro precisa aumentar base 

Além da reformada Previdência
, Rodrigo Maia diz que a Câmara também deve seguir com a reforma tributária e outros temas importantes para a economia brasileira. ” A gente pode avançar o licenciamento ambiental, coisas como a relação CADE e Banco Central, que é muito importante para destravar alguns conflitos, a própria autonomia do Banco Central”, explicou. “Tem muitas pautas que podem tramitar independentes das pautas de emendas constitucionais que vão ajudando o ambiente econômico. São coisas assim que a gente vai trabalhando enquanto, de forma paralela, a gente trabalha as grandes reformas.”

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook

Economia

Bolsonaro ataca IBGE, diz que não é fácil ser patrão e se isenta por desemprego

Publicado


Jair Bolsonaro rindo
Marcos Corrêa/PR
Bolsonaro alfinetou IBGE, voltou a dizer que “ser patrão no Brasil não é fácil” e disse que não pode “obrigar ninguém a empregar”

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse nesta quinta-feira (16), em Dallas, nos Estados Unidos, que o desemprego no Brasil é muito maior do que o indicado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundos dados da pesquisa Pnad Contínua
, divulgados nesta quinta-feira, o desemprego cresceu em 13 estados brasileiros e no Distrito Federal no primeiro trimestre do ano, quando em todo o Brasil 13,4 millhões de pessoas buscavam uma vaga.

Leia também: “Crescimento de curto prazo é voo de galinha”, alerta presidente do BC

“Se fala em milhões de desempregados? Tem, até mais do que isso. O IBGE
tá errado, tem muito mais do que isso. Agora, em parte, essa população não tem como ter emprego porque o mundo evoluiu. Não estão habilitados a enfrentar um novo mercado de trabalho, a indústria 4G. como é que você vai empregar esse pessoal?”, questionou Bolsonaro. “Tenho pena, tenho. Faço o que for possível, mas não posso fazer milagre, não posso obrigar ninguém a empregar ninguém”, complementou o presidente.

Veja Também  Ministério da Economia prepara hipoteca especial para idosos

A pesquisa do IBGE, além de apontar alta da desocupação no País, também revelou que a dispensa de trabalhadores temporários no primeiro trimestre deste ano foi a maior em sete anos. Segundo a apuração, 5,2 milhões de brasileiros procuram emprego há mais de um ano.

Questionado sobre o desemprego
e a realidade do trabalho no Brasil, o presidente voltou a dizer que “não é fácil ser patrão
“, mas disse que também não é fácil ser empregado.

Leia também: Bolsonaro diz que repórter deveria ‘entrar de novo numa faculdade que preste’

“Eu digo para todo mundo: não é fácil a vida de ser patrão no Brasil. Tá empregado? Também não é fácil. O salário é muito para quem paga, é pouco para quem recebe. A garotada tá aí se formando, bota um papel na parede, em parte, digo, em parte, que não serve para nada. Até jornalista, a gente já teve contato no passado com uma colega de vocês jornalista que tem o português pior do que o meu. É assim que está sendo formada a nossa juventude no Brasil. Isso tem que mudar”, defendeu Bolsonaro
.

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Plataforma de marketing ajuda empresas a aumentar engajamento e conversão

Publicado

A internet oferece uma enorme quantidade de informações, numa velocidade muito rápida. Para se ter ideia, por minuto são enviadas 41.6 milhões de mensagens por Whatsapp e Messenger, 3.8 milhões de buscas são feitas no Google e 4.5 milhões de vídeos são assistidos no YouTube. Nesse cenário, as empresas online precisam prender a atenção dos internautas para aumentar o engajamento e a conversão.


representação da quantidade de informações que tem na internet
shutterstock
As empresas devem investir em marketing digital

O objetivo parece difícil de ser alcançado, mas algumas ferramentas disponíveis no mercado podem ajudar. O PowerMarketing, plataforma de marketing
oferecida pela  IG Corporate – empresa do segmento de soluções digitais corporativas
-, por exemplo, monitora e permite interações em tempo real com o internauta que está no site da empresa, mantendo o interesse dele e evitando abandonos no fluxo de compra.

Quando um cliente coloca determinado produto no carrinho e depois retira, uma mensagem de desconto pode aparecer para que ele opte por finalizar a compra. Usuários que procuraram muitas vezes por um produto e ainda não decidiram por compra-lo podem receber mais informações sobre ele. Já quando a pessoa está com algum problema para finalizar a compra, é possível saber o que está acontecendo rapidamente e interagir através de um chat de texto para resolver o problema antes que ela desista.

Veja Também  Dólar supera R$ 4,10 e fecha no maior valor em oito meses

O PowerMarketing
também ajuda na criação da estratégia da empresa com o monitoramento dos visitantes. A partir das informações detalhadas de cada internauta e relatórios personalizados que indicam o tempo de visualização dos banners, do abandono de página e outros pontos importantes, é possível traçar uma boa estratégia que atenda ao funil de conversão.


Representação do funil de marketing com o Power Marketing oferece em cada etapa
Divulgação
O Power Mraketing, plataforma de marketing oferecida pela IG Corporate, atende à todo o funil de vendas

Dessa forma, o PowerMarketing
traz uma solução completa para a empresa: facilita o planejamento da comunicação direcionada e eficiente por meio do conhecimento do cliente; aumenta a atenção do internauta e o interesse pelo produto por meio da interação em tempo real; fornece assistência automatizada, segmentada e rápida, além de fazer recomendações customizadas para melhorar a experiência do consumidor; e por fim, conhecendo o cliente é possível colocar em prática o marketing de relacionamento para aumentar a retenção e conversão de vendas.  

Kotler, conhecido como o “guru do marketing”, afirma que “hoje os clientes são mais difíceis de agradar, mais inteligentes, mais conscientes em relação ao preço, mais exigentes, perdoam menos e são abordados por mais concorrentes com ofertas iguais ou melhores”. Assim, para a empresa, ter uma solução como o PowerMarketing é sinônimo de estar um passo à frente da concorrência.

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana