conecte-se conosco


Policial

Ação integrada 8 cumpre mandados e prende 3 envolvidos em homicídio em Barra do Garças

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Oito ordens judiciais entre mandados de busca e apreensão e de prisão foram cumpridos em ação integrada da Polícia Judiciária Civil e Polícia Militar, realizada nesta quarta-feira (13.02), em Barra do Garças (520 km a Leste). Os mandados tinham o objetivo de esclarecer o homicídio que vitimou, Raphael Ligório de Barros, e resultou na prisão mais três envolvidos no crime.

Os suspeitos, B.S.O.J. de 25 anos, L.A.S.A.L. de 25 anos e W.F.R. de 23 anos, tiveram os mandados de prisão cumpridos após serem apontados nas investigações como autores do homicídio. Na época dos fatos, dois adolescentes também foram apreendidos por participação no crime.

O homicídio ocorreu no dia 27 de janeiro deste ano. Após assassinarem a vítima com golpes de faca, os criminosos enterraram o corpo em uma região de mata em Barra do Garças. Na época, as equipes da Polícia Civil e Militar realizaram diligências que resultaram na apreensão de dois menores por participação no crime.

Em continuidade as investigações, a equipe da Polícia Civil identificou a participação dos demais autores, sendo representado pelo mandado de prisão contra os suspeitos, que foram deferidas pela Justiça e cumpridas nesta quarta-feira (13).

Veja Também  Polícia Civil cumpre mandados em homicídio a mando de facção

A operação integrada das Forças de Segurança de Barra do Garças que deu cumprimento aos mandados judiciais contou com a participação da Agência Regional de Inteligência (ARI), da Polícia Militar, Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra) da Delegacia Regional de Barra do Garças, 1ª e 2ª Delegacia de Polícia Civil, Delegacia Especializada do Adolescente do município.

Segundo o delegado, Adriano Marcos Alencar, a ação reforça a qualidade e eficiência dos serviços das Forças de Segurança Pública de Barra do Garças, que vêm atuando de forma rápida e eficaz na prevenção e repressão de práticas criminosas na cidade.

“O crime em questão é da circunscrição de investigação da 1ª Delegacia de Polícia, ao qual encerrou o ano de 2018, com alta produtividade, no esclarecimento de crimes de homicídios tentados e consumados, alcançando 94,7% de resolução, garantindo assim, uma maior sensação de segurança aos cidadãos de bem em nossa sociedade”, destacou o delegado.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil fecha fábrica de armas artesanais em Nova Xavantina

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Uma fábrica clandestina de armas artesanais foi fechada pela Polícia Judiciária Civil, na tarde de sexta-feira (16.08), em Nova Xavantina (645 km a Leste). A ação resultou na apreensão de uma arma de fogo, além de ferramentas usadas para confecção de armamentos.

O responsável pelo local, identificado como W.F.A de 28 anos, responderá pelo crime de comércio ilegal de arma de fogo e posse ilegal de arma de fogo de uso permitido.

As diligências iniciaram após a localização de uma garrucha artesanal, ocorrida no dia 03 de agosto deste ano. Em ato contínuo, os policiais civis passaram a investigar o caso, com objetivo de identificar a pessoa responsável por fabricar a arma apreendida.

Durante diligências os investigadores lograram êxito em levantar um endereço suspeito no bairro barro Vermelho, onde eram fabricadas e comercializadas armas artesanais.

A pequena oficina ilegal estava funcionando nos fundos do imóvel, onde foram localizados vários materiais para a fabricação das armas, como mecanismo de disparo artesanal, massa de mira, furadeira, aparelho de solda, pedaços de cano, entre outros itens, além de uma espingardar calibre 22.

Veja Também  Homem acusado de tentativa de feminicídio tem prisão cumprida na Capital

No momento da abordagem policial, o suspeito W.F.A. não estava no local. No entanto, ele foi qualificado e será indiciado em inquérito instaurado pelo crime de comércio ilegal de arma de fogo e posse ilegal de arma de fogo de uso permitido.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende traficante flagrado com dois quilos de maconha em Confresa

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um homem foi preso em flagrante pela Polícia Civil de Confresa (1.065 km a Nordeste), na manhã desta segunda-feira (19.08), após ser surpreendido em posse de aproximadamente 2 quilos de maconha.

O suspeito J.S.O., 37, o “Júnior Para-choque” é conhecido no meio policial devido a diversas passagens por tráfico de drogas e foi novamente autuado pelo crime.

Durante investigações do tráfico de drogas no município, os policiais da Delegacia de Confresa receberam informações de que o suspeito receberia uma carga considerável de drogas que abasteceria bocas de fumo da cidade. Com base nas suspeitas, os policiais passaram a monitorar a residência do investigado, no bairro Setor Babinski, onde também funciona uma oficina mecânica de sua propriedade.

Em determinado momento, os policiais visualizaram um veículo que estacionou e saiu rapidamente da residência, ocasião em que decidiram realizar a abordagem do suspeito. Com o traficante, foi encontrado com dois tijolos de maconha, ainda em suas mãos, além de R$ 580 em dinheiro, e um aparelho celular.

Veja Também  Homem acusado de tentativa de feminicídio tem prisão cumprida na Capital

Diante dos fatos, foi dado voz de prisão para ao traficante, que posteriormente foi conduzido para a Delegacia de Polícia juntamente a Droga e demais objetos apreendidos para posteriores providências.

“Junior Para Choque” já foi investigado e preso anteriormente durante a Operação “Bad Boys”, desencadeada no ano de 2017, com objetivo de combater o tráfico de drogas no município.

O suspeito foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas, e após o término dos procedimentos encaminhado para Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte, permanecendo à disposição da Justiça.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana