conecte-se conosco


Mulher

Gêmeas são flagradas “brigando” dentro do útero em ultrassom

Publicado

Briga entre irmão é considerada uma coisa comum, mas existe “idade certa” para isso? Acredite se quiser, mas as gêmeas chinesas, apelidadas pelos internautas de “Cherry” e “Strawberry” nas redes, começaram a “brigar” uma com a outra ainda dentro da barriga da mãe
 . 


ultrassom de irmãs gêmeas
Reprodução/China Daily
As gêmeas foram flagradas pelo ultrassom e, no vídeo, parecem estar em uma ‘intensa’ luta de boxe

O pai das irmãs gêmeas
 univitelinas, Tao, explicou à imprensa chinesa que foi ele quem filmou o ultrassom em que as filhas parecem estar em uma luta de boxe. O homem afirma que achou “hilário” e “não conseguia acreditar” quando viu que uma das meninas estava levantando o braços para “bater” na irmã e, depois, quando a outra “revidou”. Veja vídeo 

Nas imagens, é possível assistir as irmãs se movimentando de um modo que parece que elas estão lutando. Publicado no portal China Daily
, o vídeo viralizou e recebeu mais de 2,5 milhões de curtidas.  O pai diz que não imaginava que as filhas se tornariam “estrelas antes de nascer”.

Leia também: Mãe compartilha ultrassom incomum e foto viraliza nas redes sociais

Gêmeas também trocam abraços, diz pai

Apesar de terem ficado conhecidas pela “briga” dentro do útero, o chinês afirma que as irmãs também  interagem de forma carinhosa
e já foram flagradas em outro ultrassom
trocando abraços. “Nós ficamos muito emocionados. Elas são tão pequenas, mas já sabem como proteger e serem carinhosa uma com a outra”, comenta.

Veja Também  Sogra usa vestido de noiva no casamento da nora, mas história tem final feliz

Tao também acredita que as “lutas de boxe” não serão parte da rotina da família quando as meninas gêmeas
nascerem. “Acredito que elas vão viver juntas e em harmonia”, finaliza. 

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook

Mulher

Após 16 anos tingindo os cabelos brancos, mulher assume grisalho: “Sou livre”

Publicado

Sara Eisenman tem 43 anos de idade, mas foi aos 21 que seus primeiros fios grisalhos começaram a aparecer. Na época, a neurocientista e escritora do Arizona, nos Estados Unidos, ficou assustada e passou a tingir os cabelos brancos a cada duas semanas — rotina que seguiu por 16 anos, até começar a ver os fios como uma “coroa” sobre a cabeça. 

Leia também: Quero largar a tintura e assumir os cabelos grisalhos; o que fazer?

Sara Eisenman
Reprodução/Instagram/saraissilver
Sara Eisenman começou a ter cabelos brancos aos 21 anos de idade, mas só parou de tingi-los 16 anos depois, aos 37



Ao Metro UK , Sara conta que se sentiu “mortificada” com a ideia das pessoas verem que ela tinha cabelos brancos  sendo tão jovem. “Meu cabelo ficou quase inteiramente branco, literalmente, da noite para o dia. Um dia, eu me vi no espelho e descobri que os fios grisalhos estavam emergindo do couro cabeludo. Fiquei muito surpresa porque era um momento em que eu deveria estar no auge da juventude”, disse. 

Para disfarçar, ela começou a usar produtos que cobrissem a raiz do cabelo. “Fazia isso a cada duas semanas com uma série de produtos — tintura em pó, bastão… Eu não podia me dar ao luxo de ir a um salão, então usava uma tinta barata em casa.” 

Essa rotina mudou aos 37 anos, quando teve sua primeira filha, Naomi. “Cheguei a tingir os fios horas antes de entrar em trabalho de parto para que todos que fossem visitar o bebê vissem uma mãe com um cabelo preto recém-tingido e sem raízes reveladoras.” 

Veja Também  Escola causa polêmica com premiação para “melhor menino” e “melhor menina”

Depois que se tornou mãe, ela percebeu que há “coisas muito mais importantes na vida” e que vão muito além de ter ou não cabelos grisalhos. Foi aí que decidiu parar de tingir e começou um processo de autoceitação para assumir o visual. 

Leia também: Cabelo branco nórdico é nova tendência para ousar além do platinado

Sara se tornou inspiração por causa dos cabelos brancos


Sara conta que assim que contou para outras mulheres a decisão de aceitar os grisalhos , foi criticada e recebeu comentários sobre “ficar parecendo uma bruxa” com o cabelo natural. O visual, porém, foi bem recebido pelo marido, familiares, amigos e também no Instagram, onde ela já acumula 11 mil seguidores. 

“A resposta está sendo extremamente positiva.  Eu literalmente sinto como se eu fosse uma libertação ambulante andando na forma humana e meu cabelo é uma coroa sobre minha cabeça que diz quem eu sou e mostra o processo que foi me tornar quem sou.”

Veja Também  Noiva exige que convidados paguem pela “honra” de estarem no seu casamento

Aceitar os cabelos brancos também fez com que ela inspirasse outras pessoas, em especial as mulheres que passam pela mesma questão . “Eu vejo muitas mulheres responderem à essa energia e é como ar fresco e celebração. A vida é cheia de dias bons por causa disso tudo.”

Ela afirma que hoje se sente mais “sexy e poderosa” do que nunca. “O empoderamento , a confiança, a autenticidade e a liberdade da mulher sábia e mais velha é a pedra angular de uma sociedade saudável. Mais do que nunca, nossa sociedade está em extrema necessidade dessas mulheres encarnadas porque elas detêm a sabedoria do caminho a seguir”, finaliza. 

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

E os namoradinhos? Jovem dá folheto para família dizendo por que está solteira

Publicado

Encontros de família podem ser momentos felizes, mas também muito intensos — ainda mais para quem tem muitos familiares curiosos que gostam de perguntar tudo da sua vida. No caso de Melissa Croce, a intenção era fazer de tudo para evitar que as tias lhe perguntassem sobre os tais “namoradinhos”, então ela decidiu fazer um folheto com as respostas sobre estar solteira. 

Leia também: E aí, o encontro foi bom? Jovem dá aula sobre como lidar com os curiosos 

Melissa Croce
Reprodução/Twitter/melissacroce
Melissa Croce decidiu criar um folheto explicativo para os familiares explicando o motivo de estar solteira

A jovem norte-americana contou no Twitter que teve a ideia de distribir o “folheto informativo” no casamento de uma de suas primas para evitar as perguntas curiosas ligadas à sua vida, desde onde trabalha até o status de solteira  .

“Eu brinquei com os meus colegas de trabalho que iria fazer um foletinho para os meus familiares e me comprometi demais para desistir”, escreveu. O tweet recebeu 2,8 mil curtidas.


Com o título “Então você não vê Melissa Croce há alguns anos: um início”, o informativo tem uma página sobre “Por que Melissa está solteira? Escolha sua própria experiência de aventura”. Nesse “joguinho” a jovem escreveu quatro respostas que ela daria à pergunta e, então, o curioso pode escolher as alternativas até chegar ao fim. Confira abaixo:

Veja Também  Como a ideia do guarda-roupa cápsula é um passo para aderir à moda consciente?

folheto explicando solteirice
Reprodução/Twitter/melissacroce

No folheto, Melissa faz um ‘jogo’ com diversas opções de respostas, réplicas e tréplicas sobre estar solteira

As respostas são: “Sou uma garota trabalhadora/obcecada pela carreira”, “Eu não costumo conhecer pessoas de forma orgânica e apps de relacionamento são ruins”, “Namorar não é uma prioridade para mim nesse momento” e “Homens são um lixo e nós deveriamos dizer isso”. 

A jovem ainda dá duas alternativas de réplica para cada uma das opções, uma concordando com o que ela disse e outra discordando A partir disso, a tréplica dela é positiva ou com um humor sarcático, como “Preciso de mais vinho”. No fim do “jogo”, ela ainda escreveu “Obrigada por participar dessa jornada! Vamos nunca mais fazer isso de novo.” 

Leia também: Vivendo a “solteirice”: 10 formas de aproveitar a vida sem compromisso

Folheto informativo ainda possui respostas sobre vida profissional

folheto explicativo sobre trabalho
Reprodução/Twitter/melissacroce
Além das respostas sobre a vida de solteira, Melissa também informa sobre questões de trabalho e moradia

Mostrando que realmente levou essa ideia a sério, Melissa fez uma outra página informativa com “perguntas frequentes” sobre sua vida. Dessa vez, sobre assuntos relacionados ao trabalho e à vida em Nova York (já que ela é de Seattle, também nos EUA). 

Veja Também  Noiva exige que convidados paguem pela “honra” de estarem no seu casamento

Então, ela lista algumas dúvidas sobre sua profissão, os locais onde trabalha e mora, se divide apartamento ou visita a Times Square. Assim como as respostas sobre estar  solteira  — e mostrar que não há problema nisso —, ela usa o sarcasmo, como quando um parente sugere visitá-la. “Será que deveria mesmo?”, brinca. 

A ideia agradou internautas que também escutam esse tipo de pergunta. “Meu Deus, eu preciso levar um desse para o casamento do meu irmão”, escreveu uma usuária do Twitter. “Eu pagaria para você fazer um desse pra mim. É genial”, disse outra. E você, leitora, o que achou da ideia? 

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana