conecte-se conosco


Internacional

Tepco começa a retirar combustível nuclear do reator 3 de Fukushima

Avatar

Publicado

A Companhia de Energia Elétrica de Tóquio (Tepco), que gerencia a Usina Nuclear Fukushima 1, começou a remover o combustível nuclear em uma piscina de armazenamento dentro de um dos reatores danificados do complexo.

FUKUSHIMA JAPAN, Reuters/Archive/direitos reservados

Usina Nuclear de Fukushima – Reuters/Arquivo/Direitos reservados

Esta foi a primeira vez que a Tepco começou a tirar combustível de um dos três reatores que derreteram após o terremoto e tsunami que atingiram o nordeste japonês há oito anos. Durante a tragédia, uma explosão de hidrogênio espalhou destroços pelo andar do reator 3, e, deste então, os níveis de radiação do local atingiram patamares muito elevados.

Nesta segunda-feira (15), trabalhadores começaram a retirar a primeira unidade de combustível nuclear novo da piscina do reator. A Tepco planeja transferir várias das 52 unidades do tipo, que estão armazenadas no depósito, para um contêiner no decorrer do dia. A piscina ainda armazena 514 unidades de combustível usado.

O contêiner será então transferido para outra piscina do complexo nuclear. Trabalhadores conduzirão todos os procedimentos de remoção e transferência remotamente.

As preparações e uma série de problemas que surgiram durante o processo forçaram a Tepco a adiar o início da retirada em mais de quatro anos. A companhia pretende terminar a operação até o fim de março de 2021.

*Com informações da NHK (emissora pública de televisão do Japão)

Edição: Graça Adjuto
Comentários Facebook

Internacional

Rússia adia cúpula do Brics devido ao novo coronavírus

Avatar

Publicado


.

A Rússia informou, nessa quarta-feira (27), que decidiu adiar a cúpula dos países do Brics (bloco formado pelo Brasil, a Rússia, Índia, China e África do Sul). A reunião estava marcada para julho, em São Petersburgo, mas teve de ser adiada em razão da pandemia do novo coronavírus.

A reunião dos chefes do Conselho de Estado da Organização de Cooperação de Xangai (SCO, na sigla em inglês) também foi adiada. Os eventos seriam realizados em São Petersburgo, de 21 a 23 de julho.

“As novas datas para as cúpulas serão determinadas dependendo do desenvolvimento da situação epidemiológica nos países do grupo e em todo o mundo”, afirmou o comitê organizador em comunicado.

Comentários Facebook
Continue lendo

Internacional

Mortes por coronavírus nos EUA superam marca de 100 mil

Avatar

Publicado


.

O novo coronavírus já matou mais de 100 mil pessoas nos Estados Unidos (EUA), mostrou contagem da Reuters nessa quarta-feira (27), em um momento no qual a desaceleração do númro de mortes incentiva as empresas a reabrirem e os norte-americanos a saírem de mais de dois meses de quarentena.

Cerca de 1.400 norte-americanos têm morrido, em média, todos os dias em maio, abaixo do pico de 2 mil em abril, de acordo com a contagem de dados estaduais e municipais sobre as mortes pela covid-19.

Em cerca de três meses, mais norte-americanos morreram da doença do que durante a Guerra da Coreia, a Guerra do Vietnã e o conflito dos EUA no Iraque (2003 a 2011), juntos.

A nova doença respiratória também tem matado mais pessoas do que a epidemia de aids, de 1981 a 1989, e é muito mais mortal do que a gripe sazonal tem sido há décadas. A última vez que a gripe matou tantas pessoas nos Estados Unidos foi na temporada de 1957-1958, quando 116 mil morreram.

O total de casos de coronavírus nos EUA ultrapassou 1,7 milhão. Alguns estados do sul viram novos casos surgirem na semana passada, de acordo com análise de dados da Reuters do Covid Tracking Project, um esforço voluntário para rastrear o surto.

Mundialmente, os casos de coronavírus superaram 5,6 milhões, com mais de 350 mil mortes desde o início do surto na China, no fim do ano passado. A pandemia chegou em seguida à Europa e aos Estados Unidos.

A América do Sul agora está sofrendo o maior impacto do surto, com o Brasil registrando o segundo maior número de casos no mundo.

Dos 20 países mais afetados, os Estados Unidos ocupam o oitavo lugar com base em mortes per capita, de acordo com a contagem da Reuters. Os EUA têm três mortes por 10 mil pessoas. A Bélgica é a primeira, com oito mortes por 10 mil, seguida pela Espanha, o Reino Unido e a Itália

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana