conecte-se conosco


Várzea Grande

Encontro da UNDIME discute metas para a Educação e critica fim das vinculações

Publicado

Com a defesa da permanência das vinculações de percentuais das Receitas Correntes Líquidas – RCL para a Educação em 25%, os secretários e profissionais da Educação de Mato Grosso sob o comando do secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Várzea Grande Silvio Fidélis, que também preside a seccional da União Nacional dos Dirigentes de Educação de Mato Grosso (Undime) – abriu nesta quinta-feira (11), o 14º Fórum Estadual Ordinário.

Nesta edição o fórum estará abordando “A gestão municipal e os desafios frente às inovações nas estruturas organizacionais e nas políticas públicas da educação”.

A questão em defesa da permanência das vinculações que hoje atendem as áreas da Educação e Saúde, foi levantada pelo presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios – AMM, Neurilan Fraga e agradou aos presentes, pois uma das mais enfáticas defesas do ministro da Economia, Paulo Guedes do Governo Bolsonaro é pelo fim das vinculações.

O objetivo do encontro é fortalecer a atuação de profissionais da educação frente à gestão dos sistemas de ensino e das políticas educacionais. O evento que conta com a participação de dirigentes, coordenadores pedagógicos e técnicos das secretarias municipais, será realizado em duas etapas. Neste primeiro dia haverá palestras e oficinas. Já nesta sexta-feira (12), além das palestras e oficinas, será realizada ainda a eleição para a nova diretoria da Undime-MT.

O secretário de Educação, Silvio Fidelis destacou a importância do Fórum e a mobilização de todos os dirigentes municipais na construção e na defesa de uma educação pública com qualidade social. “O nosso trabalho e a nossa luta são fatores determinantes na busca de melhoria e no enfrentamento das dificuldades que temos no dia a dia. Por isso esse é um momento de estarmos unidos, para que possamos traçar um caminho de resultados. Sabemos que temos mudanças e transformações enquanto no governo municipal, estadual e federal, mas os municípios é que tem a carga maior. Queremos melhorias para o setor, dentre eles, uma assessoria pedagógica forte e um movimento de transporte escolar que possa ter a sua organização, por isso temos que estar unidos para essa discussão, e este Fórum também é um ponto de partida”.

Veja Também  Ação de limpeza urbana já atendeu 100 bairros neste primeiro semestre

Silvio Fidelis lembra que estamos em um país democrático, na busca de alternativas, e da importância de estarmos consciente das nossas obrigações e, principalmente, das nossas decisões.  Ele agradeceu a participação de todos representantes da Undime, e da parceria da Prefeitura de Várzea Grande, que juntamente Undine-MT organizaram o evento.  “A Undime de Mato Grosso precisa estar sempre no caminho da discussão, no caminho de alternativas, por que queremos acima de tudo fazer uma Educação diferenciada”.  

O promotor de Justiça do Ministério Público, Dr. Miguel Shessarenko Júnior, disse que o fórum é um momento importante para que possamos discutir, na conjuntura que estamos, as dificuldades enfrentadas em relação a instabilidade das políticas educacionais, em todas as esferas, principalmente as incertezas em relação aos financiamentos e a continuidade de diversas políticas. “Temos uma série de desafios a serem ultrapassados neste momento, mas temos também a disposição para defender e buscar a melhor qualidade no ensino público. As pessoas que estão aqui para fazer essas discussões nestes dois dias é importante que olhem com todo o carinho para que as questões das dificuldades, mas pra além disso as possibilidades de avançarmos com a política pública educacional, a valorização dos profissionais e trabalhadores da educação e, principalmente, para avançarmos na questão que aflige a maioria dos municípios que é a falta de autonomia dos gestores educacionais em definir a questão financeira.   

A secretária de Estado de Educação, Marioneide Angêlica Klemaschewsk, assegurou que o Governo Estadual tem feito um esforço significativo para atender a toda a demanda da educação, principalmente no que se refere a questão do percentual que é pago ao transporte escolar. “Essa é uma pauta que esta em discussão no dia de hoje, onde uma comissão técnica já esta fazendo um estudo, e tão logo seja concluída, todos serão informados. O nosso sonho é que toda a criança tenha a garantia do acesso bem dado, da permanência do aluno com alimentação decente, com laboratórios de informáticas e o sucesso com professores capacitados para desenvolver uma boa aula, com programa de boa avaliação. A Educação não existe para outras finalidades, o foco precisa ser sem sombra de dúvidas, a agenda da aprendizagem, e é essa a bandeira que eu, enquanto secretária de educação vou levantar”, assegurou.

Veja Também  Reconhecendo o apoio público

Já o presidente da Undime Nacional, Aléssio Costa Lima, destacou que a Undime de Mato Grosso é uma Undime de vanguarda, e esta sempre a frente das discussões. “Esse evento fortalece ainda mais a discussões em torno das políticas públicas educacionais, principalmente, de vários municípios de Mato Grosso, localizadas bem distantes da capital e que onde a questão geográfica é apenas um detalhe. Os problemas passam por vários fatores, mas o desejo de uma educação de qualidade é de todos os envolvidos possam neste fórum avançar nas discussões e, ao mesmo tempo, criar idéias que possam contribuir na melhoria da educação”.

De forma unânime, todos os representantes da Undime manifestaram o desejo de que o secretário de Educação de Várzea Grande Silvio Fidélis, continue a presidir a seccional de Mato Grosso. A eleição para a nova diretoria, acontece nesta sexta-feira (12), no encerramento do fórum.

Por: Katia Passos – Secom/VG

Fonte: Prefeitura de Várzea Grande
Comentários Facebook

Várzea Grande

Prefeitura realiza capacitação para profissionais da saúde sobre programa de alimentação e nutrição

Publicado

A Prefeitura Municipal de Várzea Grande capacitou e treinou servidores da Superintendência da Atenção Básica sobre os programas inseridos no Sistema da Área Técnica de Alimentação em Nutrição. Mais de 13 servidores entre gerentes e responsáveis técnicos estiveram presentes no evento, que foi idealizado pelo Escritório Regional de Saúde da Baixada Cuiabana em parceria com o município de Várzea Grande. O evento ocorreu no auditório do Hospital e Pronto Socorro de Várzea Grande.

As atividades buscam reestruturar e integrar as informações a fim de qualificar a assistência da Atenção Básica em relação aos programas inseridos no Sistema Único de Saúde (SUS) executado pelo município em parceria com o Estado e o Governo Federal. 

Um dos principais programas abordados no evento foi o Programa Bolsa Família, que contribui para o combate à pobreza e a desigualdade da população. Ele foi criado em 2003 e possui três eixos principais: Complemento de renda, acesso à direitos e articulação em outras ações. Esse é um dos programas mais procurados e que possui maior número de cadastrados, o que aumenta também a dificuldade na execução em caráter de funcionalidade. 

Veja Também  Prefeitura realiza capacitação para profissionais da saúde sobre programa de alimentação e nutrição

Os programas Política Nacional de Alimentação e Nutrição (PNAN), Sistema de Informação sobre Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN), Programa Nacional de Suplementação de Vitamina A, Programa Nacional de Suplementação de Ferro (PNSF) e Crescer Saudável consistem em ações que são articuladas na Rede de Atenção à Saúde do SUS a fim de garantir a promoção de práticas alimentares adequadas e saudáveis, informações contínuas sobre as condições nutricionais da população e os fatores que as influenciam.   

O Programa Mulher Trabalhadora que Amamenta e o Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil consiste em fortalecer as ações de promoção, proteção e apoio ao alimento materno e a alimentação complementar saudável. Esses programas foram discutidos e abordados passo a passo, desde, como ser inseridos, condições para aderir e processo de execução e finalização de trabalhos. O Programa Saúde nas Escolas (PSE) também integra o foco das ações, é um trabalho que vem se destacando e ganhando parcerias via gestão municipal. 

A Superintendente da Atenção Básica, Celina Bernardes explica que a Segurança Alimentar e Nutricional, enquanto estratégia ou conjunto de ações deve ser intersetorial e participativa, por isso a importância da capacitação para que os servidores estejam aptos a realizar todas as exigências contidas nos projetos a fim de manter a execução do beneficio para a população de Várzea Grande.

Veja Também  “Amigas Empreendedoras” participam de concurso de gastronomia

“Estamos realizando essa capacitação como primeira fase, durante a manhã os servidores tiveram acesso ao cadastro dos programas de forma teórica, no período vespertino avançamos para a prática. No prazo de 60 dias essa capacitação volta a ser realizada trazendo uma proposta diferenciada para os servidores na questão da importância de desenvolver esses programas para a população a fim promover uma saúde de qualidade e preventiva”, explica a gestora.     

A capacitação faz parte das ações do Programa de Financiamento das Ações de Alimentação e Nutrição (FAN) estabelece incentivo de custeio para estruturação e ação de alimentação e nutrição pelas secretarias Estaduais e Municipais de Saúde com base na Política Nacional de Alimentação e Nutrição. 

Por: Letícia Kathucia – Secom/VG

Fonte: Prefeitura de Várzea Grande
Comentários Facebook
Continue lendo

Várzea Grande

Ação de limpeza urbana já atendeu 100 bairros neste primeiro semestre

Publicado

A secretaria de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana de Várzea Grande, apresenta relatório de atividades e serviços realizados neste primeiro semestre de 2019, de limpeza urbana e iluminação pública.

Segundo o relatório a limpeza pública, considerado um dos setores que mais utiliza mão de obra, conseguiu manter a meta programada no planejamento estratégico da pasta para os primeiros seis meses do ano em atender 100 bairros com a execução dos serviços.

Nem mesmo finalizou o semestre já atingimos a meta fechada de atender 100 comunidades com os serviços de limpeza urbana, que compreende capinagem, roçagem, retirada de entulhos, varrição e poda de árvores, limpeza de meios fios,  sem atrapalhar o cronograma de rotina de trabalho definido para cada região da cidade.

“Conseguimos manter a meta, agora vamos focar na segunda etapa que prevê a realização dos serviços em mais 100 bairros do município”, informou o secretário de Serviços Públicos, Breno Gomes, lembrando que além dos bairros a região central e as avenidas estão inseridas em todas as etapas de trabalho, consideradas prioritárias para a pasta.

Para o gestor uma das maiores questões que aflige o setor de limpeza pública é com relação aos bolsões de lixo, que geralmente causam transtornos as comunidades, e que exige do poder público um trabalho redobrado.

Veja Também  Prefeitura realiza capacitação para profissionais da saúde sobre programa de alimentação e nutrição

“Em seis meses foram recolhidos em vários bairros de Várzea Grande, dentre eles a região do Cristo Rei, Chapéu do Sol e São Mateus, mais de 135 mil toneladas de entulhos, sendo que a secretaria teve de realizar o trabalho mais de uma vez em cada bairro. Não se faz limpeza pública sem a efetiva participação de todos os moradores, no cumprimento de suas obrigações. É comum pessoas fazerem reformas em suas casas e amontoarem restos de material de construções em locais não apropriados, sendo inviável a coleta desses resíduos pelo caminhão de lixo. O proprietário que fizer obra deve contratar serviço particular de retirada de restos de construção, porém muitos não fazem, ai vai se formando bolsões de lixo, sendo a prática criminosa de despejo de entulhos em áreas verdes, ou até mesmo em terrenos baldios. A solução para este problema exige um esforço conjunto entre a população na conscientização e a Prefeitura Municipal na sua responsabilidade em manter a cidade limpa, promovendo assim bem estar a todos e mais qualidade de vida”, comentou Breno Gomes.

No setor de iluminação pública, as equipes da Secretaria de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana atenderam neste período 66 bairros e em várias regiões da cidade, onde foram implantados mais 30 postes de energia, colocação de 100 braços de postes, 3 mil trocas de lâmpadas, além da implantação 1000 metros de cabos de energia.

Veja Também  Ação de limpeza urbana já atendeu 100 bairros neste primeiro semestre

O setor de Mobilidade Urbana também avançou neste semestre, com a colocação de placas e sinalização viária. Segundo o relatório 18 cruzamentos dentro da região urbana da cidade receberam novas sinalizações, além da manutenção de 21 cruzamentos localizados em vias públicas de bairros como Ipase e região central; 42 placas de sinalizações foram restauradas e 36 placas novas implantadas. Quanto à sinalização horizontal em vias públicas foram executados mais 800 metros em várias comunidades.  

“Estamos mantendo o nosso compromisso em dar a cidade de Várzea Grande um novo visual e acima de tudo, segurança com os serviços de iluminação pública e sinalização do trânsito. Já avançamos com a prestação de serviços neste primeiro semestre do ano e muito ainda temos para executar dentro do Plano de Trabalho Anual. O planejamento das atividades a serem executadas neste segundo semestre já foi definido e já estamos em campo no cumprimento de nossas metas estabelecidas e entregar a população serviços de qualidade.”, assegurou o secretário Breno Gomes.

Por: Kátia Passos – Secom/VG

Fonte: Prefeitura de Várzea Grande
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana