conecte-se conosco


Economia

Avianca cancela mais de 300 voos até sábado; confira lista e saiba o que fazer

Publicado


Avião da Avianca
Reprodução
Entre esta segunda-feira (15) e o próximo sábado (20), 304 voos foram cancelados pela Avianca

A Avianca Brasil atualizou, nesta segunda-feira (15), sua lista de voos cancelados. No último sábado (13), a companhia aérea já havia antecipado que, até o meio desta semana, pelo menos 150 voos seriam suspensos
.

Hoje, a empresa divulgou nova lista, que contem o total de voos cancelados até o próximo sábado (20): 304 ao todo. Como justificativa para os cortes, a Avianca
, que está em processo de recuperação judicial desde o ano passado, alega redução de sua frota.

“A Avianca Brasil informa que, devido a uma possível redução da sua frota e visando minimizar o impacto na sua operação e aos seus passageiros, decidiu efetuar cancelamentos pontuais de voos conforme lista , que será atualizada diariamente de acordo com eventuais ajuste”, diz a nota no site da companhia aérea
.

Os voos suspensos tem origem em destino em diversas regiões de todo o Brasil. Nesses links, é  possível consultar a lista completa
ou acessar um voo em específico
. A empresa avisa que, caso o voo procurado não esteja na lista, ele está, automaticamente, confirmado, e não é precisso que os clientes tomem nenhuma providência.

Meu voo está na lista, e agora?

Veja Também  Receita paga hoje o primeiro lote das restituições do Imposto de Renda

Se seu voo foi cancelado e sua passagem foi comprada através do site da companhia, por aplicativo, call center ou lojas da Avianca Brasil, é possível solicitar o reembolso em um formulário neste link
.  Já se o voo aparece na lista, mas a passagem foi adquirida por meio de uma agência ou site de viagem, será necessário entrar em contato diretamente com essas empresas. 

Voos internacionais da Avianca foram descontinuados


Avião da Avianca
Avianca Internacional/Divulgação
Além dos voos nacionais, roteiros internacionais foram descontinuados pela Avianca


Além dos voos nacionais cancelados, a empresa também descontinuou, em primeiro de abril,  voos 
internacionais, que partiam de Guarulhos, em São Paulo, com destino a Santiago do Chile, Miami e Nova York. De acordo com a companhia, esse tipo de voo foi retirado de circulação para “garantir a sustentabilidade do negócio e manter a excelência do atendimento, que está em nosso DNA.”

Que tinha passagem para um desses destinos será procurado pela Avianca e poderá escolher entre reembolso
integral ou reacomodação em um voo de companhia aérea parceira. Para os passageiros que optarem pelo reembolso, o estorno do valor cobrado será realizado em até sete dias de duas formas:

  1. para bilhetes pagos com cartão de crédito, o estorno deve vir na próxima fatura;
  2. para bilhetes pagos com boleto bancário, o dinheiro será depositado na conta corrente indicada.
Veja Também  Mulheres aumentam escolaridade em relação aos homens, mostra pesquisa

Caso a Avianca ainda não tenha entrado em contato para resolver cada caso de voo descontinuado, basta aguardar. Segunda a empresa, os clientes estão sendo contatados em ordem cronolófica, ou seja, “aqueles que tiverem voos marcados para datas mais próximas serão contatados antes. Temos um time dedicado trabalhando incansavelmente para garantir sua viagem e minimizar ao máximo o impacto em sua programação.”

Para solicitar o estorno antes mesmo de ser contatado, basta acessar o formulário
e selecionar “Cancelamento de voo gerado pela Avianca
”.

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook

Economia

Plano Safra manterá R$ 10 bi de subsídios para crédito rural

Publicado

Com lançamento previsto para amanhã (18), o Plano Safra 2019/2020 manterá a subvenção de R$ 10 bilhões para o crédito rural, disse hoje (17) a ministra da Agricultura, Tereza Cristina. Ela antecipou o valor em evento da Associação Comercial de São Paulo, na capital paulista.

A subvenção representa o subsídio que o Tesouro Nacional injeta no plano para que os bancos possam cobrar juros mais baixos dos produtores. Por meio da assessoria de imprensa, o Ministério da Agricultura informou que o valor total do Plano Safra superará os R$ 200 bilhões, mas que o número final só será anunciado nesta terça-feira.

Durante o evento em São Paulo, a ministra disse que a subvenção permitirá à pasta atender principalmente aos pequenos e aos médios produtores, que contraem mais financiamentos com juros subsidiados. Tereza Cristina também anunciou que o Plano Safra lançará os Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA) emitidos em dólares, ferramenta destinada aos produtores de maior porte.

A subvenção do Plano Safra estava condicionada ao crédito suplementar de R$ 248,9 bilhões aprovado pelo Congresso Nacional na semana passada. O crédito era necessário para que o Tesouro emitisse títulos públicos para financiar subsídios não apenas para o Plano Safra, mas também para a agricultura familiar, a formação de estoques e o fomento às exportações.

Veja Também  Brasil volta a exportar carne bovina para a China após caso de vaca louca
Edição: Maria Claudia
Fonte: EBC
Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Programa RenovaBio deve injetar R$ 9 bilhões em bioenergia

Publicado

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque disse hoje (17) que o Renovabio talvez seja o maior programa de financiamento da área de sucroenergia no país.

“O RenovaBio, que entrará em pleno vigor em janeiro de 2020, apenas no setor de etanol estima-se investimentos da ordem de R$ 9 bilhões por ano, com a renovação de canaviais e mais R$ 4 bilhões com o aumento da produção de cana de açúcar”, adiantou o ministro durante abertura do Ethanol Summit, um dos principais eventos do mundo voltados para energias renováveis, no Centro Fecomércio de Eventos, realizado em São Paulo.

Durante o evento foi assinada a portaria que regulamenta o enquadramento de projetos prioritários no setor de petróleo, gás natural e biocombustíveis para emissão de debêntures incentivadas no setor de biocombustíveis. A portaria contribui para destravar investimentos em  biocombustíveis, permitindo que empresas captem recursos com isenção de impostos para ampliar investimentos. A medida reforça as metas do Renovabio, permitindo a expansão do número de usinas e o crescimento na oferta de etanol.

Veja Também  Indicador antecedente da economia brasileira cai 0,9%, diz FGV

Estiveram presentes também na cerimônia de abertura o ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni; a Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Tereza Cristina, entre outros representantes do setor de bioenergia.

Durante seu discurso na abertura, lembrou da importância do setor sucroenergético. “Este é um setor que desde o início acreditou no país, e o que se conseguiu nos últimos anos, os números que tem, a tecnologia que desenvolveu, é a certeza de que juntos vamos fazer uma grande nação”.

Saída de Levy

Ao final do evento, Lorenzoni comentou a saída do presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) Joaquim Levy. “Houve uma incompatibilidade de gênios, não houve sintonia entre o que desejava o presidente e como trabalhava o doutor Levy. A gente respeita a decisão e vida que segue”.

Segundo o ministro, tem alguns pontos que o presidente deseja ver esclarecidos. “Provavelmente o próximo presidente [do BNDES] vai abrir a caixa preta”.

 

Edição: Valéria Aguiar
Fonte: EBC
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana