conecte-se conosco


Politica MT

Moretto articula reunião entre prefeitos e lideranças da região oeste de MT

Publicado

Foto: Marcos Lopes

Por Max Aguiar/ Assessoria de Gabinete

O deputado estadual Valmir Moretto (PRB) acompanhou prefeitos e lideranças políticas da região oeste de Mato Grosso em intensas agendas na tarde de quarta-feira (6), nas secretarias de Infraestrutura e de Educação do estado. Com o intermédio do parlamentar, as visitas truxeram respostas positivas à população.

A comitiva integrada pelos chefes do Executivo de Nova Lacerda e Jauru e vereadores de Cáceres, iniciou as visitações pela pauta junto à Sinfra, liderada pelo secretário Marcelo Padeiro. Na oportunidade, a pedido de Moretto, Padeiro ouviu e colheu as principais demandas da população para as obras rodoviárias da região. A principal demanda trata da pavimentação da MT-343, que liga Cáceres a Barra do Bugres, passando pela comunidade de Vila Aparecida, próxima a Porto Estrela. Ao total,  segundo o projeto, são 24.6km que precisam ser asfaltados.  

Segundo o engenheiro da empresa HL Construtora, Rafael Ferreira, só está faltando a ordem de serviço ser liberada para que os trabalhos sejam concluídos. “Com a ajuda do deputado Moretto e a recepção do secretário Marcelo, creio que em menos de um  ano, após a ordem de serviço ser liberada, nós poderemos entregar a pavimentação da região”, comentou.

Após a primeira reunião, Padeiro e Moretto atenderam o prefeito de Jauru, Pedro Ferreira. Nessa oportunidade Ferreira destacou os problemas por conta dos buracos que tocam conta da malha viária da cidade, que tem 10 mil habitantes. O prefeito chegou a dizer que está prestes a decretar calamidade, pois desde o Governo passado o pedido é feito, mas ninguém dá uma resposta plausível aos munícipes.

“Estamos em busca de liberação de recursos para que possamos suprir essa necessidade. Hoje em dia não tem como trafegar de carro, pois a buraqueira lá é tamanha. Agradecemos ao deputado Valmir Moretto por nos ajudar nessa conversa com o secretário Padeiro, pois precisamos levar ao menos uma resposta pra população”, disse o gestor.

Veja Também  Qualidade de ensino é tema de projeto de lei do deputado Elizeu Nascimento

Em resposta, Marcelo Padeiro disse que por conta do decreto de Calamidade Financeira feita pelo governador Mauro Mendes, não existe condições de fazer repasse no momento para a cidade, porém pediu que a equipe de Jauru protocolasse o pedido para que ao menos uma força tarefa faça um projeto de tapa buracos assim que o período de chuvas der uma trégua.

Em seguida foi a vez do prefeito de Nova Lacerda, Wilson José da Silva, repassar as demandas da cidade para o secretário de Infraestrutura. Na oportunidade, uma patrulha mecânica foi solicitada juntamente com o  serviço de recapeamento com lama asfáltica para todo o município, que também sofre com os problemas de buracos nas vias. Todos os pedidos foram intermediados pelo deputado Valmir Moretto, que também agradeceu a presteza do secretário Padeiro em receber a comitiva da região Oeste.

“Nosso trabalho como deputado é servir o povo. E mesmo sabendo das dificuldades do Estado, nós estamos enxergando a vontade de trabalhar dos secretários. Aqui na Sinfra, o secretário Padeiro mostrou isso pra nós, e por isso agradecemos o respeito dele com os prefeitos, vereadores e lideranças da região. Com muito trabalho e empenho, vamos ajudando a desenvolver nossos municípios”, concluiu Moretto.

Educação

Ainda na tarde quarta-feira (6), os prefeitos de Nova Lacerda e Jauru, acompanhados do deputado, foram até a Secretaria de Educação do Estado. Lá, o secretário-adjunto Executivo, Alan Rezende Porto, ouviu demandas como término de obras de escola, equipação do posto de transformação que abastece as escolas rurais e climatização das salas de aula.

Veja Também  Audiência Pública em Juara debate regularização fundiária urbana

Por solicitação de Moretto, todos os pedidos foram protocolados na Seduc e o levantamento para saber quais projetos estão com recursos federais empenhados será feito neste mês. Assim feito, as obras poderão recomeçar e os pedidos poderão ser atendidos.

Para o diretor Roberto Conceição Nogueira, da Escola Hermes José da Silva, em Nova Lacerda, a atuação de Moretto, em liderar a comitiva em busca de melhorias na Educação, mostra o quanto o deputado está compelido para ajudar os munícipes da região oeste.

“Essa ajuda que o Moretto está nos dando é muito importante. Ele acompanhou nossa equipe em todas as reuniões, veio na Seduc, intermediou uma reunião e nós estamos torcendo que os trabalhos do Estado possam começar o quanto antes. Para nós, que somos lá da ponta, esse “cara a cara” com o secretário e um deputado é tamanha importância”, comentou o gestor escolar.

O secretário Alan Porto destacou a importância da reunião. “A gente está trabalhando em parceria com os deputados e prefeitos para que possamos ficar a par das condições das escolas. E eu vejo isso de forma positiva, pois assim poderemos tomar decisões que destravam trabalhos e ajuda a melhor a educação das cidades do interior, hoje nesse caso, as da região oeste. A população pode aguardar, que vamos trabalhar forte nesta região”, enfatizou.

O deputado Valmir Moretto resumiu as agendas como positivas e destacou que "as portas do gabinete estão sempre abertas para que a população possa buscar esse tipo de apoio nas secretarias estaduais". “O nosso patrão é povo. Os prefeitos, vereadores, lideranças que quiserem e precisar de nosso apoio, o gabinete está aberto para qualquer tipo solicitação. OEestado precisa melhorar e se cada um fizer seu papel, vamos fazer isso rápido e com perfeição”, finalizou o parlamentar. 

Fonte: ALMT
Comentários Facebook

Politica MT

Quase 100 projetos de lei são apresentados em uma semana

Publicado

Foto: Ronaldo Mazza

Em quatro sessões ordinárias, 92 projetos de lei (PL) foram lidos na 19ª Legislatura da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), uma média de 23 por sessão, além dos requerimentos, projetos de resolução, entre outros documentos legislativos. Os deputados reeleitos foram responsáveis pela apresentação de 79 matérias e 11 foram apresentados pelos novos parlamentares. Ainda tiveram dois encaminhados por outros Poderes.

O volume expressivo é mais comum nos primeiros anos de cada legislatura. O supervisor legislativo de documentação, Gabriel Lucas Scardini Barros, explica que todos os projetos que receberam parecer contrário da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) e não foram para segunda votação em plenário ou que não foram votados até o último dia da legislatura são arquivados.  Esta determinação foi regulamentada pelo Ato 05/2019 da Mesa Diretora e está prevista no regimento interno da ALMT.

“Com isso, os deputados reeleitos reapresentam seus projetos arquivados, que voltam a tramitar com nova numeração. Ou também podem apresentar os projetos arquivados de deputados que deixaram o Parlamento”, explica Gabriel Barros.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), foi o parlamentar que mais apresentou projetos nesta legislatura, totalizando 27 projetos de lei. Os deputados Guilherme Maluf (PSDB) e Valdir Barranco (PT) apresentaram 19 projetos, Dilmar Dal Bosco protocolou sete, Wilson Santos (PSDB) seis e o deputado Ondonir Bortolini, o Nininho (PSD), um projeto de lei.

Veja Também  Audiência Pública em Juara debate regularização fundiária urbana

Dos projetos do deputado Guilherme Maluf, 16 foram reapresentados, dentre eles está o que prevê a reserva de 5% das vagas de empregos para mulheres vítimas de violência, o cadastro “Não Perturbe” para impedir que as empresas de telemarketing ou estabelecimentos que se utilizem deste serviço efetuem ligações telefônicas não autorizadas para os usuários nele inscritos e o programa de apadrinhamento de espaços públicos no estado.

Entre os novatos, os deputados Elizeu Nascimento (DC) e Sílvio Fávero (PSL) foram os que mais procolaram projetos de lei, com três propostas cada. Thiago Silva (MDB) apresentou dois projetos e Ulysses Moraes (DC), Delegado Claudinei (PSL) e Dr. Gimenez (PV) apresentaram um projeto de lei cada.

De acordo com Gabriel Barros, os novatos devem aumentar a participação com relação às proposituras nas próximas semanas, a partir da capacitação das equipes técnicas que está em andamento na Assembleia. “Os assessores estão sendo inseridos no sistema de documentos legislativos e estamos promovendo um curso sobre sistema de cadastramentos, as normativas que regem o Poder Legislativo e formatação dos textos que tramitam na Casa.

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
Continue lendo

Politica MT

CPI vai ter colaboração do Ministério Público do Estado em investigações

Publicado

Foto: ABDALLA AZO ZAROUR / Assessoria de Gabinete

O novo chefe do Ministério Público do Estado (MPE), promotor de Justiça José Antônio Borges, confirmou ao presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito da Sonegação e Renúncia Fiscal (CPI), deputado estadual Wilson Santos (PSDB), na manhã desta terça-feira (19), que o MPE vai colaborar com informações para auxiliar as investigações da CPI na Assembleia Legislativa.

O promotor toma posse como novo procurador-geral de Justiça de Mato Grosso na próxima sexta-feira, dia primeiro de março, e adiantou ao presidente da CPI interesse em colaborar com que for possível na Comissão de Investigação.

“O que for de interesse público, nós vamos colaborar”, ressaltou Borges. O deputado disse ao futuro procurador-geral que a CPI deve estar pronta até a próxima sexta-feira (22). Até o momento, somente Wilson Santos se manifestou como presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito. Faltam nove nomes para completar a CPI, sendo mais quatro titulares e cinco suplentes.

Wilson Santos explicou a José Antônio Borges que não quer uma investigação restrita. “Nós vamos ampliar mais essa investigação contra a sonegação no estado. Nosso objetivo é que não haja restrição de segmentos econômicos”.

Veja Também  Deputados debatem rito de indicação de vaga no TCE

Nesta segunda-feira (18), Wilson Santos teve audiência com o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha. O chefe do Poder Judiciário disse que vai colaborar com informações que possam ajudar as investigações da CPI.

“A CPI é importante. No que o Poder Judiciário for solicitado vai colaborar. Temos clareza da necessidade de acabar com a sonegação no estado de Mato Grosso”, disse o presidente do TJMT.

Na semana passada, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) se colocou à disposição em colaborar com os trabalhos da CPI. Na audiência com o vice-presidente da Corte de Contas, conselheiro Luiz Henrique Lima se comprometeu a colaborar.

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana