conecte-se conosco


Saúde

Ortopedistas dão dicas de como evitar lesões durante uso de patinetes elétricos

Avatar

Publicado


patinete elétrico
Reprodução Grin

Patinetes elétricos podem causar graves acidentes, alertam ortopedistas

Os patinetes elétricos já ganharam os brasileiros. É comum ver estes aparelhos sendo usados para uma locomoção mais rápida em diversas cidades. Apesar de não parecer perigoso, o uso deste tipo de meio de transporte sem equipamentos de segurança pode provocar lesões sérias aos usuários. Uma pesquisa realizada pela Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, estudou a gravidade dos machucados mais comuns em pacientes atendidos nas emergências de dois hospitais da cidade após sofrerem acidentes com o patinete elétrico
.

Leia também: Mais da metade dos brasileiros está acima do peso

“Andar com este tipo de veículo é tão arriscado quanto andar de bicicleta. Por isso, é preciso usar equipamentos de segurança. A imprudência é outro fator que precisa ser observado. Muitas vezes vemos pessoas andando com o patinete entre os carros e em cima da calçada, o que aumenta as chances de um acidente”, diz o ortopedista Maurício Marteleto, membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedistas
e Traumatologistas (SBOT).

No estudo foram analisados 249 prontuários, nos quais foram observados que as fraturas mais frequentes eram traumas na cabeça (40,2%), fraturas (31,7%) e contusões, entorses e lacerações (feridas abertas) sem fratura ou machucado
no crânio (27,7%). A maioria dos pacientes (94%) recebeu alta da emergência no mesmo dia. Dos 15 restantes, dois apresentaram lesões graves e foram internados na unidade de terapia intensiva (UTI).

“Por causa do tipo de equipamento, é muito comum as lesões nos membros superiores, porque as pessoas caem e usam a mão para se proteger. Os usuários devem tomar cuidado para não passar em buracos, pois o risco de queda é grande”, alerta o ortopedista
Marcello Serrão.

Pessoas que não possuem muito reflexo para reagir a uma possível queda correm o risco
ainda maior de bater com a cabeça no chão.

“Os traumas nos membros superiores são possíveis de serem tratados e curados. Mas os traumatismos
cranianos são um tipo de lesão bem grave e podem até causar uma morte”, finaliza o ortopedista Rafael da Rocha Macedo.

Leia também: Ortopedia do Hospital do Servidor entra em crise e idosos esperam nos corredores

Saiba como se proteger:

Capacete

Protege a região da cabeça e é essencial para evitar traumatismos cranianos

Cotoveleira

Dá proteção aos cotovelos e diminui as chances de fratura nos braços

Munhequeira

Reforça os pulsos e diminui os riscos de fraturas na região, bem comuns em usuários de patinetes elétricos

Joelheira

Reduz as chances de machucados nos membros inferiores

Não descer ladeira

A aceleração na descida de uma ladeira aumenta a chance de desequilíbrios e quedas

Desviar de buracos

Por conta do tamanho das rodinhas, as chances de cair ao passar em buracos é muito grande: tente evitá-los

Comentários Facebook

Saúde

Covid-19: Rio ganha hoje quarto hospital de campanha

Avatar

Publicado


.

Depois de muito atraso, o Hospital de Campanha de São Gonçalo começa a receber hoje (28) pacientes com covid-19. Ele tem capacidade prevista para 200 leitos, sendo 80 de terapia intensiva (UTI), mas foi inaugurado com apenas dez leitos, segundo a Secretaria Estadual de Saúde.

Localizado no Clube Mauá, é o quarto hospital de campanha estadual. Antes dele, foram abertas as unidades da Lagoa-Barra, Parque dos Atletas e Maracanã.

Esta será a quarta unidade aberta pela Secretaria de Estado de Saúde para auxiliar no combate à pandemia. Além desta, outras três foram entregues: Maracanã, Lagoa-Barra e Parque dos Atletas.

A Organização Social Iabas foi a responsável por montar a estrutura e vai gerir o hospital. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o hospital de Nova Iguaçu deve ser inaugurado amanhã (29).

As próximas inaugurações devem ocorrer em junho: Duque de Caxias (1º), Nova Friburgo (7), Campos dos Goytacazes (12) e Casimiro de Abreu (18).

Os contratos de instalação de hospitais de campanha estão sendo investigados pela Polícia Federal, por suspeitas de fraudes.

O ex-subsecretário de Saúde, Gabriell Neves, foi preso há alguns dias. Nesta semana, policiais federais cumpriram mandados de busca na casa do governador fluminense, Wilson Witzel, que nega qualquer participação em esquema fraudulento.

Edição: Kleber Sampaio

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Continue lendo

Saúde

Cruz Vermelha e escoteiros pedem voluntários para combate à covid-19

Avatar

Publicado


.

A Cruz Vermelha Brasileira e os Escoteiros do Brasil estão precisando de voluntários para ações de combate à pandemia do novo coronavírus. Os interessados participarão de atividades de saúde e promoção de higiene, apoio psicossocial, campanhas de comunicação, triagem e destinação de doações.

Os voluntários são necessários nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraná, Amapá, Sergipe e Minas Gerais. “Estamos vivendo um momento bem atípico na história recente da humanidade. Um momento único em que ficou escancarada a nossa necessidade de cooperação, espírito de unidade e compaixão. E o Movimento Escoteiro traz tudo isso em sua essência”, diz o presidente dos Escoteiros do Brasil, Rafael Macedo.

Para ser voluntário é preciso ter mais de 18 anos, estar fora do grupo de risco (acima de 60 anos, ter diabetes, hipertensão ou doenças respiratórias crônicas) e ter a carteira de vacinação atualizada.

A inscrição deve ser feita em formulário na internet.

Edição: Graça Adjuto

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana