conecte-se conosco


Libertadores

Força máxima contra LDU, reservas diante do Cruzeiro: Flamengo viaja ao Equador com planejamento definido

Publicado

Foco na LDU, mas com planejamento também voltado para o Cruzeiro. O Flamengo curtiu o título carioca na noite de domingo, e foi só. Em viagem ao Equador para compromisso quarta-feira, a programação prevê força máxima na Libertadores e um time quase todo reserva diante do Cruzeiro, na estreia do Campeonato Brasileiro.

A partida contra os mineiros acontece sábado, às 21h (de Brasília), no Maracanã. O tempo de recuperação de pouco mais de 48 horas faz com que Abel opte pela precaução. Na sequência, serão três jogos pesados e fora de casa. Após a estreia no Brasileirão, o Rubro-Negro encara o Internacional em Porto Alegre; o São Paulo no Morumbi; e o Peñarol, em Montevidéu, no Uruguai.

Hora de rodar o elenco e isso acontecerá diante do Cruzeiro. Por mais que facilite toda a logística do jogo com a LDU com voos fretados e volta ao Rio de Janeiro diretamente do estádio Casablanca, na madrugada de quinta-feira, a comissão técnica não pecará pelo excesso. Só se for de zelo.

Veja Também  Justiça manda para cadeia 'cantor sertanejo' que ostentava nas redes sociais; jovem divulgou nudes de ex-namorada

Arrascaeta e Bruno Henrique postam durante embarque do Flamengo — Foto: Reprodução / InstagramArrascaeta e Bruno Henrique postam durante embarque do Flamengo — Foto: Reprodução / Instagram

Arrascaeta e Bruno Henrique postam durante embarque do Flamengo — Foto: Reprodução / Instagram

Há um consenso de que é a hora de fazer valer o elenco de alto nível que o clube tanto prometeu montar. Para isso, Berrío e Piris da Motta sequer viajaram ao Equador. Os dois estão em fase final de recuperação de lesões e ficaram no Rio para que tivessem mais treinos com bola e ganhassem ritmo de jogo. Assim, serão reavaliados com boas chances de ficarem à disposição de Abel para sábado.

Com isso, o treinador escalará força máxima na altitude de 2.800m de Quito. Bruno Henrique, suspenso na finalíssima com o Vasco, volta a ficar à disposição e a tendência é que substitua Diego. Sábado, contra o Cruzeiro, cerca de 80% da escalação será de reservas. Com nove jogos pelo Brasileirão, dois pela Libertadores e dois pela Copa do Brasil para encerrar o semestre, chegou a hora do Flamengo colocar o elenco à prova.

Por/Cahê Mota —  ge

Veja Também  Idosa de 91 anos que iria receber herança em SP morre envenenada dento de ônibus em Cuiabá
Comentários Facebook

Libertadores

Análise: Éverton Ribeiro eleva o nível e comanda melhor atuação do Flamengo no ano

Publicado

Melhores Momentos de Flamengo 3 X 1 LDU pela Taça Libertadores 2019

Direita, esquerda e centralizado. A discussão do início de ano do Flamengo foi sobre quem faria qual função no setor ofensivo. Everton Ribeiro tratou de responder diante da LDU que trata-se de uma grande bobagem.

Éverton Ribeiro e Gabigol comemoram um dos gols do Flamengo — Foto: Pedro Martins / Foto FCÉverton Ribeiro e Gabigol comemoram um dos gols do Flamengo — Foto: Pedro Martins / Foto FC

Éverton Ribeiro e Gabigol comemoram um dos gols do Flamengo — Foto: Pedro Martins / Foto FC

O camisa 7 jogou de tudo, fez de tudo, e fez o Flamengo jogar muito na vitória por 3 a 1, quarta-feira, no Maracanã, pela segunda rodada do Grupo D da Libertadores. O gol que abriu o placar acabou sendo um detalhe na noite da peça fundamental na melhor atuação do time de Abel no ano.

View image on TwitterView image on TwitterView image on TwitterView image on Twitter
Imagens mostram a participação de Éverton Ribeiro no campo ofensivo. Faz tudo e faz bem. Arma, finaliza, valoriza a bola, triangula. Nas fotos: aberto pela direita, centralizado e chegando na área para dar opção e pela esquerda. Melhor em campo disparado.
O Flamengo iniciou a partida com uma proposta bem definida: dar a bola para LDU e abrir espaços para saídas em velocidade. Deu certo, e logo aos 8 a equipe abriu o placar justamente com Éverton Ribeiro. Um time reativo mesmo como mandante e que soube ser fatal.

Em vantagem, o Flamengo se posicionou no campo ofensivo, adiantou a marcação e sufocou a LDU. Com muita movimentação do quarteto ofensivo – com Diego chamando a atenção por ser mais objetivo do que de costume -, enumerou chances claras e praticamente não foi incomodado.

Veja Também  Idosa de 91 anos que iria receber herança em SP morre envenenada dento de ônibus em Cuiabá

Gabigol e Éverton Ribeiro — Foto: Pedro Martins / Foto FCGabigol e Éverton Ribeiro — Foto: Pedro Martins / Foto FC

Gabigol e Éverton Ribeiro — Foto: Pedro Martins / Foto FC

A defesa de pênalti de Diego Alves fez jus a um primeiro tempo onde o placar deveria ser mais elástico para o Rubro-Negro. E a tendência permaneceu na volta do intervalo.

Com passes decisivos pela direita ou tentando infiltração, Éverton Ribeiro conduzia as ações ofensivas e ocupava espaços no meio deixados por um Diego já não tão participativo. Não por acaso, o segundo gol saiu assim: passe longo de Ribeiro, pivô de Bruno Henrique e gol de Gabriel.

Éverton Ribeiro foi um dos destaques do Flamengo contra a LDU — Foto: Pedro Martins / Foto FCÉverton Ribeiro foi um dos destaques do Flamengo contra a LDU — Foto: Pedro Martins / Foto FC

Éverton Ribeiro foi um dos destaques do Flamengo contra a LDU — Foto: Pedro Martins / Foto FC

O Flamengo que começava a preocupar pela chances desperdiçadas, enfim, abria vantagem, que virou 3 a 0 com Uribe após bola escorada por Arão.

Éverton Ribeiro foi a peça central de uma engrenagem que fez valer o clichê de que uma grande atuação coletiva valoriza os destaques individuais. Cuéllar foi impecável na marcação, Renê perfeito na defesa e no ataque, Rodrigo Caio e Léo Duarte intransponíveis e o tão criticado Arão fazendo a função de área a área que Abel tanto exalta.

Veja Também  Marido morre afogado ao salvar mulher que escorregou e caiu em rio enquanto tirava foto

São apenas 90 minutos, mas o Flamengo que venceu a LDU fez o suficiente para deixar em modo stand-by as críticas a Abel e renovar as esperanças para temporada. Sem De Arrascaeta, mas com um Éverton Ribeiro que não permitiu que a equipe sentisse falta de ninguém.

Por Cahê Mota/ge

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana