conecte-se conosco


Mulher

Mãe expõe estrias na barriga, vira modelo e incentiva outras mulheres

Publicado

A britânica Chelsea Outram, de 23 anos, ficou com muitas estrias na barriga depois de engravidar de Amara, que hoje tem três anos. Sem vergonha do seu corpo, ela faz sucesso no Instagram e atualmente faz trabalhos como modelo. Ela diz que continuará mostrando seu corpo de forma real para inspirar outras mulheres a se aceitarem e não cederem à pressão estética
.


Chelsea Outram resolveu expor suas estrias na barriga no Instagram e muitas mães se sentiram representadas por ela
Reprodução/Instagram
Chelsea Outram resolveu expor suas estrias na barriga no Instagram e muitas mães se sentiram representadas por ela


Em entrevista ao portal britânico “The Sun”, a jovem conta que recebe muitos comentários ofensivos nas redes sociais. Ela diz que muitos seguidores criticam o corpo dela e muitas mulheres comentam que os homens não querem ver as estrias
dela, mas a britânica deixa claro que não liga para as críticas e não tem que agradar os homens.  

Um dos comentários que Chelsea achou mais ofensivo diz o seguinte: “É por isso que você está solteira, os homens não querem ver esse tipo de barriga, faça apenas selfies”. Ela claramente não deixa isso barato e rebate: “Eu não faço isso para obter aprovação dos homens, é algo estritamente para ajudar as mulheres e mães quem estão lutando [contra os padrões]”.

Veja Também  Jovem ganha festa de despedida para seus peitos antes de fazer mastectomia

Chelsea, que soma mais de 64,8 mil seguidores no Instagram e é uma influenciadora digital, mostrou pela primeira vez uma foto de suas estrias
em agosto de 2017 e foi elogiada e considerada uma inspiração por outras mães. Toda essa repercussão fez com que ela continuasse mostrando seu corpo
do jeito que ele realmente é.

Para a britânica, as pessoas enxergam os influenciadores como perfeitos e, por isso, os seguidores acham tão incrível o fato dela mostrar as “falhas” que possui e como ela aceita isso com muito amor-próprio. “No geral, a resposta que eu recebo toda vez que eu posto uma foto é incrível e me faz querer continuar postando mais fotos similares. Já teve mulheres que me disseram que eu as ajudei a superar a depressão”, conta a jovem.

Estrias rendem trabalho como modelo


Com toda essa representatividade e aceitação, Chelsea foi abordada por uma agência de modelos pelo Instagram, mas ela ignorou a proposta por um ano porque achava que não seria aceita por ter engordado durante a gravidez. Como eles insistiram, e a mãe
resolveu reponder que seu manequim havia aumentado e, para sua surpresa, a agência disse que a queria como modelo mesmo assim.

Veja Também  Fluvia Lacerda posa de maiô e inspira: “Por um verão liberto de preconceitos”

“Eles me contrataram como a primeira modelo com curva da agência e isso me fez sentir tão para cima que eu só pensava: ‘Eu posso ser um modelo tendo curvas e posso ter estrias”, comenta a mãe que chegou a odiar seu corpo após a gravidez, mas agora ama forma física.

Conseguindo muitos trabalhos, Chelsea se sente como uma referência para outras mulheres. “Estar nessa indústria é muita pressão, pois minha renda é baseada na minha aparência. Por outro lado, eu acho que quanto mais as pessoas reconhecem que ninguém é perfeito e que todos têm ‘falhas’ fica mais fácil para garotas como nós entrar nessa indústria.”

Leia também: Cinco corpos e mulheres diferentes, mas a mesma pressão estética

Ela não cogita fazer nenhum procedimento estético para diminuir as marcas que possui sua barriga. “Ao invés de remover, eu as mantenho. Minhas estrias
estão me rendendo muitos contratos. Espero que, no verão, eu esteja postando fotos de minhas usando biquínis e desejo que isso ajude outras mulheres a abraçarem seus complexos”, finaliza.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook

Mulher

“Buttery skin” é nova tendência de maquiagem para pele perfeita

Publicado

Há uma nova tendência de maquiagem esperando para ser testada! Já sabemos que deixar a  pele com um “ar” natural
é a ideia do momento, mas as formas de fazer isso podem variar — e é exatamente sobre isso que essa alternativa, chamada “buttery skin”, se trata.


A 'buttery skin' é a nova tendência de maquiagem que foca na preparação da pele usando um produto simples: hidratante
Reprodução/Instagram/isabelle.de.vries/
A ‘buttery skin’ é a nova tendência de maquiagem que foca na preparação da pele usando um produto simples: hidratante

O foco dessa tendência de maquiagem
é, basicamente, apostar em uma boa forma de preparar a pele. Ainda assim, isso não significa que é preciso abandonar completamente o iluminador, já que ele ainda será usado para dar aquele “glow” na hora de fazer o acabamento, mas talvez você vá deixá-lo um pouco de lado. Afinal, a “buttery skin” dá um brilho natural. 

A tendência viralizou no Instagram da maquiadora norte-americana Isabelle de Vries e o objetivo é realmente deixar a pele com um visual “amanteigado” (a palavra “butter”, em ingês, significa manteiga). O ”  buttery skin
” usa hidratante para preparar a pele de deixá-la mais bonita antes de receber a maquiagem.

Veja Também  Por que mulheres gordas e bem resolvidas ainda incomodam tanto a sociedade?

Segundo a profissional, o ideal é combinar a técnica com um contorno leve. 

1. Use hidratante
na pele e deixe por alguns minutos. Esse tempo é necessário para que a pele absorva o produto e fique hidratada antes de receber os demais cosméticos; 

2. Para criar o efeito “buttery” é só aplicar a base que você utiliza normalmente com os dedos — o fato deles serem quentes é o que vai “selar” o maquiagem na pele. Nesse caso, menos é mais, então não exagere na quantidade e use apenas para cobrir a pele de leve; 

3. Finalize aplicando corretivo com um pincel de sombra, que vai deixar a pele iluminada. 

Outra técnica de maquiagem com hidratante faz sucesso


A 'baking makeup'é uma tendência de maquiagem que já estava em alta antes da técnica 'buttery' viralizar nas redes
Reprodução/Youtube/Heidi Hamoud
A ‘baking makeup’é uma tendência de maquiagem que já estava em alta antes da técnica ‘buttery’ viralizar nas redes

Mesmo antes do “buttery” viralizar nas redes sociais, a técnica de “baking makeup” já fazia sucesso. O foco dessa alternativa também é preparar bem a pele para receber a maquiagem e ainda ajuda a evitar  “rugas” de corretivo
na área abaixo dos olhos. 

Veja Também  Fluvia Lacerda posa de maiô e inspira: “Por um verão liberto de preconceitos”

Se quer investir nisso, é só usar hidratante para área dos olhos antes de passar qualquer cosmético. Em seguida, passe uma camada de corretivo e misture os dois com a ajuda de uma esponja úmida. Por último, aplique uma quantidade visível de pó translúcido
com um pincel de sombra para dar acabamento — mas calma, o resultado não é esse.

O objetivo desse último passo é deixar os produtos “assando” na pele e retirar o excesso de pó depois desse de 5 a 10 minutos. A tendência de maquiagem
 “baking” é bastante popular entre celebridades, como Kim Kardashian, mas será que a “buttery” vai seguir esse caminho?

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

3 feitos de Karl Lagerfeld que mudaram a indústria da moda

Publicado

O estilista alemão Karl Lagerfeld morreu nesta terça-feira (19) aos 85 anos de idade, em Paris, na França. Um dos maiores ícones da moda, ele ficou conhecido pelo trabalho como diretor criativo da francesa Chanel, marca de grande nome na indústria fashion. 


O estilista Karl Lagerfeld, diretor criativo das marcas Chanel e Fendi, morre aos 85 anos de idade em Paris, na França
Reprodução/Instagram/karllagerfeld
O estilista Karl Lagerfeld, diretor criativo das marcas Chanel e Fendi, morre aos 85 anos de idade em Paris, na França


Karl Lagerfeld
começou seu trabalho na casa de moda francesa Chloé, onde atuou de 1963 à 1978. Em 1965, passou a assinar as coleções da marca italiana Fendi, antes de ser nomeado diretor artístico da Chanel anos depois, em 1983, pelo conjunto de suas coleções de alta costura, prêt-à-porter e acessórios. Em 1984, criou a marca que leva seu nome. Além disso, ele participou de projetos paralelos ligados à fotografia, cinema e design de interiores. 

O trabalho do estilista deixou um legado e revolucionou não só as marcas que comandava, mas o mundo da moda como um todo; confira alguns de seus feitos abaixo:

1. O trabalho de Karl Lagerfeld foi revoluncionário para a Chanel


O trabalho de Karl Lagerfeld revolucionou a marca francesa Chanel, levando modernismo às peças sem tirar a essência
Reprodução/Instagram/chanelofficial
O trabalho de Karl Lagerfeld revolucionou a marca francesa Chanel, levando modernismo às peças sem tirar a essência

Fundada em 1910 por Gabrielle “Coco” Chanel, a Chanel
é uma das mais conhecidas do mundo quando o assunto é alta costura. Porém, quando Karl assumiu o cargo de diretor criativo, a marca estava à beira da falência.

Com o objetivo de perpetuar o estilo lançado pela fundadora, ele lançou uma linha que resgatava as influências do trabalho de Coco Chanel nas décadas de 20 e 30 que chamou atenção do público e da crítica. Além disso, também renovou o estilo das clássicas bolsas da grife francesa, que se tornaram grandes sonhos de consumo das apaixonadas por moda. 

Veja Também  Noiva ameaça cortar melhor amiga de casamento se ela não emagrecer

Em publicação no Instagram, a Chanel descreveu o estilista como “um indivíduo extraodinariamente criativo”, que “reinventou os códigos da marca criados por Gabrielle Chanel”, como os  famosos terninhos
e jaquetas, vestidos pretos, tweeds, sapatos de dois tons, bolsas e jóias. Além de ter explorado “muitos horizontes artíticos”, já que participava de todos os processos de criação, desde o desenho até as campnhas. 

O legado de Karl à marca francesa significou que, ao mesmo tempo em que levou os conceitos de modernidade e renovação para as criações, conseguiu manter as características clássicas e a essência idealizada por Coco Chanel. 

2. Karl Lagerfeld é um dos responsáveis por tornar Paris a capital da moda


O estilista Karl Lagerfeld foi um dos responsáveis por tornar a cidade de Paris conhecida como 'a capital da moda'
Reprodução/Instagram/chanelofficial
O estilista Karl Lagerfeld foi um dos responsáveis por tornar a cidade de Paris conhecida como ‘a capital da moda’

Paris é a capital da moda e Karl é um dos responsáveis por levar esse legado ao resto do mundo. Até 1850, o conceito de estilista não existia e quem fazia as roupas eram costureiros anônidos. Depois que Charles Frederick Worth, considerado o pai da alta costura, passou a assinar suas criações, outros estilistas começaram a fazer o mesmo. 

Veja Também  3 feitos de Karl Lagerfeld que mudaram a indústria da moda

Assim, eles passaram a ditar o que estava em alta e, literalmente, ditar moda. Ao mesmo tempo, Paris era um centro cultural que influenciava o mundo inteiro e quando as semanas de moda passaram a ser o foco para divulgar a alta costura, a ” Paris Fashion Week
” se tornou destaque. 

Sobre a morte do estilista, Bernard Arnault, presidente do grupo LVMH, holding francesa responsável pela Fendi, disse em nota que a “moda e cultura perdem uma grande inspiração”, já que Karl “ajudou a fazer de Paris a capital da moda do mundo”.

3. O estilo de Karl Lagerfeld o fez ser reconhecido como designer de moda


Karl Lagerfeld tinha um visual registrado e sempre chamava atenção por onde passada por causa dos óculos escuros
Reprodução/Instagram/karllagerfeld
Karl Lagerfeld tinha um visual registrado e sempre chamava atenção por onde passada por causa dos óculos escuros

O estilista tinha um visual registrado
: trajes escuros, sempre de luvas, os óculos de sol e o rabo de cavalo baixo. E esse foi um dos fatores que o deixou mais conhecido entre os estilistas das grandes marcas e o tornou um dos grandes nomes da moda, inclusive para além de seu trabalho.

Instantaneamente reconhecível em qualquer lugar que passasse, a forma de se vestir e de se portar de  Karl Lagerfeld
 o tornou um dos profissionais que levou as marcas a serem mais reconhecidas por seus designers. Como ele mesmo se descrevia, era uma “caricatura de si mesmo” e o legado que deixou será lembrado. 

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana