conecte-se conosco


Mato Grosso

Gefron homenageia parceiros da atividade operacional na fronteira

Publicado

Sessenta pessoas, entre policiais civis, militares e autoridades, receberam na noite desta segunda-feira (22), a medalha Mérito Policial de Fronteira. A honraria é um reconhecimento ao trabalho realizado em prol do grupamento, que atua nos 983 km de fronteira com o Brasil e a Bolívia. A solenidade foi realizada no Salão Nobre Cloves Vettorato e contou com a presença do governador, Mauro Mendes, que também foi um dos homenageados.

Em sua fala, o chefe do Executivo destacou que em três meses ainda fez pouco pelos profissionais que atuam na fronteira, mas ressaltou que para os próximos anos vai contribuir para melhorar ainda mais a atividade operacional.

“Este reconhecimento hoje é para aquelas pessoas que já contribuíram e ainda vão contribuir para a atividade na fronteira. Estou honrado em receber esta medalha e quero poder fazer mais por estes profissionais”, enfatizou.

A entrega de medalhas encerra as atividades em comemoração ao aniversário de 17 anos de atuação do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), que é celebrado no dia 13 de março. A programação começou com o 5º Torneiro de Tiro seguido da corrida kids e adulto. Todas as programações foram voltadas para as unidades que integram as ações de segurança na fronteira, Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Politec, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal, Exército Brasileiro e Marinha.

“Esta solenidade fecha com chave de ouro a programação de aniversário. A entrega de medalhas é em homenagem para aquelas pessoas que desempenham funções que fortalecem o grupamento, seja ela na atividade operacional ou na administração. A tropa que está na fronteira atua diuturnamente para o enfrentamento à criminalidade”, destacou o coordenador do Gefron, tenente-coronel PM José Nildo de Oliveira.

Veja Também  Conselheiro Moises Maciel esclarece sobre os efeitos da cautelar 768/MM/2019

Já o secretário chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, ressaltou os resultados obtidos pelos profissionais no primeiro trimestre do ano. “O Gefron tem feito um trabalho espetacular. Somente neste primeiro trimestre foram apreendidas mais de uma tonelada de drogas. Este resultado nos dá muito orgulho e é reflexo de um trabalho desempenhado com muito afinco e engajamento”, frisou.

Entre os homenageados estavam o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante dos Santos,  delegado geral da Polícia Judiciária Civil, Mário Dermeval Aravechia de Resende, o comandante do Corpo de Bombeiros Militar, coronel BM Alessandro Borges Ferreira, a juíza de direito, Ana Cristina Mendes, diretor geral da Politec, Rubens Sadao Okada, o delegado da Polícia Federal, Diógenes Curado, dentre outros.

“O Gefron é uma força que é modelo nacional. Atualmente é responsável pelo patrulhamento na fronteira no estado de Mato Grosso com a Bolívia e tem os maiores índices de apreensão de drogas no Brasil, alto índice de recuperação de veículos e carga roubada. Ser homenageado por este grupamento é uma honraria muito interessante que só nos envaidece”, destacou o secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante.

Veja Também  Unemat faz visita técnica a UFRJ para conhecer experiência de creditação da extensão

Atividade operacional

O Gefron passou a operar na repressão aos crimes transfronteiriços em 13 de março de 2002. Os 140 policiais realizam patrulhamentos pelas rodovias, estradas vicinais, operações, barreiras fixas e volantes na repressão ao tráfico de drogas, contrabando e descaminho de bens e valores, evasão de divisas e roubos de veículos.

A base operacional do Grupamento fica no município Porto Esperidião. Outros pontos de fiscalização estão distribuídos na região do Matão (no município de Pontes e Lacerda), Vila Cardoso, Avião Caído (em Cáceres), Canil Integrado (Cáceres), além da sede administrativa que fica na Sesp, em Cuiabá.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Rotam prende traficante com três fuzis, droga e contabilidade do esquema criminoso

Publicado

Policiais do Batalhão de Ronda Ostensiva Tático Móvel (Rotam) prenderam um homem e, a partir da prisão dele, desmontaram um esquema de armas e venda de drogas de uma facção criminosa de Várzea Grande. A ação começou na Avenida Fernando Corrêa, altura do bairro Vista Alegre, em Cuiabá, onde ocorreu a prisão de E.A.R.S., 42.

No carro em que ele estava, um Gol modelo antigo, os policiais encontraram uma grande porção de cocaína. Nervoso, diante das indagações dos policiais, o suspeito entrou em contradição diversas vezes, até que acabou revelando o endereço de sua moradia e que no local era o responsável por “cuidar” de grande quantidade de droga.

Na casa apontada, no bairro Terra Nova, em Várzea Grande, foram apreendidos 18 barras e duas porções grandes de pasta base de cocaína, além de dois tabletes de maconha, balança de precisão, telefones celulares, papel filme e outros apetrechos do tráfico de droga.

Todavia, outras apreensões mais importantes ainda estavam por vir, fuzis, metralhadora e a uma grande quantidade de munição. Lá havia um Fuzil 762, um 556 e uma submetralhadora. E sete carregadores de fuzil, dois de pistola e mais de 150 munições diversas.

Dois cadernos da movimentação do tráfico, com anotações de vendas e nomes, também estavam na casa, que seria a base de apoio de uma facção criminosa.

Veja Também  Aplicação 2019 do MMD-TC em fase decisiva

A equipe da Rotam já havia recebido informações de atividades ilícitas de um ocupante de um Gol e sua ligação com uma facção e há dias procurava pelo suspeito com as mesmas características.

O suspeito e todo o material apreendido foi levado para a Central de Flagrantes do Cisc Verdão, em Cuiabá.

  O suspeito foi abordado enquanto circulava por uma avenida de Cuiabá(Foto Rotam/PMMT)

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

PM prende caminhoneiro que matou colega em briga por vaga para abastecer

Publicado

Policiais da 2ª Companhia de Polícia Militar de Matupá (a 696 km de Cuiabá) prenderam em flagrante o caminhoneiro que matou o colega de profissão durante uma briga por vaga para abastecer os veículos. Identificado pelas iniciais D.C.,70 anos, matou a tiros V.S.,47 anos, em um posto na zona rural da cidade, às margens da BR-163.

O crime ocorreu na manhã deste sábado (20.07), por volta das 7 horas.

Após a comunicação da ocorrência, os policiais encontraram o caminhão que o suspeito dirigia, onde também estava um revólver calibre 32, com cinco munições deflagradas e uma intacta, considerada a possível arma utilizada no crime.

Logo depois, ao continuar as buscas, a equipe da PM conseguiu localizar e prender o suspeito em uma área de mata fechada, atrás do posto de combustíveis onde o crime foi cometido.

O caminhoneiro confessou a autoria, mas argumentou que havia sido agredido com socos e uma barra de ferro e, por isso, teria atirado. Disse ainda não lembrar de ter acertado o primeiro tiro, mas como a vítima ainda reagia, fez mais disparos.

Veja Também  Estudantes da MT Escola de Teatro realizam a quinta edição da Mostra de Cenas

No caminhão da vítima foram encontrados alguns comprimidos de substâncias análogas à anfetamina (rebite), que foram apreendidos e entregues à delegacia local. V.S. dirigia uma carreta bitrem e trabalhava para uma transportadora.

D.C. pode responder por homicídio e porte ilegal de arma.

Os policiais miliares prenderam o caminhoneito em flagrante delito em uma área de mata próxima ao local do crime

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana