conecte-se conosco


Cuiabá

Edição 2019 do Projeto Educando para Cuiabania terá concurso de desenho, e festival de dança e vídeo

Publicado

Jorge Pinho

A V Edição do Projeto Educando para Cuiabania tem novidades em 2019, uma delas é o Concurso de Desenho para a escolha do Mascote dos 300 anos da Capital. Até esta sexta-feira (15), os alunos matriculados na rede municipal de Educação poderão enviar seus desenhos à Secretaria de Educação. Uma comissão interna vai avaliar os trabalhos e o resultado será divulgado no dia 20 de março. O desenho vencedor será escolhido como símbolo dos 300 anos da capital.

Além do Concurso de Desenho, o Projeto Educando para Cuiabania terá Festival de Dança com Siriri e Rasqueado, para estudantes da Educação Infantil e do 1º Ciclo; Festival de Vídeos com o tema ‘As Belezas de Cuiabá’, para estudantes do 3º Ciclo; Culminância da Educação de Jovens e Adultos (EJA), do projeto ‘Os educandos da Educação de Jovens e Adultos como agentes (trans) formadores nos 300 anos da História de Cuiabá: pessoas, memórias, história e lugares’; o Teatro vai à escola para contar a história de personalidades históricas e artísticas, para estudantes da Educação Infantil, 1º 2º e 3º Ciclos;  e city tour pelo centro histórico da Capital para estudantes da Educação Infantil, 1º 2º e 3º Ciclos.

O secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira Passos explicou que o Projeto Educando para Cuiabania propõe ações que retratam a história e a cultura cuiabanas, ao mesmo tempo em que permite à comunidade escolar resgatar a sua cidadania. “O objetivo desse projeto é despertar a comunidade escolar da rede pública municipal de Ensino, para a história e a cultura locais, fazendo com que ela se sinta parte delas e, sensibilizar os estudantes para o exercício da cidadania, contribuindo de forma efetiva para o desenvolvimento de sentimentos de identidade e orgulho”, destacou Alex Vieira Passos.

Veja Também  Catedral Bom Jesus: Imponente e tradicional igreja cuiabana

Todas as ações previstas no projeto Educando para a Cuiabania têm como objetivo em comum, a pesquisa da história e da cultura cuiabanas, levando os alunos a reconhecerem as manifestações sócio-histórico-culturais, e adotarem uma postura de respeito à diversidade e à valorização da cultura regional.

Concurso 

Em relação ao concurso de desenho para escolha do mascote de Cuiabá no aniversário de 300 anos da capital, o desenho deve ser um trabalho inédito, produzido pelo estudante, a mão livre, com orientação do professor.

O material a ser usado para elaboração e pintura do desenho é de livre escolha do estudante e de seu professor, podendo ser em lápis grafite, lápis de cor, giz de cera, nanquim ou outro.

Os desenhos dos estudantes serão avaliados em relação à proposta, ou seja, o mascote deve simbolizar as comemorações do aniversário dos 300 anos de Cuiabá;  originalidade, o que significa que não tenha sido publicado em quaisquer mídias ou participado em concursos anteriores, e criatividade.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Comentários Facebook

Cuiabá

Gestão sustentável delineia o caminho do desenvolvimento para Cuiabá

Publicado

Luiz Alves

ESPECIAL 300 ANOS – Sustentabilidade tem sido palavra-chave em Cuiabá. Em 2017, a Prefeitura de Cuiabá começou a dar passos dentro desse campo que, atualmente, é tendência nas regiões mais desenvolvidas do mundo. Desde então, a gestão tem trabalhado para que cada uma das ações planejadas ganhem efetividade na prática e coloquem a capital mato-grossense como um exemplo a ser seguido.

As medidas são trabalhadas em diferentes esferas, abrangendo atitudes simples no ambiente interno dos órgãos municipais, até as consideradas de macro dimensão nas obras executadas pela cidade. Pensando em um trabalho que perdure em longo prazo, o prefeito Emanuel Pinheiro sancionou, em fevereiro deste ano, a lei de criação do Plano de Desenvolvimento Sustentável, denominado Programa Cuiabá +300.

O documento fortalece a criação de novas políticas públicas voltadas para a preservação ambiente e ratifica aquelas que já vinham sendo realizadas. Compõem esse grupo, por exemplo, o estímulo às práticas sustentáveis entre os servidores, por meio da adesão da Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P), a melhoria nos serviços de zeladoria da cidade e a adoção de um conceito de obras que valoriza a execução de projetos ambientalmente corretos.

Veja Também  Sugestão de pauta: Regional Oeste recebe Pré-Conferência em Saúde

“O conceito de sustentabilidade é uma responsabilidade que nenhuma gestão pode fugir. E é exatamente isso que estamos desde o início implantando na Prefeitura de Cuiabá. A Estação Alencastro é um grande exemplo. Operando de maneira autossustentável, com energia solar, a estrutura segue padrões internacionais, garantindo conforto aos passageiros e a preservação do meio ambiente. O reaproveitamento de contêineres para transformação em abrigos foi outra medida acertada que, inclusive, despertou interesse de outras grandes cidades brasileiras”, conta o prefeito Emanuel Pinheiro.

Reconhecimento

O esforço contínuo tem recebido reconhecimento nacional e faz com que, por mais de uma vez, Cuiabá apresente resultados positivos em pesquisas dessa natureza. Já em 2017, a cidade apareceu entre as que obtiveram avanços significativos nos índices de sustentabilidade de limpeza urbana. Na época, Cuiabá saltou de uma avaliação baixa para o nível médio, no estudo desenvolvido pelo Sindicato das Empresas de Limpeza Urbana no Estado de São Paulo (SELUR) e a empresa PwC Brasil.

“É um trabalho que depende de todos nós. Depende do poder público e também da participação efetiva da população. Estamos procurando fazer a nossa parte. Desenvolvemos programas de arborização, estamos criando novos parques e melhorando, gradativamente, o trabalho de limpeza da cidade. Na nova licitação da coleta de lixo, por exemplo, colocamos a necessidade da implantação coleta fluvial, coleta seletiva, instalação de contêineres subterrâneos”, completou Pinheiro.

Veja Também  Pinheiro sanciona lei em benefício aos frequentadores de bares e restaurantes da Capital

Posteriormente, a Capital ainda ganhou 35 posições no Ranking Connected Smart Cities, saltando da 79ª posição para a 44ª. O estudo, elaborado pela empresa especializada em inteligência de mercado e geoprocessamento, Urban Systems, dentre outros indicadores, avaliou as ações de Prefeitura para as áreas de energia, tecnologia e inovação, vias pavimentadas, arborização e cobertura do serviço de coleta de resíduos.

No fim de 2018, Cuiabá foi inserida no grupo de cidades brasileiras que receberão uma certificação do Ministério do Meio Ambiente (MMA) pelo desenvolvimento de medias sustentáveis. O certificado é ofertado aos 100 municípios que têm se destacado no quesito gestão ambiental e entre as regras exigidas para o recebimento estão: ações de educação ambiental, adoção de compras públicas sustentáveis e existência de planos municipais de saneamento, de resíduos sólidos e de biodiversidade.

 

 

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Ações voltadas à pessoa idosa reforçam compromisso de humanização

Publicado

Luiz Alves

Um extenso trabalho vem sendo realizado na valorização dos que tanto contribuíram para a construção da história e desenvolvimento da Cuiabá dos 300 anos: a pessoa idosa.  São uma série de ações integradas, desenvolvidas em prol do resgate da cidadania desse grupo que traz as marcas das raízes dessa cidade. Uma dessas ações é referente à regularização fundiária. Desde o fim de 2017, por determinação do prefeito Emanuel Pinheiro, os títulos de posses definidas são entregues na casa da pessoa idosa, com mais de 70 anos.

“Fiz um compromisso de resgate à cidadania da população cuiabana. Desta forma, de maneira alguma, poderia deixar de lado aqueles que tanto fizeram por Cuiabá, que são nossa história viva e que por isso merecem todo nosso respeito e admiração. Por isso, levar esse documento tão sonhando e entregá-lo em mãos no conforto de suas casas, é o mínimo que um gestor pode fazer.  E vamos continuar nessa luta de valorização, incluindo os idosos no máximo de ações do município, para que vivam melhor, com dignidade e igualdade”, lembrou Pinheiro.

Ao todo, já foram entregues mais de 320 títulos para pessoa idosa, de 34 bairros da Capital. Uma dessas pessoas que receberam o documento em mãos na sua residencial, foi o senhor João Celestino de Jesus, de 81 anos.

Veja Também  Catedral Bom Jesus: Imponente e tradicional igreja cuiabana

Morador do Novo Terceiro (região Oeste) há três décadas, o aposentado recebeu o chefe de Executivo em sua residência com tamanha surpresa. Ele externou que receber o documento representa um momento de muita alegria e transformação, pois é algo que esperou por anos e que trouxe segurança para sua família.

“Aqui em casa já vieram tantos gestores, trouxeram vários papéis, mas nenhum representava a posse do terreno. Por isso, a gente fica até desacreditado quando ouve falar que vai consegui-lo.  Fiquei muito satisfeito com a visita do prefeito e de sua equipe, trazendo o título de regularização. Agora podemos buscar melhorias para nossa casa e dar um pouco mais de conforto à família. Sou muito grato por isso”, expressou.

Para as comemorações do aniversário dos 300 anos da cidade, em abril, as entregas aos idosos estão programadas e a previsão é que sejam contempladas mais 300 pessoas. Além desses, mais de 3.871 títulos estão pontos e serão entregues por bairros das quatro regiões de Cuiabá.

Veja Também  Gestão reformula sistema para dar agilidade a processos

 

 

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana