conecte-se conosco


Policial

Irmãos que mantinha empresa de fachada para comércio de drogas são presos

Avatar

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Uma empresa de reciclagem que mantinha em funcionamento um ponto de comércio ilícito de drogas foi alvo da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecente (DRE), na tarde desta quarta-feira (13.02), no bairro Jardim dos Estados, Várzea Grande.

Dois irmãos (Erli Ribeiro Macedo, 30 anos, e Tércio Leite Ribeiro, 40), foram presos e vão responder por tráfico e associação para o tráfico. Eles são os donos da residência onde também funciona uma  empresa de fachada, que na verdade era um subterfúgio usado para a venda de drogas, sem despertar atenção da polícia.

A suspeita dos investigadores se confirmou quando flagraram um usuário de drogas, de 22 anos, que tinha acabado de sair do local com uma porção de entorpecente. Ele também foi levado para DRE e respondeu termo circunstanciado de ocorrência (TCO) de uso de drogas.

Os irmãos, na ação dos policiais, tentaram camuflar a droga entre os materiais de reciclagem.  Foram apreendidos apetrechos de preparo para embalar e pesar entorpecentes (duas balanças de precisão, rolo plástico filme, anotações do trafico, um rádio HT), 02 poção médias de maconha, uma porção média de cocaína, sete porções medias de substancia pasta base de cocaína.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Duas pessoas são presas com droga e veículo adulterado em Nova Ubiratã

Daniel da Silva

Publicado

Duas pessoas são presas com droga e veículo adulterado em MT (Foto:Site Lapada)

Duas pessoas são presas com droga e veículo adulterado em MT (Foto:Site Lapada)

Duas pessoas são presas pela Polícia Militar por tráfico de drogas e adulteração de sinal de identificador de veículo na madrugada desta sexta feira (24), no município de Nova Ubiratã, a 502 km da capital.

Durante rondas nas proximidades de um bar a Polícia Militar abordou dois suspeitos, onde foi localizado com os mesmos 2 papelotes de maconha e um pino de pasta base jogado no chão ao lado dos suspeitos. Na carteira de um dos suspeitos continha certo valor em dinheiro e um papelote de pasta base de cocaína.

Ao realizar a checagem na motocicleta dos suspeitos a Polícia Militar verificou que a placa utilizada na motociclista era de um veículo Voyagem, constatando a adulteração do sinal de identificador da moto.

Contudo os suspeito foram presos e encaminhados à delegacia de polícia para as devidas providências.

Fonte: Daniel Da Silva/Site Lapada

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende suspeitos de aplicar golpe em venda de veículo pela internet

Avatar

Publicado

Assessoria/PJC-MT

A Delegacia de Roubos e Furtos de Rondonópolis (DERF) prendeu nesta quarta-feira (22.01) quatro pessoas suspeitas de aplicar um golpe pela internet contra uma vítima do estado de Goiás. Os quatro foram autuados pelos crimes de estelionato e associação criminosa. A vítima sofreu um prejuízo superior a R$ 100 mil. 

Na ação, os policiais também apreenderam veículos e uma motocicleta e recuperaram parte do dinheiro do golpe. A prisão dos suspeitos foi realizada após a Derf de Rondonópolis receber comunicação da Polícia de Goiás sobre o golpe denunciado pela vítima na cidade de Goiânia.

A vítima viu um anúncio de venda de um veículo no site OLX e entrou em contato com o anunciante, iniciando a negociação. O anunciante então informou que um familiar seu mostraria o carro à vítima e o pagamento deveria ser transferido em duas contas-correntes. O anunciante pediu ainda que a vítima não comentasse nada sobre a transferência à pessoa que mostraria o veículo. 

Após a transferência dos valores, a vítima foi com o rapaz que mostrou o carro para lavrar o documento de venda do carro, quando ambos descobriram que tudo não passava de um golpe. A vítima então entrou em contato com a Delegacia de Roubos e Furtos de Rondonópolis informando que as contas para as quais transferiu o valor do veículo eram da cidade. 

Em diligências para localizar os suspeitos pelo golpe de estelionato, os policiais realizaram diligências em pontos diferentes da cidade. Um dos suspeitos foi localizado em uma loja de comércio de pneus, onde tentou fugir da abordagem policial. Ele é apontado por outros presos como o responsável por organizar o golpe. A polícia apurou ainda que ele tem patrimônio incompatível com sua renda. 

Outro suspeito que recebeu metade do dinheiro da suposta venda do veículo afirmou aos policiais que com parte do dinheiro recebido adquiriu uma motocicleta.

Durante as diligências, a Polícia Civil descobriu ainda que o dinheiro recebido no golpe da vítima de Goiânia foi distribuído em diversas contas bancárias. A investigação continua para apurar se há outras pessoas envolvidas e recuperar o dinheiro.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana