conecte-se conosco


Esportes

Goleiro herói do São Paulo na Copinha já planeja estrear pelo time profissional

Publicado


Thiago Couto, goleiro do São Paulo campeão da Copinha de 2019
Twitter/Reprodução
Thiago Couto, goleiro do São Paulo campeão da Copinha de 2019

O goleiro Thiago Couto foi um dos heróis do São Paulo na conquista da Copinha, no último dia 25 de janeiro, defendendo cobranças de pênaltis decisivos na final diante do Vasco, disputada no estádio do Pacaembu. 

Leia também: Minha analise IMPERDÍVEL sobre a derrota do São Paulo pela Libertadores

Em entrevista após a conquista do tetracampeonato, o jovem goleiro exaltou a força do time do São Paulo
e destacou que todos os atletas do elenco campeão têm condições de brilhar no time profissional.

Leia também: Everton, jogador do São Paulo, é acusado de agredir jovem de 21 anos em festa

“A Copinha é o campeonato com mais valorização na base e com muita tradição. E de todos torneios que já disputamos, a Copa São Paulo é sempre a mais valorizada”, disse Thiago Couto
em entrevista exclusiva ao iG.

Sobre a preparação para o torneio de base mais agitado do brasil, o goleiro campeão contou. “Nossa preparação vem do ano inteiro. A Copinha
é o primeiro campeonato do ano, mas para gente acaba sendo o último. Porque a gente só tem férias depois que termina a competição. E findamos em dezembro na Copa RS”, completou.

Veja Também  Copa do Brasil: segunda fase tem locais, datas e horários definidos

Thiago Couto, goleiro do São Paulo campeão da Copinha de 2019
Site oficial
Thiago Couto, goleiro do São Paulo campeão da Copinha de 2019

Thiago Couto também comentou a estrutura que o clube do Morumbi oferece aos seus jogadores da base, no CT de Cotia. “A nossa base tem uma estrutura muito grande. Todos os atletas que subirem para o profissional vão estar preparados para ajudar o elenco e ajudarmos quando preciso”, comentou.

Leia também: O maior pecado de Aguirre foi dar esperança de título ao torcedor do São Paulo

Por fim, o goleiro garantiu que segue vestindo a camisa tricolor e já faz planos para o futuro. “Vou continuar no São Paulo, tenho contrato com o clube e espero um dia estrear pelo o time profissional”, finalizou Thiago Couto, um dos heróis do tetra da Copinha.

Com o título conquistado diante do Vasco no último mês de janeiro, o São Paulo
é tetracampeão da Copinha, principal torneio de base do Brasil.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook

Esportes

Sul-Americana: Chapecoense empata com o La Calera e está eliminada

Publicado

Após novo empate diante do Unión La Calera-CHI, agora em 1 a 1, Chape dá adeus à Sul-Americana na primeira fase da competição

Chapecoense e Unión La Calera voltam a empatar, mas resultado elimina os brasileiros

Chapecoense e Unión La Calera voltam a empatar, mas resultado elimina os brasileiros
Créditos: Twitter/Conmebol

A Chapecoense deu adeus ao sonho do bicampeonato da Copa Sul-Americana. Na noite desta terça-feira (19), o novo empate diante do Unión La Calera, dessa vez em 1 a 1, na Arena Condá, favoreceu o time do Chile, que avançou de fase pelo critério de gols fora de casa. O jogo da ida terminou empatado sem bola na rede. 

Após o apito final, na saída do gramado, o atacante Everaldo lamentou o resultado e afirmou que o time lutou a todo momento pelo gol da classificação.

– Faltou o segundo gol. A gente tentou de varias formas. Criamos muito, mas não conseguimos fazer o gol. Fomos intensos, batalhamos, mas o resultado não veio – disse o jogador.

Chapecoense se despede da Sul-Americana após novo empate

Chapecoense se despede da Sul-Americana após novo empate
Créditos: Twitter/Conmebol

Os chilenos conseguiram boa vantagem ainda no primeiro tempo, na marca dos 20 minutos, quando o argentino Walter Bou aproveitou sobra de escanteio e abriu o placar na Arena Condá. Ao fim do primeiro tempo, os visitantes ainda perderam expulso o lateral Figueroa.

Veja Também  Copa do Brasil: segunda fase tem locais, datas e horários definidos

Em vantagem numérica dentro de campo, a Chape empatou logo aos cinco minutos, com Everaldo chegando à frente e chutando de primeira. Apesar da pressão até o fim, a Chapecoense não conseguiu balançar as redes pela segunda vez.

Confira a tabela completa da Copa Sul-Americana!

Fonte: CBF
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Ídolos, Zanetti e Totti entram para o Hall da Fama do futebol italiano

Publicado


Totti e Zanetti foram eleitos para o Hall da Fama do futebol italiano nessa terça-feira
Reprodução
Totti e Zanetti foram eleitos para o Hall da Fama do futebol italiano nessa terça-feira

Francesco Totti, Javier Zanetti e Massimiliano Allegri foram incluídos nesta terça-feira (19) no Hall da Fama do futebol italiano.

Leia também: Liga dos Campeões tem empates em Lyon x Barcelona e Liverpool x Bayern

Com o objetivo de homenagear jogadores, treinadores, árbitros e dirigentes que fizeram história no Calcio, o Hall da Fama
foi criado em 2011 pela Federação Italiana de Futebol (Figc) em parceria com a Fundação do Museu do Futebol.

Neste ano, a lista aumentou de oito para 10 categorias. Entre os dois prêmios adicionados estão um em homenagem ao ex-zagueiro Davide Astori e outro chamado “Especial”, que foi destinado ao jornalista Gianni Brera.

O argentino Zanetti
venceu a premiação de “jogadores estrangeiros”. O ex-atleta fez história com a camisa da Inter de Milão, atuando em mais de 850 partidas pelo clube nerazzurro e conquistando cinco Campeonatos Italianos, além de uma Liga dos Campeões.

Leia também:  Para Gundogan, se o City almeja ser da elite precisa vencer a Champions League

Veja Também  Nenhum dos grandes times paulistas tem alojamentos totalmente regularizados

Dois brasileiros já entraram para o Hall da Fama do Calcio na categoria de estrangeiros. Ronaldo, em 2015, e Paulo Roberto Falcão em 2016.

Totti,
por sua vez, entrou na categoria de “jogadores italianos”. O ex-camisa 10 da Roma atuou mais de 780 vezes pelo clube da capital e venceu um Scudetto em 2001, bem como a Copa do Mundo de 2006, na Alemanha, com a Azzurra.


Eleito para o Hall da Fama, Massimiliano Allegri está no comando da Juventus desde julho de 2014
Divulgação
Eleito para o Hall da Fama, Massimiliano Allegri está no comando da Juventus desde julho de 2014

Por fim, Allegri foi incluído na lista de “treinadores italianos”. O técnico de 51 anos conquistou cinco Campeonatos Italianos na carreira, quatro com a Juventus e outro comandando o Milan.

Além do trio, também foram homenageados o ex-meio-campista e ídolo da Fiorentina Giancarlo Antognoni, o ex-presidente do Bari Antonio Matarrese, o ex-árbitro Nicola Rizzoli, a treinadora da seleção feminina da Itália, Milena Bertolini, o ex-atacante da Roma Amedeo Amadei, o ex-treinador Giuseppe Viani e, por fim, o técnico do Pontisola, Igor Trocchia.

Leia também:  Confusão e tensão marcam o 2º dia de audiência do Caso Daniel no Paraná

Veja Também  Copa do Brasil: segunda fase tem locais, datas e horários definidos

A cerimônia de premiação do Hall da Fama
do futebol italiano será realizada em maio, em Florença, e os vencedores doarão uma relíquia simbólica de sua carreira ao Museu do Futebol.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana