conecte-se conosco


Mulher

Amamentação em piscina pública: mãe afirma ter sido impedida de alimentar bebê

Avatar

Publicado

Não é novidade que a amamentação em locais públicos ainda é um tabu para muitas pessoas. Como consequência, muitas mulheres são orientadas a deixar certos espaços para amamentar em outro ambiente e até sofrem retaliações por alimentar seus bebês em locais compartilhados.

Leia também: Mãe é impedida de amamentar em restaurante e mulheres se manifestam


Amamentação em locais públicos ainda é um tabu e muitas mulheres são reprimidas por alimentar seus filhos
shutterstock
Amamentação em locais públicos ainda é um tabu e muitas mulheres são reprimidas por alimentar seus filhos

Recentemente, um caso como esse aconteceu em uma piscina pública na Austrália. Uma mãe que não teve a sua identidade revelada compartilhou um relato em um grupo de pais do Facebook contando o episódio. De acordo com a mulher, ela foi convidada a deixar o Centro de Lazer de Lakside após um salva-vidas ver a amamentação
em público.

“Alguém já foi convidado a se retirar de uma piscina pública
porque estava amamentando?”, escreve a mãe. Ela conta que essa foi a segunda vez que um salva-vidas a abordou e pediu para que ela saísse da água porque estava amamentando seu bebê de dez meses. A mãe fala que sempre frequenta o espaço para levar o filho às aulas de natação.

Veja Também  Casa de Criadores: tudo o que rolou na 46ª edição

Leia também: Amamentação em público: mãe é ‘orientada’ a se cobrir e tem reação surpreendente

Segundo a mulher, o salva-vidas disse a ela que comidas e bebidas não são permitidas na piscina, que tomar leite dentro da água é um risco à higiene e, por fim, o bebê poderia vomitar na água.

Ela ainda acrescentou dizendo que aquela experiência foi algo que realmente a afetou e que ela estava se sentindo muito “brava e chateada”. A mãe ainda finaliza dizendo que as justificativas do salva-vidas são “patéticas” e mostram “uma clara falta de compreensão da biologia humana básica, já que ela não pode impedir a saída do leite”.

Leia também: Manequins aparecem amamentando em shopping e projeto faz sucesso

Amamentação em locais públicos

Esse não foi o primeiro caso em que uma mulher foi impedida de amamentar
em público. Na verdade, é comum encontrar relatos de mães nas redes sociais compartilhando histórias que vivenciaram isso. Aqui no Delas
nós já noticiamos uma série de casos ao redor do mundo de mães que não puderam alimentar seus filhos publicamente. Acima, é possível relembrar os casos mais marcantes em que a amamentação
pública foi impedida ou de mães que defenderam o ato.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook

Mulher

10 brinquedos para estimular a mente do seu filho

Avatar

Publicado

source

Brincar é tão gostoso e também uma experiência pedagógica que deve ser valorizada na infância. No entanto, é possível incrementar essa experiência com brinquedos projetados para desenvolver os pequeninos. 

Leia também: Volta às aulas exige planejamento familiar e pesquisa na web pode ser trunfo

criança brincando arrow-options
shutterstock
organização

Da capacidade de raciocínio ao cognitivo, passando pela matemática e pela memorização do alfabeto, há diversos brinquedos que ajudam no desenvolvimento intelectual da criança. O iG Delas listou dez boas escolhas. Confira!

Crianças até dois anos

Bebê também brinca e para crianças entre 6 e 36 meses uma boa pedida são os potinhos para empilhar e rolar da Mattel . O brinquedo ajuda a promover habilidades motoras, introduz cores, números e contagem e tamanho e forma relativos. Para a mesma faixa-etária, outra boa sugestão é o Encaixa Borboleta . O objetivo também é desenvolver habilidades motoras e as peças de encaixe permitem um engajamento maior por parte da criança.

Acima de 3 anos

Brincando de engenheiro arrow-options
Reprodução/Amazon
Brincando de Engenheiro é boa opção para crianças acima dos 3 anos

Se a ideia é desenvolver o pensamento lógico, uma boa pedida é o  Brincando de Engenheiro da Xalingo. O brinquedo é indicado para crianças a partir dos 3 anos e favorece até mesmo atividades em grupo. O jogo é composto por 200 peças em vários formatos confeccionadas em madeira reflorestada e tinta atóxica.

Veja Também  As 10 melhores posições sexuais para estimular os mamilos

Para aprimorar as habilidades sociais do pequeno, uma alternativa é o Quem Está Aí? da Toyster. Também recomendável para crianças a partir dos 3 anos, o jogo consiste em reconhecer os filhotes dos animais.

Se a ideia é começar a inserir o conceito de alfabeto na rotina da criança, o  Brinquedo Pedagógico Madeira Letras do A ao Z é a melhor opção. Tem grande potencial associativo de imagens a letras e é indicado para os pequenos a partir dos 4 anos de idade.

Já os pais que planejam prover a seus filhos uma formação bilíngue podem considerar o  Jogo de Memória Aprendendo Inglês para os pimpolhos que completarem 4 anos. Além de estimular habilidades motora e social, o jogo estimula o raciocínio lógico e a linguagem.

Aprendendo a ler e escrever

Kit solar arrow-options
Reprodução/Amazon
Kit Planetário Sistema Solar – 3D Comex é boa pedida para crianças acima de 8 anos

Crianças acima de 6 anos estão vivendo o auge da curiosidade, o que representa uma boa oportunidade para introduzir brinquedos que auxiliem ou preparem para a jornada escolar que se avizinha.

Veja Também  Pênis em bolo de casamento viraliza e web reage: “Desrespeitoso!”

Vira Letras da Estrela é um divertido jogo para turma que consiste em quem conseguir formar palavras com mais letras ganha. A proposta do jogo, claro, pode ser adaptada e ele é muito usado por psicólogos e professores.

Outra forma refinada de aprender se divertindo é jogando o Alfabeto Silábico da Carlu Brinquedos . São 150 peças, incluindo sílabas e letras, e a ideia é desenvolver capacidades cognitivas e linguísticas. 

Ciência e Matemática

Kit Planetário Sistema Solar – 3D Comex  é uma boa alternativa para introduzir o conceito de ciência para os pequenos. O produto é indicado para crianças maiores de 8 anos. O 3D é um charme à parte e bastante funcional para crianças inquietas. O modelo brilha de maneira diferente de acordo com a luz ao qual é exposto.

A ideia de contar e trabalhar com números pode ser bastante desenvolvida com o Material Dourado Individual  da Carlu Brinquedos que traz 62 cubinhos e representa uma boa oportunidade de brincar com seu filho pedindo para ele separar quatro cubinhos pro papai, três pra mamãe, cinco pro vovô e assim por diante. 

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

O que é libido? Delas responde a pergunta mais buscada no Google em 2019

Avatar

Publicado

source

O Google divulgou nesta quarta-feira (11) as perguntas e termos que as pessoas mais buscaram no site em 2019. Entre os resultados está “o que é libido?” como a questão mais procurada pelos internautas. E, claro, o  Delas não pode deixar de responder.

Leia também: Sete, sete, sete! As 7 zonas erógenas da mulher, segundo Monica, de “Friends”

casal na cama em clima de romance arrow-options
shutterstock
‘O que é libido?’ foi a pergunta mais buscada no Google em 2019; resposta está ligada à vontade de fazer sexo

Para responder ” o que é libido ?” é preciso entender o significado da palavra que, de acordo com o dicionário de língua portuguesa, quer dizer “desejo” ou “anseio”. É um termo muito relacionado à manifestação da sexualidade e ao desejo sexual, ou seja, a vontade de fazer sexo.

Como aumentar a libido?

Dependendo da fase da vida, a libido pode ser maior ou menor. No caso das mulheres, questões hormonais, geralmente ligadas à TPM, gravidez,  pós-parto menopausa, ou até  alguns hábitos  do dia a dia podem afetar diretamente esse desejo. 

Veja Também  São Paulo e sua gastronomia variada. Confira 14 restaurantes pela cidade!

Em entrevista prévia ao Delas , a sexóloga Marina Zanetti explica que o processo de aumentar a libido  , especialmente se essa vontade não está muito alta, pode estar bastante ligado ao resgate da sensualidade e de auto erotização. “O ideal é a mulher buscar entrar no mundo erótico”, diz.

Entrar no “mundo erótico”, nesse caso, significa explorar e conhecer o próprio corpo, pois dessa forma é possível identificar o que excita ou não, quais são as fantasias sexuais, como se atinge o orgasmo, etc. A masturbação e o  pompoarismo podem ser bastante interessante. 

Quando se percebe que está com falta de libido  , o primeiro passo é procurar um ginecologista que saiba identificar causas e, também, falar abertamente com o parceiro sobre o assunto. Nada de fazer sexo sem desejo “só para agradar o marido”. “[O sexo é] para agradar a nós mesmas. Para a gente ter vida sexual. Nós mulheres, porque isso é importante para nós”, finaliza Marina.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana