conecte-se conosco


Carros

Projeção antecipa o futuro SUV da Fiat, que chegará ao Brasil em 2021

Publicado


O novo SUV da Fiat irá compartilhar sua base com a picape Toro, mas trará algumas mudanças estéticas no projeto
Kleber Pinho da Silva
O novo SUV da Fiat irá compartilhar sua base com a picape Toro, mas trará algumas mudanças estéticas no projeto

O designer Kleber Pinho da Silva divulgou uma projeção do novo SUV da Fiat, modelo que foi antecipado como conceito durante o Salão do Automóvel 2018 e confirmado pelo presidente da FCA na América Latina, Antônio Filosa. O grupo é líder na categoria no Brasil graças ao sucesso de Jeep Compass e Renegade, mas o faturamento acaba não atingindo os concessionários que vendem apenas carros da Fiat. A cobrança por um novo SUV partiu disso.

LEIA MAIS: Flagra! Novo EcoSport é visto com camuflagem antes da estreia


Com a queda na traseira, imitando os cupês mais caros, o novo SUV da Fiat quer se diferenciar de outros modelos da FCA
Divulgação
Com a queda na traseira, imitando os cupês mais caros, o novo SUV da Fiat quer se diferenciar de outros modelos da FCA

Seguindo as características do conceito Fastback mostrado no ano passado, o novo SUV da Fiat
surge com adereços visuais da picape intermediária Toro. Conforme avançamos para a traseira, o caimento do teto sugere o visual de cupê que aparece em segmentos mais caros, como BMW X4 e Mercedes-Benz GLC Coupé. Este será o diferencial estético que a Fiat apostará para diferenciá-lo de seus outros utilitários, evitando a canibalização.

Veja Também  Tesla Model Y, novo SUV elétrico de entrada, acaba de ser revelado

LEIA MAIS: Projeção antecipa o visual do próximo Peugeot 2008

Antes de tudo, a FCA deverá apresentar Toro, Compass
e Renegade com o novo motor 1.3 turbo, de 180 cv e 27,5 kgfm de torque. Isso coloca um ponto final no ciclo do motor E.torQ 1.8, de 139 cv, que foi lançado no Bravo em meados de 2009. Quando for lançado no Brasil, o modelo de produção do Fiat Fastback já terá este conjunto mecânico mais moderno. Resta saber se o novo propulsor também acabará com a opção 2.4 Tigershark do Compass.

Além do novo SUV da Fiat


Renault Arkana será rival do novo SUV da Fiat e será lançado praticamente na mesma época com motor 1.3 turbo
Divulgação
Renault Arkana será rival do novo SUV da Fiat e será lançado praticamente na mesma época com motor 1.3 turbo

O futuro Fastback não será o único “compacto-cupê” do mercado brasileiro. O Renault Arkana
já apareceu nos registros de patente do INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial), e também poderá ser lançado no Brasil em 2021. Ele foi atração do Salão de Moscou (Rússia) ainda em versão conceitual, mas pelas imagens registradas, a versão de produção será praticamente igual ao protótipo. Até meros detalhes do conceito, como a base dos retrovisores externos com filete de metal escovado, aparecem nas imagens de patente.

Veja Também  Quanto vai custar o novo Toyota Corolla no Brasil?

O novo SUV da marca francesa deverá ser fabricado em São José dos Pinhais (PR) a partir do final de 2020. O Arkana vai utilizar da plataforma B0+, a mesma dos modelos Logan, Sandero, Duster e Captur. E seu projeto é conhecido internamente como LJC.

LEIA MAIS: Volkswagen terá SUV abaixo do T-Cross no ano que vem

Ainda não se sabe exatamente quais serão as opções de motor do rival do novo SUV da Fiat
, mas umas alternativas mais bem cotadas fica por conta do 1.3 turbo, com injeção direta de combustível, capaz de desenvolver 170 cavalos. Faria mais sentido que o 2.0 flex de 150 cv, o motor mais potente da marca no Brasil e que equipa o hatch esportivo Sandero RS.

Projeção: Kleber Pinho da Silva

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook

Carros

Conheça 5 modelos seminovos de sete lugares por até R$ 80 mil

Publicado

O estudo divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em 2014 apontou que o número de filhos por mulheres no Brasil está caindo, enquanto a quantidade de casais sem filhos apenas sobe nas grandes cidades. Mesmo assim, ainda há uma demanda por carros seminovos de sete lugares.

LEIA MAIS: Veja os 5 seminovos mais defeituosos do Brasil

Algumas famílias são mais unidas, fazendo passeios com o carro lotado para o parque ou qualquer outra atividade no fim de semana. Levam primos, amigos dos filhos e até a sogra… Mas não é sempre que se tem bala na agulha para desembolsar uma grana por um carro espaçoso com cheiro de novo. Partindo disso, a reportagem do iG Carros lista cinco seminovos de sete lugares
que você poderá comprar por até R$ 80 mil.

1 – Dodge Journey 3.6 R/T 2015 – a partir de R$ 72 mil


Dodge Journey é uma opção de SUV entre os seminovos de sete lugares . Os valores podem chegar a R$ 80 mil
Divulgação
Dodge Journey é uma opção de SUV entre os seminovos de sete lugares . Os valores podem chegar a R$ 80 mil

Fabricada no México, a Journey fez muito sucesso como uma alternativa “premium” ao Fiat Freemont. Inflacionada em seus áureos tempos, já é possível encontrar o modelo seminovo nos classificados online por algo entre R$ 72 mil e R$ 80 mil, dependendo sempre da quilometragem do veículos. Bem equipado, contava com central multimídia, ar-condicionado de três zonas e seis airbags.

Para mover o SUV de quase duas toneladas, o motor é um grande 3.5 V6 que desenvolve 280 cv de potência a 6.350 rpm e 34,9 kgfm de torque a 4.350 rpm, acoplado ao câmbio automático de seis marchas. Bem ágil, acelera de 0 a 100 km/h em 8,9 segundos. De acordo com o Inmetro, faz 6,1 km/l na cidade e 7,4 km/l na estrada, sempre com gasolina.

Veja Também  Conheça 5 modelos seminovos de sete lugares por até R$ 80 mil

2 – Kia Sorento 2.4 4×2 2014 – entre R$ 72 mil e R$ 75 mil


O Kia Sorento também aparece em conta entre os seminovos de sete lugares, custando algo na faixa dos R$ 72 mil
Divulgação
O Kia Sorento também aparece em conta entre os seminovos de sete lugares, custando algo na faixa dos R$ 72 mil

Na mesma categoria da Journey
, você também poderá comprar o Kia Sorento com motor 2.4 e tração 4×2. Ele pode ser encontrado por valores entre R$ 72 mil e R$ 75 mil, dependendo sempre da quilometragem e estado de conservação. O ar-condicionado era automático de duas zonas, contando com central multimídia, computador de bordo e sensores de estacionamento dianteiro e traseiro.

LEIA MAIS: Veja os 5 carros mais confiáveis para se comprar, de acordo com aplicativo

Seu motor era 2.4 de 174 cv a 6.000 rpm e 23 kgfm de torque a 3.750 rpm, com o câmbio automático de seis marchas enviando a força para as quatro rodas. A aceleração de 0 a 100 km/h acontece na casa dos 11,5 segundos, enquanto a velocidade máxima é de 188 km/h. De acordo com o Inmetro, o consumo é de 6,8 km/l na cidade e 8,2 km/l na estrada.

3 – Citroën Grand C4 1.6 Picasso 2016 – entre R$ 79 mil e R$ 80 mil


Citroën C4 Picasso chama atenção. Por conta da desvalorização, surge entre os seminovos de sete lugares
Divulgação
Citroën C4 Picasso chama atenção. Por conta da desvalorização, surge entre os seminovos de sete lugares

Talvez este seja o modelo que mais chama atenção por onde passa. O Grand Picasso é requintado e estiloso como uma obra de arte francesa, e já pode ser encontrado nos classificados online na faixa dos R$ 80 mil. Sendo um modelo 2016, você estará salvo da forte desvalorização dos primeiros anos. Entre seus principais atrativos, podemos mencionar a central multimídia com TV digital e GPS nativo, computador de bordo e conexão wi-fi.

Abaixo do capô, traz o conhecido motor 1.6 THP de 165 cv de potência a 6.000 rpm e 24,5 kgfm de torque a 1.400 rpm, com câmbio automático de seis velocidades. Bem ágil, vai de 0 a 100 km/h em 8,7 segundos, antes de atingir a velocidade máxima de 210 km/h. Além disso, é um dos modelos mais econômicos da lista, aferindo 9,9 km/l na cidade e 12 km/l na estrada, sempre com gasolina.

Veja Também  Longe do Brasil, Renault Clio renovado e lidera vendas na Europa

4 – Chevrolet Spin 1.8 Activ 2019 – entre R$ 72 mil e R$ 79 mil


Faz questão de um carro mais novo? O Chevrolet Spin Activ já surge entre os seminovos de sete lugares do Brasil
Divulgação
Faz questão de um carro mais novo? O Chevrolet Spin Activ já surge entre os seminovos de sete lugares do Brasil

Achou que os modelos acima são muito antigos? A minivan Chevrolet Spin Activ
ainda tem cheiro de nova, surgindo nos classificados online na faixa dos R$ 72 mil. Por não ser um carro de luxo como os modelos mencionados anteriormente, a Spin Activ traz apenas o básico, com central multimídia MyLink, sistema concierge OnStar e bancos deslizantes na segunda coluna.

O motor é o mesmo 1.8 flex de 111 cv de potência a 5.200 rpm e 17,7 kgfm de torque a 2.600 rpm que equipa o Cobalt. Seu câmbio é automático de seis velocidades, contribuindo para os números aferidos pelo Inmetro: 7 km/l na cidade e 8,3 km/l na estrada com etanol, e 10,3 km/l na cidade e 12 km/l na estrada com gasolina.

5 – JAC J6 2.0 Diamond 2016 – na faixa dos R$ 45 mil


Encerramos a lista dos seminovos de sete lugares com o JAC J6 Diamond, equipado com motor 2.0 flex
Divulgação
Encerramos a lista dos seminovos de sete lugares com o JAC J6 Diamond, equipado com motor 2.0 flex

São poucas as opções para quem não está com grana suficiente para um patamar mais requintado. Por sorte, a JAC J6 de seu último ano de comercialização pode ser encontrada na versão Diamond por R$ 45 mil. Trata-se de uma opção sem muita vaidade, uma vez que ários equipamentos eram opcionais, como volante multifuncional, rádio convencional e bancos de couro.

LEIA MAIS: Veja 5 carros que vão sair de linha e já surgem com descontos

O único modelo manual de nossa lista de seminovos de sete lugares
traz a motorização é 2.0 flex de 160 cv a 5.500 rpm e 20,6 kgfm de torque a 4.000 rpm. Sua aceleração de 0 a 100 km/h acontece em 11,9 segundos, com 187 km/h de velocidade máxima. De acordo com o Inmetro, faz 5 km/l na cidade e 6,2 km/l na estrada com etanol, enquanto o consumo com gasolina sobe para 7,1 km/l e 9 km/l.

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Carros

Quanto vai custar o novo Toyota Corolla no Brasil?

Publicado

Ei, você, que está pensando em comprar a nova geração do Toyota Corolla: o modelo será lançado neste ano no Brasil, com preços entre… Achou que já íamos contar? Para saber a nossa estimativa de valores e também o mês em que o novo sedã médio deve começar a ser vendido no país, convidamos a assistir ao vídeo da semana.

LEIA MAIS: Toyota Yaris Sedan: ele é melhor que Honda City e VW Virtus?

Totalmente renovado, o novo Toyota Corolla
chegará com tecnologias que reforçarão suas credenciais de veículo confortável, econômico e de desempenho exemplar. A opção de motorização híbrida talvez seja a grande novidade da linha. Ele será equipado com o mesmo conjunto do Prius, porém, flex: propulsor 1.8 a combustão de cerca de 105 cv com etanol e outro elétrico de 72 cv.

Nos EUA, as médias de consumo declaradas para essa nova mecânica do Corolla impressionam: 22,3 km/l na cidade e 21,9 km/l na estrada, de acordo com o instituto Fuel Economy, similar ao nosso Conpet, do Inmetro. Vale lembrar que os híbridos são mais econômicos na cidade, pelo maior tempo de atuação do motor elétrico no ciclo urbano.

LEIA MAIS: Toyota Etios X 1.3 AT: por que mesmo com muitos pontos negativos é ótima compra?

Veja Também  Tesla Model Y, novo SUV elétrico de entrada, acaba de ser revelado

As versões de entrada do novo Corolla vão utilizar um inédito motor 2.0 flex. Com injeção direta de combustível, entregará 170 cv e estará pareado com uma nova transmissão CVT de sete marchas virtuais. Para este conjunto, as médias de consumo anunciadas nos EUA foram de 13 km/l na cidade e 16,8 km/l na estrada, com gasolina. Como comparação, o atual 2.0 de 153 cv faz, com gasolina, 10,6 km/l em trecho urbano e 12,6 km/l no rodoviário.

Novo Toyota Corolla, novas tecnologias


Toyota Corolla da nova geração adianta tecnologias para ver se abre mais ainda do Civic nas vendas
Divulgação
Toyota Corolla da nova geração adianta tecnologias para ver se abre mais ainda do Civic nas vendas

Outro grande destaque da nova geração do Corolla é a plataforma modular TNGA, a mesma do Toyota Prius
, que permitiu não só a adoção do motor híbrido, mas também de novos itens de tecnologia. O modelo finalmente trará recursos como head-up display (que projeta informações do quadro de instrumentos no parabrisa), suspensão adaptativa com seis programações pré-determinadas, frenagem automática de emergência, controlador de velocidade adaptativo, detector de ponto cego, alerta de saída de faixa e carregador de celular por indução. Resta saber somente se todos esses recursos serão disponibilizados no Brasil.

Veja Também  Hyundai menor que o Creta será mostrado no Salão de NovaYork, em abril

LEIA MAIS: Toyota Corolla GLi: 5 motivos para amar e 11 para odiar

Na cabine, nem mesmo o reloginho digital à la Ford Del Rey foi preservado. O painel 100% novo agrada pelo visual moderno e também pelo nível de acabamento. A central multimídia com tela flutuante de oito polegadas e sensível ao toque conta com botões físicos e aparenta ser bem mais intuitiva que a atual.

As medidas do novo Toyota Corolla
são praticamente idênticas as do modelo ainda vendido no Brasil. Ele tem um centímetro mais no comprimento (são 4,63 metros), 1 cm extra na largura (1,78 m) e os mesmo 2,70 metros de distância entre-eixos. O porta-malas saltou de 470 para 471 litros. Já o design mudou bastante, com um estilo bem mais moderno em relação ao predecessor, mas ainda nem tão futurista quanto as linhas do rival Honda Civic
.


Escreva para coluna De Carona com Leandro no  Youtube
ou no  Instagram

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana