conecte-se conosco


Economia

Cinemark exibe filme pró-ditadura, pede desculpas e gera polêmica na internet

Avatar

Publicado


undefined
Reprodução/Twitter

Cinemark exibe filme pró-ditadura militar e recebe críticas de internautas


A exibição de um filme pró-ditadura no Cinemark causou polêmica na internet. No último domingo (31), quando completaram-se 55 anos da data do golpe militar brasileiro, a rede de cinemas exibiu o longa “1964, o Brasil entre armas e livros”.

Leia também: Em meio a polêmica, Planalto divulga vídeo exaltando a ditadura militar

A exibição do filme no Cinemark
fazia parte de uma “agenda comemorativa de 1964” amplamente divulgada por políticos do PSL (Partido Social Liberal) que se dizem defensores do periodo ditatorial no País.

O documentário, que conta com entrevistas de Olavo de Carvalho, William Waack e o deputado federal Luiz Philippe de Orléans e Bragança, foi realizado pela empresa Brasil Parelo
, que produz vídeos sobre a história do Brasil com viés de direita
. Em seu site oficial, a produtora diz que o longa promete “resgatar a verdade sobre o período mais deturpado da nossa história”.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) chegou a divulgar o trailer em suas redes sociais, dizendo que o filme traria “falando verdades nunca antes contadas – muito menos pelo seu professor de história”. 


Leia também: Bolsonaro participa de evento para “rememorar” o golpe militar de 1964

Na internet, a exibição do filme a favor da ditadura militar
na rede de cinemas 
enfureceu parte dos internautas, que subiam a hashtag #DitaduraNãoSeComemora.











Cinemark diz que cometeu erro e apoiadores da ditadura se revoltam


undefined
Reprodução/Flickr

Após polêmica, Cinemark disse que cometeu um erro e que a divulgação de mídia partidária não é autorizada dentro da empresa









Com a repercussão do caso, o Cinemark emitiu uma nota em que diz que não se envolve com “questões político-partidárias”. A rede de cinemas disse que houve um erro e que não sabia qual era o tema do evento que aconteceria no domingo (31) quando disponibilizou algumas salas para aluguel. “Reforçamos que não apoiamos organizizações políticas ou partidos e não tivemos qualquer envolvimento com a produção deste evento”, ressalta.




Em resposta ao cancelamento da exibição do filme sobre o golpe de 1964
, internautas favoráveis à exibição do longa criticaram a decisão. Eles alegam que a empresa já exibiu filmes com conteúdo político, como ” Lula
, filho do Brasil” e questionam se “Marighella” entrará em cartaz. 

Revoltados, os apoiadores do filme utilizam, no twitter, as hashtags #BoicoteCinemark, que pede para que as pessoas não vão mais à rede de cinemas, e #Cinemarx, em referência à Karl Marx.

O deputado Eduardo Bolsonaro se posicionou novamente: “Liberdade é botar o filme em cartaz e permitir que o cidadão decida o que ver”, disse.



































Comentários Facebook

Economia

GM propõe redução de salários em fábrica de São José dos Campos

Avatar

Publicado


source

Agência Brasil

placa GM arrow-options
reprodução

Montadora pretende utlizar Medida Provisória 936

Após quatro rodadas de negociações com o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos (SP), a General Motors propôs, no último sábado (4), a suspensão dos contratos de trabalho com redução de salários, por meio da Medida Provisória 936, no complexo industrial da montadora na cidade.

‘Estamos apenas no início da crise nos mercados financeiros’, afirma investidor

A proposta final será submetida à votação eletrônica dos metalúrgicos, em data a ser divulgada nos próximos dias. Se aprovada, a medida irá atingir 90% dos trabalhadores do complexo industrial de São José dos Campos.

Apenas 100 ficarão na fábrica e não serão impactados pela medida; outros 42 trabalharão em regime de home office. A planta possui cerca de 3.800 funcionários.

A liberação dos trabalhadores neste momento é necessária para a prevenção ao novo coronavírus (Sars-Cov-2). Por enquanto, todos estão em férias coletivas, que terminam no dia 12.

MP 936: Saiba como ficam plano de saúde e outros benefícios

O Sindicato defendeu, na mesa, a estabilidade no emprego por um ano e licença remunerada ou  layoff  sem redução salarial. A empresa não aceitou.

“A MP 936 está muito aquém do que os trabalhadores precisam, e mais atrapalha do que ajuda. A GM não tem porque cortar salários, mas foi irredutível na mesa de negociação”, afirma o vice-presidente do sindicato, Renato Almeida.

“Como o sindicato é uma entidade que segue a democracia operária, vai submeter a proposta à decisão dos trabalhadores. Eles decidirão se aceitam ou não a proposta”, concluiu o dirigente.

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

McAfee dará mais de R$ 2 mil para a melhor foto pós apocalíptica

Avatar

Publicado


source


“Aqueles capazes de deixar suas casas durante a quarentena (para comprar comida ou obter assistência médica, etc.) … Tire fotos de aspectos interessantes de suas cidades, rodovias, etc. $ 500 em criptomoeda DAI paga para melhor foto (escolhida por @theemrsmcafee semana que vem) Basta soltar fotos aqui :)”

John McAfee, que já foi eleito uma figura bastante influente do mercado de criptomoedas, está fazendo um concurso para a melhor foto original tirada no meio do  isolamento para Covid-19 e ofereceu uma recompensa de US$ 500 (cerca de R$2.675,33) que será paga usando a stablecoin baseada em Ethereum, DAI.

O “concurso” foi anunciado na sexta-feira (3) no Twitter do próprio McAfee e terá duração de uma semana. O ganhador será pago na próxima semana,  de acordo com o tuíte.

O criador do antivírus mais famoso do mundo não é um estranho em relação às controvérsias, já tendo anunciado em diversas ocasiões que a melhor criptomoeda é a dogecoin e chegou a afirmar que o Bitcoin é uma shitcoin:

Veja:  Dólar sobre pela sexta vez seguida e tem uma alta recorde

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana