conecte-se conosco


APROSOJA

Produtores lançam Movimento Mato Grosso Forte e fortalecem cobrança por gestão eficaz

Publicado

Fortalecimento Institucional

Produtores lançam Movimento Mato Grosso Forte e fortalecem cobrança por gestão eficaz

Quem paga imposto cobra resultado

15/04/2019

Os produtores de soja e milho de Mato Grosso lançaram, na manhã desta segunda-feira (15.04), o "Movimento Mato Grosso Forte – Quem paga imposto cobra resultado". Segundo os produtores, o movimento é uma luta legítima de quem ajuda o Estado e está sendo sacrificado por uma gestão ineficiente dos recursos públicos, que se arrasta há anos em Mato Grosso.
 
O lançamento ocorreu durante a solenidade de abertura da feira Norte Show, em Sinop, com a presença de autoridades políticas, representantes de entidades do setor agropecuário, produtores rurais e sociedade em geral.
 
O apelo dos produtores se baseia, principalmente, em razão das péssimas condições das rodovias estaduais – utilizadas não apenas para o escoamento da produção -, como no uso diário de milhares de mato-grossense, conforme levantamentos realizados pelo Movimento Pró-logística e pela Aprosoja, e da falta de investimentos na manutenção e construção de rodovias. 
 
Com base no descontentamento que se arrasta há anos, a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) abraçou a causa e está defendendo a cobrança da gestão eficaz e do fim do desvio do recurso do Fethab, que, neste ano, sofreu uma alteração impactando negativamente nas questões de infraestrutura e logística de Mato Grosso, devido a redução do valor a ser investido nessa área. 
 
"De que adianta sermos o maior produtor de grãos do país se na hora de escoar a produção o que temos são estradas precárias? De que adianta pagarmos tantos impostos se na hora de recebermos de volta o que é de direito, não temos o mínimo necessário? Os produtores de soja e milho de Mato Grosso exigem respeito a quem trabalha e produz. Está na hora de virar a página da inércia e exigirmos a aplicação correta do dinheiro que contribuímos com Estado", diz trecho do vídeo que circula nas redes sociais, e conclama os produtores a participarem de um ato marcado para o dia 15 de maio, em Cuiabá. 
 
"O lançamento do Movimento Mato Grosso Forte representa um marco para o Estado que padece pela má gestão dos recursos públicos. Em especial, nós, produtores de soja e milho, cansamos de tentar o diálogo, de fazer propostas como foi feito ao longo dos últimos meses para evitar que houvesse o desvio na destinação dos recursos do Fethab. Além disso, a taxação sobre o milho veio para inviabilizar a produção e nao podemos aceitar isso. Ao longo do mês vamos reunir nossos produtores, mobilizar e debater esses e outros assuntos que afetam a vida do cidadão que trabalha e produz e está cansado da inércia, até culminar no ato no dia 15 de maio", afirma o presidente da Aprosoja, Antonio Galvan.
 
Fonte: APROSOJA
Comentários Facebook

APROSOJA

Circuito Aprosoja 2019 começa pela região Norte

Publicado

Fortalecimento Institucional

Circuito Aprosoja 2019 começa pela região Norte

Para este ano a organização apresenta um novo formato para o evento


17/04/2019

Dia 22 de abril será dada a largada para o 14º Circuito Aprosoja. Esta edição iniciará os trabalhos pela região norte de Mato Grosso, percorrendo os municípios de Cláudia, Lucas do Rio Verde, Vera, Sorriso, Sinop, Tapurah e Nova Mutum, respectivamente. Sob organização da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), o evento é um dos maiores e mais aguardados do setor produtivo.

Para este ano a organização apresenta um novo formato para o evento. Os painéis serão no modelo de mesa redonda que permitirá uma maior integração entre os palestrantes e os produtores rurais, principal foco do projeto.

Participarão dos debates, o apresentador e analista de política e economia do Canal Rural, Miguel Daoud, o diretor-executivo da Aprosoja Brasil, Fabrício Rosa, e o presidente da Aprosoja-MT, Antonio Galvan. A mediação será feita pelo jornalista e apresentador do programa Direto ao Ponto, Glauber Silveira.

Vice-presidente Norte da Associação, Zilto Donadello, disse que os produtores da região estão bastante animados com o evento. Ele reforça a importância do Circuito e convida todos a participarem juntos com a Aprosoja. “Já estamos no 14º Circuito com o lema “O Desafio é Hoje, a Solução é Pra Ontem”, então peço a participação de todos para que juntos possamos construir as soluções. É importante a participação de todos durante toda semana que a Aprosoja estará presente nos núcleos da região norte”, convidou.

Veja Também  Infraestrutura está na prioridade do Governo Federal, avalia Aprosoja

Clique aqui e saiba os horários e locais por onde o 14º Circuito Aprosoja estará nos seis municípios da região.

 

Fonte: Ascom Aprosoja


Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215

Email: [email protected]

Fonte: APROSOJA
Comentários Facebook
Continue lendo

APROSOJA

Infraestrutura está na prioridade do Governo Federal, avalia Aprosoja

Publicado

Política Agrícola e Logística

Infraestrutura está na prioridade do Governo Federal, avalia Aprosoja

Anúncio foi feito no Palácio do Planalto, pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas

16/04/2019

O anúncio feito pelo Governo Federal de que R$ 2 bilhões – dos R$ 4,3 bilhões contingenciados em março -, serão recompostos ao Ministério da Infraestrutura, para concluir obras e realizar a manutenção em trechos rodoviários prioritários, veio em um excelente momento e demonstra o interesse do Governo Federal na aplicação correta dos recursos públicos. 
 
A avaliação é do presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) e vice-presidente da Aprosoja Brasil, Antonio Galvan, que reforça a importância do recurso para o Estado e demonstra que a infraestrutura logística está na prioridade do Governo Federal, o que não se percebe em Mato Grosso. 
 
“O recurso vai permitir que obras essenciais, e tão esperadas, possam avançar, já que o Dnit não vinha sinalizando a possibilidade de retomar a maioria delas. Um exemplo do impacto positivo para Mato Grosso é que poderá ser concluída a pavimentação da BR-163/PA até Miritituba, importante via de escoamento da safra brasileira”, afirmou Galvan.
 
Além disso, de acordo com o diretor-executivo do Movimento Pró-logística, Edeon Vaz, também há a viabilidade da conclusão de quatro pontes de concreto na BR-242, entre Nova Ubiratã e Santiago. “Há a questão do projeto de licenciamento ambiental da própria BR-242, pois não havia fonte de recursos, e a manutenção de rodovias como o trecho entre Sapezal e Comodoro, além de outras rodovias federais em Mato Grosso”, avaliou. 
 
O anúncio foi feito durante cerimônia no Palácio do Planalto, pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e vem como alívio para os produtores de soja e milho que, inclusive, lançaram nesta segunda-feira (15.04), o Movimento Mato Grosso Forte. Segundo os produtores, o movimento é uma luta legítima de quem ajuda o Estado e está sendo sacrificado por gestão ineficiente dos recursos públicos, que se arrasta há anos em Mato Grosso. 
 
A coordenação do Movimento Mato Grosso Forte é da Aprosoja-MT. Outras informações sobre o Movimento Mato Grosso Forte estão no site: www.aprosoja.com.br/produtor/movimento-mt-forte.
Fonte: APROSOJA
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana