conecte-se conosco


Carros

Quanto vai custar o novo Toyota Corolla no Brasil?

Publicado

Ei, você, que está pensando em comprar a nova geração do Toyota Corolla: o modelo será lançado neste ano no Brasil, com preços entre… Achou que já íamos contar? Para saber a nossa estimativa de valores e também o mês em que o novo sedã médio deve começar a ser vendido no país, convidamos a assistir ao vídeo da semana.

LEIA MAIS: Toyota Yaris Sedan: ele é melhor que Honda City e VW Virtus?

Totalmente renovado, o novo Toyota Corolla
chegará com tecnologias que reforçarão suas credenciais de veículo confortável, econômico e de desempenho exemplar. A opção de motorização híbrida talvez seja a grande novidade da linha. Ele será equipado com o mesmo conjunto do Prius, porém, flex: propulsor 1.8 a combustão de cerca de 105 cv com etanol e outro elétrico de 72 cv.

Nos EUA, as médias de consumo declaradas para essa nova mecânica do Corolla impressionam: 22,3 km/l na cidade e 21,9 km/l na estrada, de acordo com o instituto Fuel Economy, similar ao nosso Conpet, do Inmetro. Vale lembrar que os híbridos são mais econômicos na cidade, pelo maior tempo de atuação do motor elétrico no ciclo urbano.

LEIA MAIS: Toyota Etios X 1.3 AT: por que mesmo com muitos pontos negativos é ótima compra?

Veja Também  Argo e Cronos levam três estrelas em teste de colisão. Assista ao vídeo

As versões de entrada do novo Corolla vão utilizar um inédito motor 2.0 flex. Com injeção direta de combustível, entregará 170 cv e estará pareado com uma nova transmissão CVT de sete marchas virtuais. Para este conjunto, as médias de consumo anunciadas nos EUA foram de 13 km/l na cidade e 16,8 km/l na estrada, com gasolina. Como comparação, o atual 2.0 de 153 cv faz, com gasolina, 10,6 km/l em trecho urbano e 12,6 km/l no rodoviário.

Novo Toyota Corolla, novas tecnologias


Toyota Corolla da nova geração adianta tecnologias para ver se abre mais ainda do Civic nas vendas
Divulgação
Toyota Corolla da nova geração adianta tecnologias para ver se abre mais ainda do Civic nas vendas

Outro grande destaque da nova geração do Corolla é a plataforma modular TNGA, a mesma do Toyota Prius
, que permitiu não só a adoção do motor híbrido, mas também de novos itens de tecnologia. O modelo finalmente trará recursos como head-up display (que projeta informações do quadro de instrumentos no parabrisa), suspensão adaptativa com seis programações pré-determinadas, frenagem automática de emergência, controlador de velocidade adaptativo, detector de ponto cego, alerta de saída de faixa e carregador de celular por indução. Resta saber somente se todos esses recursos serão disponibilizados no Brasil.

Veja Também  Toyota RAV4 híbrido surpreende pela economia: faz 14,3 km/l na cidade

LEIA MAIS: Toyota Corolla GLi: 5 motivos para amar e 11 para odiar

Na cabine, nem mesmo o reloginho digital à la Ford Del Rey foi preservado. O painel 100% novo agrada pelo visual moderno e também pelo nível de acabamento. A central multimídia com tela flutuante de oito polegadas e sensível ao toque conta com botões físicos e aparenta ser bem mais intuitiva que a atual.

As medidas do novo Toyota Corolla
são praticamente idênticas as do modelo ainda vendido no Brasil. Ele tem um centímetro mais no comprimento (são 4,63 metros), 1 cm extra na largura (1,78 m) e os mesmo 2,70 metros de distância entre-eixos. O porta-malas saltou de 470 para 471 litros. Já o design mudou bastante, com um estilo bem mais moderno em relação ao predecessor, mas ainda nem tão futurista quanto as linhas do rival Honda Civic
.


Escreva para coluna De Carona com Leandro no  Youtube
ou no  Instagram

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook

Carros

Jeep Compass fica mais completo e caro na linha 2020

Publicado

Motor Show

Jeep Compass vinho arrow-options
Divulgação
Jeep Compass na versão S ficará R$ 8 mil mais caro e chegará nos R$ 195.990 como preço sugerido

Os novos equipamentos do série são a principal novidade da linha 2020 do Jeep Compass. É o que apontam materiais internos do fabricante a que a MOTOR SHOW teve acesso.

LEIA MAIS:  Por que o Jeep Compass é um dos carros mais desejados do Brasil?

O material não fala em mudanças mecânicas ou estéticas para o Jeep Compass, que segue disponível em cinco versões (Sport, Longitude, Limited, Trailhawk e S) e com os motores 2.0 flex de 166 cv (com câmbio automático de seis marchas e tração 4×2) e 2.0 turbodiesel de 170 cv (com câmbio automático de nove marchas e tração 4×4).

Segundo o material, aparentemente voltado para a área de vendas, a versão Sport Flex (R$ 116.990) terá a adição de chave presencial, acendimento automático dos faróis e sensor de chuva. As configurações Longitude Flex (R$ 132.990) e Diesel (R$ 161.990) ganhará o retrovisor eletrocrômico além dos sensores de chuva e crepuscular. E a oferta do Park Assist no pacote Premium de opcionais do SUV médio .

LEIA MAIS: Jeep Compass x Kia Sportage: acompanhe essa briga boa de titãs

Veja Também  Mercedes visa nova era de carros de luxo ao lançar seu primeiro SUV elétrico

Nas Limited Flex (R$ 149.990) e Diesel (R$ 181.990), o SUV compacto passará a sair de fábrica com o banco do motorista com ajuste elétrico. Mesmo item que será de série também na configuração Trailhawk (R$ 181.990). Já a versão de topo S (R$ 195.990) agora terá teto solar panorâmico.

Em relação aos preços, o reajuste da maior parte das versões do Jeep Compass será de R$ 5 mil. Com exceção das configurações Sport Flex e Limited Flex e da topo de linha S.

Confira os preços do Compass 2020 e os reajustes em relação à linha 2019:
Sport Flex: R$ 116.990 (R$ 3 mil)
Longitude Flex: R$ 132.990 (R$ 5 mil)
Longitude Diesel: R$ 161.990 (R$ 5 mil)
Limited Flex: R$ 149.990 (R$ 3 mil)
Limited Diesel: R$ 181.990 (R$ 5 mil)
Trailhawk: R$ 181.990 (R$ 5 mil)
S: R$195.990 (R$ 8 mil)
Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Carros

Toyota anuncia que fará veículo de seis rodas para ser enviado à Lua

Publicado

veículo Toyota na Lua arrow-options
Divulgação
Modelo de seis rodas da Toyota terá cabine pressurizada para ajudar nas missões dos astronautas a bordo

A Toyota anuncia que vai começar o desenvolvimento de um veículo de seis rodas para ser levado à Lua. Ainda conforme a marca japonesa, a fabricação dos primeiros componentes da versão conceitual vai começar no ano que vem para que os testes se iniciem a partir de 2021.

LEIA MAIS: Toyota mostra protótipo, no Salão de Tóquio, que valoriza ocupantes

Conforme as primeiras informações, o modelo lunar terá 6 metros de comprimento por 5,2 m de largura e 3,8 de altura. E será movido por células a combustível que usarão energia solar para ter as baterias recarregadas com ajuda de um painel removível, tudo para a missão do veículo na Lua.

Espera-se que os astranautas que estiverem a bordo do veículo da Toyota consigam operá-lo por seis semanas e que rodem cerca de 1.000 quilômetros. A cabine será pressurizada, o que vai ajudar nos trajes usados durante a operação.

Veículo Toyota na Lua arrow-options
Divulgação
Painel solar removível ajudará a recarregar as baterias das células a combustível do modelo da Toyota


Mais detalhes sobre o modelo da Toyota que será enviado até a Lua podem ser acessados pelo vídeo abaixo. A ideia é explorar áreas polares do solo lunar , o que inclui informações sobre a existência de água congelada no local. O novo veículo também deverá contribuir com o projeto de novos métodos de transporte para cobrir a superfície de outros planetas.

Veja Também  Mercedes visa nova era de carros de luxo ao lançar seu primeiro SUV elétrico

LEIA MAIS: Toyota apresenta híbrido conceitual que mistura jeitos de SUVs e vans



Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana