conecte-se conosco


Mato Grosso

Profissionais da Segurança de MT participam de curso promovido pela Embaixada Francesa em Cuiabá

Publicado

Trinta profissionais de Segurança Pública de Mato Grosso participam de uma capacitação ministrada pela Polícia Francesa, em Cuiabá. A abertura do curso de repressão à “Lavagem de Dinheiro no Combate ao Tráfico de Drogas”, ocorrerá nesta segunda-feira (11.02), no auditório da Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Fiemt), em Cuiabá.

O curso é promovido pela Embaixada da França no Brasil, em parceria com a Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso (PJC). A capacitação foi ofertada pelo governo francês, após visitarem Mato Grosso no segundo semestre de 2018, quando conheceram a estrutura da Diretoria de Inteligência e o Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro da PJC.

Sob a coordenação da Diretoria de Inteligência da PJC, a capacitação proporcionará conhecimento a 22 policiais civis, lotados nos núcleos de inteligência do interior e região metropolitana, e também a oito servidores do Ministério Público Estadual, Procuradoria Geral do Estado, Polícia Federal, Secretaria Adjunta de Inteligência da Sesp e Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (Cira).

Veja Também  Governo estabelece meta de redução de despesa em 20%

O diretor de Inteligência da Polícia Civil, delegado Juliano Silva de Carvalho, disse que o curso gera a troca de experiências, com o conhecimento das ferramentas e das boas práticas utilizada pela Polícia Francesa no enfrentamento à lavagem de capitais por organizações criminosas.

“Esse curso visa um aprendizado específico sobre as apreensões e aquisições advindas do crime, e seu aproveitamento pelos organismos estatais, principalmente, os órgãos de segurança pública, que trabalham diretamente no enfrentamento à lavagem de dinheiro e ao crime organizado”, pontuou.

O curso tem duração de cinco dias (com 40 horas/aulas). Os primeiros quatro dias ficarão a cargo de dois policiais franceses, a capitã da Polícia Nacional Francesa, Sylvie Flamand, que é especializada na luta contra crimes financeiros, lavagem de dinheiro e a apreensão de bens adquiridos por meio de crimes e o tenente-coronel Pierre Fernandez, da Gendarmerie National Francesa, que é diretor do Centro Interministerial de Formação Anti-Droga (CIFAD) desde agosto de 2017. 

A capitã Sylvie trabalha no Centro Interministerial de Formação Anti-Droga (CIFAD), desde março de 2015.

Veja Também  Politec e PJC apresentam resultado de laudo pericial de atropelamento nesta terça (19)

O encerramento se dará com palestras dos delegados da Polícia Civil do Rio Grande do Sul, Cristiano Reschke e Felipe Bringhente, especializados também no tema de lavagem de capitais.

Os dois delegados vão apresentar boas práticas utilizadas no Rio Grande do Sul, no combate ao crime organizado e aplicação da inteligência nas investigações sobre lavagem de dinheiro. “São estudos de casos práticos voltados à proteção da sociedade e da rede financeira face ao enfrentamento da criminalidade organizada”, explicou o diretor de Inteligência da PJC.

As disciplinas abordarão assuntos ligados às questões do tráfico de drogas e lavagem de dinheiro: Geoestratégia e drogas; Os crimes de lavagem de dinheiro e a não-justificação de recursos; Lavagem de dinheiro: definição, tipologias e técnicas; A investigação patrimonial; Apreensão de aquisições advinda do crime, e aulas práticas.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Sema orienta sobre checagem online da autenticidade do documento que autoriza desmate

Publicado

A autenticidade do documento de autorização de desmate pode ser checada no site da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), por meio do Sistema Integrado de Monitoramento e Licenciamento Ambiental (Simlam), que traz em tempo real os títulos emitidos pela Sema e concede essa permissão.

O título público traz diversas informações, como reserva legal, área autorizada para o desmate (medida em hectare), localização da propriedade rural e município. Para acessar o documento é preciso clicar na aba Simlam, localizada no canto direito do site da Sema (www.sema.mt.gov.br), e abrir os links: Simlam Público – Regularização do Imóvel Rural – AD. Após colocar o número do título é possível, na aba licenciamento e autorização, checar a área permitida para este desmate. 

A autenticidade também pode ser conferida por meio de informações georreferenciadas no Portal Transparência da Sema. As informações podem ser acessadas pela aba do Navegador Geográfico – Simgeo.

Na última semana, fiscais da Sema, em parceria com o Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental e Força Tática de Mato Grosso, atuaram em flagrante o desmatamento de uma área de floresta Amazônica em União do Sul. O filho de um produtor rural foi preso ao apresentar um documento falso de autorização de desmatamento.  

 A base de dados da Sema ajuda a coibir esse tipo de prática criminosa, permitindo que produtores rurais, engenheiros, técnicos e sociedade em geral consultem a existência de autorização e a área em que é permitido o desmate, evitando também a aplicação de golpes por meio de documentos fraudados.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Veja Também  Governador irá a Brasília tentar “destravar” BR-163 e Ferrogrão
Continue lendo

Mato Grosso

PM prende dois e recupera produtos furtados

Publicado

Duas ocorrências de furto foram atendidas por policiais militares em Cuiabá e em Querência (a 945 km da capital) nesta segunda e terça-feira (18 e 19.02). Duas pessoas foram presas durante as ações e produtos roubados foram recuperados.

No bairro do Carumbé, na capital, policiais da 5ª Companhia do Planalto apreenderam N.G.S. (13), com vários monitores e notebooks furtados da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). Quando os policiais chegaram ao local, o suspeito já estava imobilizado por funcionários, mas uma segunda pessoa conseguiu fugir. O menor foi encaminhado para a delegacia, para as devidas providências.

Em Querência, os policiais foram acionados via 190 pelo proprietário de uma loja de informática. Ele identificou que E.S.S. (33) vendia pelas ruas da cidade produtos furtados de seu estabelecimento. Os policiais encontraram o suspeito em sua residência, com todo o material furtado. Foram recuperadas 38 películas de celular, cabos de USB e reatores de lâmpadas florescentes. O suspeito e o material foram levados à delegacia da cidade.

Veja Também  Polícia apreende drogas e prende cinco pessoas em Alto Garças

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana