conecte-se conosco


Mulher

Mulher encontra pela casa bilhetes de amor deixados pelo marido antes de morrer

Publicado

Lucy Kelsall perdeu o grande amor da sua vida, David, para um câncer, ela passou semanas chorando e quando finalmente conseguiu se arrastar para fora da cama percebeu que o marido tinha deixado diversos bilhetes de amor para ela espalhados pela casa. Além disso, ele deixou o sêmen congelado e, agora, ela tenta engravidar por vertilização in vitro.

Leia também: Com doença terminal, mãe escreve cartas para surpreender filha no futuro


Assim como no filme
Reprodução
Assim como no filme “P.S. Eu Te Amo”, antes de morrer Devid deixou bilhetes de amor para a esposa escondidos


A história dos bilhetes de amor
, que lembra a do filme “P.S. Eu Te Amo”, foi relatada pela própria Lucy e divulgada pelo portal britânico “The Sun”. Ela conta que conheceu David em um centro de reabilitação, no qual foi encaminhada por problemas com drogas e, ao conseguir ficar bem, acabou virando gerente do local. Já o marido foi para a reabilitação por ser alcoólatra.  

“Nós dois sentimos uma faísca instantânea, mas havia regras rígidas sobre se relacionar com pacientes, então nada aconteceu até David terminar seu processo de recuperação”, conta. Assim que ele finalizou o tratamento, o casal engatou em um relacionamento e Lucy diz que eles se tornamos inseparáveis

“Em dois anos, passamos a morar juntos, nos casamos e começamos a tentar ter um bebê. Mas um dia, no início de 2014, David, que trabalhava como assistente de apoio no centro de reabilitação, começou a reclamar de dor de garganta”, lembra Lucy. A princípio, ele foi diagnosticado com refluxo ácido silencioso, mas um tempo depois foi internado e os exames detectaram um caroço no pescoço dele.

Veja Também  Boa forma depois da gravidez: “Amamentar emagrece muito”, diz Sabrina Sato

Leia também: Mãe com câncer terminal deixa carta para filhos após um deles descobrir tumor

Duas semanas depois, ele foi diagnosticado com câncer
de garganta. “Eu me senti paralisada de medo ao pensar que poderia perder meu marido, e posso dizer que David também estava com medo. Na época, descobri que estava esperando um bebê, então tentamos nos concentrar nessa notícia incrível, mas duas semanas após o diagnóstico de David, eu abortei. Parecia que tudo estava desmoronando.”

Apesar de passar por diversas sessões de quimioterapia e várias rodadas de radioterapia e outros procedimentos para remover os gânglios linfáticos, mas mais caroços apareciam. No total, ele desenvolveu cinco tumores na garganta em quatro anos.

A voz foi substituída pelos bilhetes de amor


Como David não conseguia mais falar, ele passou a escrever bilhetes de amor para Lucy
shutterstock
Como David não conseguia mais falar, ele passou a escrever bilhetes de amor para Lucy

Em uma tentativa desesperada de vencer a doença de vez, David teve sua caixa de voz e laringe removidas e perder a capacidade de falar foi um golpe devastador. “Sem voz, ele começou a escrever bilhetes de amor para expressar como se sentia. Eles apareceriam em lugares inesperados: no carro, espalhados pela sala de estar ou debaixo do travesseiro. Toda vez que eu encontrava um, meu coração dava um pulo.”

Durante alguns meses, o casal tentou esquecer o câncer de David, mas meses depois ele voltou agressivamente. O tumor foi enrolado em torno de uma artéria e os cirurgiões não puderam removê-lo. Os médicos nos disseram que o câncer tinha se espalhado para os pulmões e não havia mais nada que eles pudessem fazer. “Eu comecei a chorar quando David me abraçou com força”, conta Lucy.

Veja Também  5 fantasias de carnaval que vão fazer sucesso em 2019, segundo o Pinterest

Durante os dias que seguiram, o casal
aproveitou o tempo junto, assistiram a filmes e ficaram abraçamos em silêncio. “Ele não tinha força para escrever mais, mas a última coisa que ele fez conscientemente foi tocar ‘Can’t Help Falling in Love’, do Elvis Presley, no celular dele.”

Depois desses dias juntos, David faleceu. “Meu coração se partiu e passei semanas em casa soluçando. Amigos e familiares foram uma ajuda incrível, mas fiquei arrasada. Na primeira manhã em que consegui me arrastar para fora da cama, encontrei o bilhete de David em minha tigela de cereal.”

Lucy continua: “Lendo suas palavras amorosas, senti que ele ainda estava perto de mim. Eu estava evitando separar seus pertences, mas desesperada para descobrir se ele deixou mais notas, corri para a gaveta de sua escrivaninha. Ao abrir, meus olhos se encheram de lágrimas ao ver cartões endereçados a mim para o dia dos namorados, nosso aniversário e meu aniversário”.

Leia também: Jovem encontra bilhete de 38 anos atrás com recado de amor e procura dono

Nas semanas seguintes, ela se deparou com diversos bilhetes de amor
e poemas de David. “Mesmo agora, sempre que leio uma das anotações de David, lembro-me de que ele sempre estará comigo de alguma forma. Congelamos o esperma dele antes do tratamento, então estou passando por fertilização in vitro para tentar ter um bebê. Eu já mudei de casa e eu não sei se vou encontrar outro bilhete dele, mas quem sabe? Eu nunca vou parar de procurar.”

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook

Mulher

“Buttery skin” é nova tendência de maquiagem para pele perfeita

Publicado

Há uma nova tendência de maquiagem esperando para ser testada! Já sabemos que deixar a  pele com um “ar” natural
é a ideia do momento, mas as formas de fazer isso podem variar — e é exatamente sobre isso que essa alternativa, chamada “buttery skin”, se trata.


A 'buttery skin' é a nova tendência de maquiagem que foca na preparação da pele usando um produto simples: hidratante
Reprodução/Instagram/isabelle.de.vries/
A ‘buttery skin’ é a nova tendência de maquiagem que foca na preparação da pele usando um produto simples: hidratante

O foco dessa tendência de maquiagem
é, basicamente, apostar em uma boa forma de preparar a pele. Ainda assim, isso não significa que é preciso abandonar completamente o iluminador, já que ele ainda será usado para dar aquele “glow” na hora de fazer o acabamento, mas talvez você vá deixá-lo um pouco de lado. Afinal, a “buttery skin” dá um brilho natural. 

A tendência viralizou no Instagram da maquiadora norte-americana Isabelle de Vries e o objetivo é realmente deixar a pele com um visual “amanteigado” (a palavra “butter”, em ingês, significa manteiga). O ”  buttery skin
” usa hidratante para preparar a pele de deixá-la mais bonita antes de receber a maquiagem.

Veja Também  Professora “imita” aluna e corta cabelo depois de criança ser vítima de bullying

Segundo a profissional, o ideal é combinar a técnica com um contorno leve. 

1. Use hidratante
na pele e deixe por alguns minutos. Esse tempo é necessário para que a pele absorva o produto e fique hidratada antes de receber os demais cosméticos; 

2. Para criar o efeito “buttery” é só aplicar a base que você utiliza normalmente com os dedos — o fato deles serem quentes é o que vai “selar” o maquiagem na pele. Nesse caso, menos é mais, então não exagere na quantidade e use apenas para cobrir a pele de leve; 

3. Finalize aplicando corretivo com um pincel de sombra, que vai deixar a pele iluminada. 

Outra técnica de maquiagem com hidratante faz sucesso


A 'baking makeup'é uma tendência de maquiagem que já estava em alta antes da técnica 'buttery' viralizar nas redes
Reprodução/Youtube/Heidi Hamoud
A ‘baking makeup’é uma tendência de maquiagem que já estava em alta antes da técnica ‘buttery’ viralizar nas redes

Mesmo antes do “buttery” viralizar nas redes sociais, a técnica de “baking makeup” já fazia sucesso. O foco dessa alternativa também é preparar bem a pele para receber a maquiagem e ainda ajuda a evitar  “rugas” de corretivo
na área abaixo dos olhos. 

Veja Também  3 feitos de Karl Lagerfeld que mudaram a indústria da moda

Se quer investir nisso, é só usar hidratante para área dos olhos antes de passar qualquer cosmético. Em seguida, passe uma camada de corretivo e misture os dois com a ajuda de uma esponja úmida. Por último, aplique uma quantidade visível de pó translúcido
com um pincel de sombra para dar acabamento — mas calma, o resultado não é esse.

O objetivo desse último passo é deixar os produtos “assando” na pele e retirar o excesso de pó depois desse de 5 a 10 minutos. A tendência de maquiagem
 “baking” é bastante popular entre celebridades, como Kim Kardashian, mas será que a “buttery” vai seguir esse caminho?

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

3 feitos de Karl Lagerfeld que mudaram a indústria da moda

Publicado

O estilista alemão Karl Lagerfeld morreu nesta terça-feira (19) aos 85 anos de idade, em Paris, na França. Um dos maiores ícones da moda, ele ficou conhecido pelo trabalho como diretor criativo da francesa Chanel, marca de grande nome na indústria fashion. 


O estilista Karl Lagerfeld, diretor criativo das marcas Chanel e Fendi, morre aos 85 anos de idade em Paris, na França
Reprodução/Instagram/karllagerfeld
O estilista Karl Lagerfeld, diretor criativo das marcas Chanel e Fendi, morre aos 85 anos de idade em Paris, na França


Karl Lagerfeld
começou seu trabalho na casa de moda francesa Chloé, onde atuou de 1963 à 1978. Em 1965, passou a assinar as coleções da marca italiana Fendi, antes de ser nomeado diretor artístico da Chanel anos depois, em 1983, pelo conjunto de suas coleções de alta costura, prêt-à-porter e acessórios. Em 1984, criou a marca que leva seu nome. Além disso, ele participou de projetos paralelos ligados à fotografia, cinema e design de interiores. 

O trabalho do estilista deixou um legado e revolucionou não só as marcas que comandava, mas o mundo da moda como um todo; confira alguns de seus feitos abaixo:

1. O trabalho de Karl Lagerfeld foi revoluncionário para a Chanel


O trabalho de Karl Lagerfeld revolucionou a marca francesa Chanel, levando modernismo às peças sem tirar a essência
Reprodução/Instagram/chanelofficial
O trabalho de Karl Lagerfeld revolucionou a marca francesa Chanel, levando modernismo às peças sem tirar a essência

Fundada em 1910 por Gabrielle “Coco” Chanel, a Chanel
é uma das mais conhecidas do mundo quando o assunto é alta costura. Porém, quando Karl assumiu o cargo de diretor criativo, a marca estava à beira da falência.

Com o objetivo de perpetuar o estilo lançado pela fundadora, ele lançou uma linha que resgatava as influências do trabalho de Coco Chanel nas décadas de 20 e 30 que chamou atenção do público e da crítica. Além disso, também renovou o estilo das clássicas bolsas da grife francesa, que se tornaram grandes sonhos de consumo das apaixonadas por moda. 

Veja Também  5 fantasias de carnaval que vão fazer sucesso em 2019, segundo o Pinterest

Em publicação no Instagram, a Chanel descreveu o estilista como “um indivíduo extraodinariamente criativo”, que “reinventou os códigos da marca criados por Gabrielle Chanel”, como os  famosos terninhos
e jaquetas, vestidos pretos, tweeds, sapatos de dois tons, bolsas e jóias. Além de ter explorado “muitos horizontes artíticos”, já que participava de todos os processos de criação, desde o desenho até as campnhas. 

O legado de Karl à marca francesa significou que, ao mesmo tempo em que levou os conceitos de modernidade e renovação para as criações, conseguiu manter as características clássicas e a essência idealizada por Coco Chanel. 

2. Karl Lagerfeld é um dos responsáveis por tornar Paris a capital da moda


O estilista Karl Lagerfeld foi um dos responsáveis por tornar a cidade de Paris conhecida como 'a capital da moda'
Reprodução/Instagram/chanelofficial
O estilista Karl Lagerfeld foi um dos responsáveis por tornar a cidade de Paris conhecida como ‘a capital da moda’

Paris é a capital da moda e Karl é um dos responsáveis por levar esse legado ao resto do mundo. Até 1850, o conceito de estilista não existia e quem fazia as roupas eram costureiros anônidos. Depois que Charles Frederick Worth, considerado o pai da alta costura, passou a assinar suas criações, outros estilistas começaram a fazer o mesmo. 

Veja Também  “Por que devemos esconder nossos corpos?”, questiona influenciadora australiana

Assim, eles passaram a ditar o que estava em alta e, literalmente, ditar moda. Ao mesmo tempo, Paris era um centro cultural que influenciava o mundo inteiro e quando as semanas de moda passaram a ser o foco para divulgar a alta costura, a ” Paris Fashion Week
” se tornou destaque. 

Sobre a morte do estilista, Bernard Arnault, presidente do grupo LVMH, holding francesa responsável pela Fendi, disse em nota que a “moda e cultura perdem uma grande inspiração”, já que Karl “ajudou a fazer de Paris a capital da moda do mundo”.

3. O estilo de Karl Lagerfeld o fez ser reconhecido como designer de moda


Karl Lagerfeld tinha um visual registrado e sempre chamava atenção por onde passada por causa dos óculos escuros
Reprodução/Instagram/karllagerfeld
Karl Lagerfeld tinha um visual registrado e sempre chamava atenção por onde passada por causa dos óculos escuros

O estilista tinha um visual registrado
: trajes escuros, sempre de luvas, os óculos de sol e o rabo de cavalo baixo. E esse foi um dos fatores que o deixou mais conhecido entre os estilistas das grandes marcas e o tornou um dos grandes nomes da moda, inclusive para além de seu trabalho.

Instantaneamente reconhecível em qualquer lugar que passasse, a forma de se vestir e de se portar de  Karl Lagerfeld
 o tornou um dos profissionais que levou as marcas a serem mais reconhecidas por seus designers. Como ele mesmo se descrevia, era uma “caricatura de si mesmo” e o legado que deixou será lembrado. 

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana