conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende mandante e agenciador de tentativa de homicídio

Publicado

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Delegacia da Polícia Judiciária Civil de Sorriso (420 km ao Norte) prendeu dois homens, um por mandar e outro por agenciar a morte de uma pessoa na cidade. O homicídio não foi consumado, apenas o veículo que a vítima estava teve perfurações por disparos de arma de fogo.

O  suspeito Marcos de Paula (agenciador) teve o mandado de prisão temporária cumprido em Sorriso,  e Adair Cesar Martini, conhecido por Professor, que seria o mandante, foi preso  município Itá (SC), pela Polícia Civil do Estado de Santa Catarina. As prisões foram efetuadas na  sexta-feira (11.01).

O suspeito Marcos de Paula teve também mandado de busca cumprido em sua casa dele, no bairro Santa Maria, que fica próximo a chácara, onde ocorreu o crime, também foi cumprido mandado de busca.

A tentativa de homicídio ocorreu no dia 2 de agosto de 2018, em frente uma chácara nas proximidades do perímetro urbano do município. Na ocasião, a vítima saia da chácara na companhia de seu amigo, que conduzia um veículo Ford Fiesta, momento em que foi abordado por dois homens armados que passaram a disparar contra o veículo. A vítima conseguiu acelerar o veículo, despistando os atiradores. Os disparos atingiram apenas o veículo e a vítima saiu ilesa.

A vítima procurou a unidade policial de Sorriso para noticiou os fatos. Posteriormente, o veículo foi submetido a exame pericial. No curso das investigações, foram ouvidas diversas testemunhas, inclusive, a pessoa que dirigia o veículo, conhecida por “Padre”, que relatou que havia emprestado o veículo Ford Fiesta a um amigo naquela ocasião, e que ele havia ido até chácara lhe visitar.

Veja Também  Bandido faz amizade com idoso, segue sua rotina e no final dá golpe de R$ 3 mil reais

A testemunha/vítima relatou que o imóvel se encontrava na ocasião em litígio, e que estava prestes a fazer um acordo para resolver o embaraço, relatando ainda, que possuía problemas com um homem chamado de Adair César Martini, conhecido como “Professor”.

A vítima ainda contou que o verdadeiro alvo da tentativa era ela, vez que utilizava o veículo e que naquela ocasião estava residindo na chácara em companhia de sua filha menor de idade.

Nas investigações, a Polícia Civil teve acesso a arquivos de áudio e vídeo. Num deles havia filmagens onde um homem, suposto agenciador, conversando com Adair César Martini, “Professor”, sobre a tentativa de homicídio contra a vítima que tinha sido frustrada.

Nas filmagens, o homem afirmava que havia contratado atiradores para tirar a  vida da vítima, sob ordens do “Professor”. Em outro arquivo, apenas de áudio, a pessoa de Professor, claramente, ordena que o agenciador terminasse o “serviço” contratado, e assim aproveitar a situação para coagir outra vítima, gerente de um armazém no município de Sorriso.

Através dos arquivos de áudio e vídeo, a DHPP continuou as investigações e identificou o agenciador como sendo Marcos de Paula, conhecido como “cobrador”,  na cidade de Sorriso. Ele possui registros criminais por porte de arma de fogo e comércio ilegal de arma de fogo (tráfico de armas).

Veja Também  Homem é preso transportando 141 quilos de agrotóxico contrabandeado

A DHPP ainda esclareceu que o tal “Professor” encomendou a morte da vítima para  Marcos de Paula, e este teria subcontratado os atiradores. Com a eliminação da vítima, lucraria com o imóvel. Em razão da amizade e confiança entre ambos, o contrato da propriedade estava registrado em nome de Adair “Professor”. Logo, com a morte da vítima a procuração se extinguiria, e “Professor” estaria livre para negociar com a outra parte sem a interferência do amigo.

Diante de todos os fatos elucidados, a Polícia Civil representou pela prisão temporária dos investigados. As ordens de prisões foram expedidas pelo juiz da Primeira Vara Criminal da comarca de Sorriso.

Ambos os envolvidos foram apresentados a autoridade judicial paras as providências de praxe. A DHPP de Sorriso continua as investigações para identificar os demais envolvidos na empreitada criminosa.

Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil prende em flagrante suspeito de entregar droga em bairro da Capital

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) prendeu em flagrante P.E.S. 34 anos, pelo crime de tráfico de drogas. A prisão ocorreu na tarde de segunda-feira (24.06), no bairro Parque Ohara, na Capital.

Os policiais civis receberam a denúncia de que o suspeito, conhecido pela alcunha de “Coração Valente”, entregaria certa quantia de entorpecente nas proximidades de uma residência do bairro. Segundo as informações, ele estaria em um veículo Ford Ka de cor preta.    

Com base na denúncia, a equipe de investigadores da DRE se dirigiu ao local e ao ver o veículo trafegando por uma avenida do bairro e se aproximando da localização onde supostamente seria entregue a droga, os policiais civis realizaram a abordagem do suspeito.

Com ele foi encontrado a droga que seria entregue, sendo meia barra de pasta base, cinco pedras médias do mesmo entorpecente, e uma porção grande de substância análoga a ácido bárico.

O preso, juntamente ao material e ao veículo apreendidos, foi encaminhado a DRE onde foi atuado em flagrante por tráfico ilícito de drogas.

Veja Também  Polícias Civil e Militar deflagram operação integrada na divisa dos Estados de MT, MS e GO

 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende homem acusado de estupro de vulnerável de duas sobrinhas da esposa

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um homem acusado de estupro de vulnerável de duas sobrinhas de sua esposa teve o mandado de prisão preventiva cumprido pela Polícia Civil, nesta segunda-feira (24.06), em ação da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande (DEDMCI-VG).

O suspeito, E.C.A., 49, foi contido por familiares das vítimas, e interrogado confessou que abusava sexualmente das adolescentes de 12 e 13 anos, há aproximadamente um ano e meio.

Segundo o delegado da DEDMCI-VG, Cláudio Alvares Sant’Ana, o pai e a mãe de uma das vítimas passaram a desconfiar dos abusos, após a filha apresentar comportamento diferente. Questionada, a menor contou aos pais que ela e a prima eram abusadas pelo marido da tia há cerca de um ano, além de serem vítimas de terror psicológico e constantes ameaças do suspeito.

Após ser descoberto, o suspeito foi detido pelos próprios familiares das vítimas, sendo amarrado com fios elétricos e encaminhado a especializada. Na delegacia, as duas vítimas foram ouvidas, ocasião em que confirmaram e deram detalhes sobre os abusos. Em interrogatório, o suspeito também confessou que vinha praticando relações sexuais com as menores há mais de um ano.

Veja Também  PRF apreende 204 mil maços de cigarros em Mato Grosso

Enquanto as partes eram ouvidas, a esposa do agressor compareceu a delegacia e registrou um boletim de ocorrência de estupro contra ele, no qual relatou que, na última quinta-feira (20), foi segurada a força e obrigada a manter relações sexuais com o marido.

Diante das evidências, o delegado representou pelo mandado de prisão contra o suspeito, o qual foi deferido pela Justiça e prontamente cumprido pela equipe da DEDMCI-VG.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana