conecte-se conosco


Política Nacional

Datafolha em São Paulo aponta segundo turno entre Doria (PSDB) e Skaf (MDB)

Publicado

A última pesquisa Datafolha em SP para governador antes do primeiro turno foi divulgada no início da noite deste sábado (6). O ex-prefeito da capital paulista, João Doria (PSDB) liderara a corrida pelo palácio dos Bandeirantes e abriu vantagem em relação ao presidente licenciado da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf (MDB), que está em segundo lugar. 

Acompanhe, abaixo, a preferência dos eleitores auferida pela pesquisa Datafolha em SP, contratado pela TV Globo e pelo jornal Folha de S. Paulo:

João Doria (PSDB): 27%
Paulo Skaf (MDB): 21%
Marcio França (PSB): 16%
Luiz Marinho (PT): 6%
Major Costa e Silva (DC): 4%
Professora Lisete (PSOL): 2%
Rodrigo Tavares (PRTB): 2%
Marcelo Candido (PDT): 1%
Prof. Claudio Fernando (PMN): 1%
Rogerio Chequer (Novo): 1%
Lilian Miranda (PCO): 0%
Toninho Ferreira (PSTU): 0%

Comentários Facebook
Veja Também  Racha no PSL? Viagem de parlamentares eleitos à China causa mal-estar no partido
publicidade

Política Nacional

Temer afirma que teve conta do Twitter invadida após “postagem sem sentido”

Publicado


Ex-presidente Michel Temer fez publicação no Twitter sobre a empresa norte-americana Apple
Reprodução/ Twitter

Ex-presidente Michel Temer fez publicação no Twitter sobre a empresa norte-americana Apple

O ex-presidente Michel Teme r afirmou no início da noite desta sexta-feira (18) que sua conta no Twitter foi invadida. No início da tarde de hoje uma publicação pouco inteligível sobre a empresa norte-americana Apple foi compartilhada pelo perfil oficial do emedebista.

“Para ajudar bkkkkkterceiros, tais como desenvolvedores e empresas parceiras da Apple, a melhorar os apps, produtos e serviços desenvolvidosp por eles para serem usados com produtos da Apple, a Apple pode fornecer a tais”, dizia a publicação que foi apagada do perfil de Michel Temer .

No entanto, a justificativa apresentada pela assessoria de imprensa do ex-presidente não convenceu os internautas, que começaram a imaginar o “verdadeiro motivo” da publicação “sem sentido”.

Leia também: Toffoli decide aguardar relator para definir futuro de denúncia contra Temer

Veja Também  Racha no PSL? Viagem de parlamentares eleitos à China causa mal-estar no partido


Os internautas também aproveitaram o post para “lembrar” o ex-presidente das denúncias e inquéritos em andamento contra ele. Fora do Planalto, Temer perdeu o foro privilegiado e pode enfrentar uma longa briga jurídica. O  político enfrenta três denúncias e outros inquéritos que devem ser encaminhados para a justiça comum. As acusações vão desde de corrupção até lavagem de dinheiro e obstrução de justiça.

Em suas últimas entrevistas, Michel Temer afirmou que não ocuparia cargos públicos e que pretendia se dedicar a escrever livros e, eventualmente, pareceres jurídicos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política Nacional

Lava Jato pede nova condenação de Eduardo Cunha por corrupção e lavagem

Publicado


Eduardo Cunha já foi condenado na Justiça de Curitiba por crimes acerca da compra de poço de petróleo pela Petrobras
Lula Marques/Agência PT – 3.3.16

Eduardo Cunha já foi condenado na Justiça de Curitiba por crimes acerca da compra de poço de petróleo pela Petrobras

O Ministério Público Federal (MPF) reforçou à Justiça pedido de condenação do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (MDB) em nova ação da Operação Lava Jato. Os procuradores pedem que o emedebista seja condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, e pague indenização no valor de R$ 5 milhões.

O pedido do MPF foi feito nas alegações finais do processo que tem como réus Eduardo Cunha e a ex-deputada Solange Almeida (MDB), antiga aliada de Cunha na CPI da Petrobras. Nesse processo,  Cunha é acusado de receber propina de R$ 5 milhões para viabilizar a construção de dois navios-sondas da Petrobras e de ter se valido de requerimentos assinados por Solange para pressionar o empresário Júlio Camargo a pagá-lo.

Comentários Facebook
Veja Também  Pezão, Cabral e outros 13 se tornam réus em processo da Operação Lava Jato
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana