conecte-se conosco


Mato Grosso

Publicada portaria com critérios para professor articulador da aprendizagem

Publicado

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) publicou no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (08.02) a portaria 073/19, que estabelece os critérios para a seleção e atribuição do professor articulador de aprendizagem para o ano letivo de 2019. Só poderão ser designados professores efetivos.

Conforme a portaria, terão direito a um professor articulador as unidades escolares urbanas de Ensino Fundamental que ofertam turmas de 3º ao 6º ano, exceto escolas de período integral, que atendam aos critérios estabelecidos.

De acordo com a publicação, para assegurar o direito ao laboratório de aprendizagem, é obrigatório que a escola realize um diagnóstico dos estudantes com defasagem no processo de alfabetização em língua portuguesa e matemática. Em seguida, é preciso encaminhar o resultado à Assessoria Pedagógica dentro dos prazos estabelecidos no Anexo II da portaria.

Para o Superintendente de Políticas da Educação Básica, Márcio Tadeu Magalhães, o professor articulafor deve ser um profissional com experiência e formação em pedagogia. “O articulador é uma figura prevista no chamado laboratório de aprendizagem para o ensino fundamental”, destaca. Márcio acrescenta que o professor articulador vai trabalhar nas dificuldades de alfabetização em língua portuguesa e matemática no ensino fundamental.

A portaria ressalta que, excepcionalmente, para as escolas que atendem as modalidades educação do campo, educação escolar indígena e quilombola, a jornada de trabalho para o professor articulador estará condicionada à necessidade apresentada, podendo ser em regime de 30, 20 ou 10 horas semanais, passando pela análise e parecer da Superintendência de Diversidade Educacionais (Sude).

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Veja Também  Setasc e Telemont realizam curso gratuito em MT

Mato Grosso

Sema orienta sobre checagem online da autenticidade do documento que autoriza desmate

Publicado

A autenticidade do documento de autorização de desmate pode ser checada no site da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), por meio do Sistema Integrado de Monitoramento e Licenciamento Ambiental (Simlam), que traz em tempo real os títulos emitidos pela Sema e concede essa permissão.

O título público traz diversas informações, como reserva legal, área autorizada para o desmate (medida em hectare), localização da propriedade rural e município. Para acessar o documento é preciso clicar na aba Simlam, localizada no canto direito do site da Sema (www.sema.mt.gov.br), e abrir os links: Simlam Público – Regularização do Imóvel Rural – AD. Após colocar o número do título é possível, na aba licenciamento e autorização, checar a área permitida para este desmate. 

A autenticidade também pode ser conferida por meio de informações georreferenciadas no Portal Transparência da Sema. As informações podem ser acessadas pela aba do Navegador Geográfico – Simgeo.

Na última semana, fiscais da Sema, em parceria com o Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental e Força Tática de Mato Grosso, atuaram em flagrante o desmatamento de uma área de floresta Amazônica em União do Sul. O filho de um produtor rural foi preso ao apresentar um documento falso de autorização de desmatamento.  

 A base de dados da Sema ajuda a coibir esse tipo de prática criminosa, permitindo que produtores rurais, engenheiros, técnicos e sociedade em geral consultem a existência de autorização e a área em que é permitido o desmate, evitando também a aplicação de golpes por meio de documentos fraudados.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Veja Também  Sema constrói planejamento estratégico 2019/22
Continue lendo

Mato Grosso

PM prende dois e recupera produtos furtados

Publicado

Duas ocorrências de furto foram atendidas por policiais militares em Cuiabá e em Querência (a 945 km da capital) nesta segunda e terça-feira (18 e 19.02). Duas pessoas foram presas durante as ações e produtos roubados foram recuperados.

No bairro do Carumbé, na capital, policiais da 5ª Companhia do Planalto apreenderam N.G.S. (13), com vários monitores e notebooks furtados da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). Quando os policiais chegaram ao local, o suspeito já estava imobilizado por funcionários, mas uma segunda pessoa conseguiu fugir. O menor foi encaminhado para a delegacia, para as devidas providências.

Em Querência, os policiais foram acionados via 190 pelo proprietário de uma loja de informática. Ele identificou que E.S.S. (33) vendia pelas ruas da cidade produtos furtados de seu estabelecimento. Os policiais encontraram o suspeito em sua residência, com todo o material furtado. Foram recuperadas 38 películas de celular, cabos de USB e reatores de lâmpadas florescentes. O suspeito e o material foram levados à delegacia da cidade.

Veja Também  Prevenção em Saúde e Atividade Física são temas de seminário para policiais militares

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana