conecte-se conosco


Destaque

Jaime Campos mantém liderança para Senado; Selma é 2ª e abre vantagem sobre adversários

Publicado

Destaque

Pesquisa realizada pelo instituto MT Dados, divulgada com exclusividade pelo site  FOLHAMAX, mostra que o ex-senador Jaime Campos (DEM) mantém a liderança na disputa pelo Senado em Mato Grosso. O democrata tem 31,71% das intenções de voto estimulado.

A juíza aposentada Selma Rosane Santos Arruda (PSL) é a segunda colocada com 30,46%. Levando em consideração a margem de erro do levantamento, o democrata e a liberal estão tecnicamente empatados e devem ser vitoriosos na eleição deste domingo.

O terceiro colocado é o deputado federal Nilson Leitão (PSDB) com 18,89%, seguido pelo procurador Mauro Lara (PSOL) com 17,85% e o deputado federal Adilton Sachetti (PRB) que tem 16,01%. O ex-vice-governador Carlos Fávaro está na sexta posição ao conquistar 11,11%.

A ex-reitora da UFMT, Maria Lúcia Cavali Neder (PC do B), tem 5,55% na sétima posição. Os advogados Waldir Caldas (Novo) e Sebastião Carlos (Rede) estão com 1,11% cada.

O servidor público Aladir Leite (PPL) tem 0,66% e Gilberto Lopes 0,65%. Os votos em branco e nulo somaram 11,83% e os indecisos ainda são 53,06% na somatória dos primeiro e segundo votos.

No primeiro voto, Jaime Campos tem 22,09% enquanto que Selma Arruda fica com 19,15% e Adilton com 11,71%. Já no segundo voto, a ex-magistrada aparece com 11,31% e Jaime Campos com 9,61%.

A amostra foi realizada entre os dias 26 e 30 de setembro com 1518 eleitores dos sexos masculino e feminino. Foram aplicadas entrevistas em 48 cidades do Estado.

A margem de erro é de 3% para mais ou menos com intervalo de confiança de 95%. Está registrada no Tribunal Regional com número MT-07785/2018.

senado.jpg

senado2.jpg

senado3.jpg

Comentários Facebook

Destaque

Domingo Legal vence programa de competições da emissora líder e conquista a 1ª colocação

Publicado

Atração do SBT alcançou 10 pontos e incomodou a concorrência

O programa do SBT comandado por Celso Portiolli exibido no último domingo, dia 17/10, alcançou a liderança no ranking geral das audiências na Grande São Paulo após vencer o programa de competições exibido na concorrência.

No horário em que as duas atrações estiveram simultaneamente no ar, das 14h39 às 15h13, o programa do SBT marcou 9,6 pontos de média contra 9,5 do concorrente. Foram 34 minutos consecutivos na liderança.

Na média geral, das 11h às 15h13, o Domingo Legal garantiu a vice-liderança isolada ao registrar 7,6 pontos de média, 16,1% de share e 10,4 pontos de pico.

Índice 28% superior ao registrado pela emissora terceira colocada, que na mesma faixa de exibição marcou 5,9 pontos de média com uma programação infantil e um filme. A emissora primeira colocada marcou 9,5 pontos de média com um programa esportivo, um musical e a atração de competições.

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Tempo de transferência pelo Pix é de até 0,6 segundo em 99% das vezes, diz BC

Publicado

 

 

source
Modelo de transferência já supera TED e DOC
Janaína Dantas

Modelo de transferência já supera TED e DOC

O Banco Central divulgou nesta segunda-feira (18) o Relatório de Estabilidade Financeira (REF) do primeiro semestre de 2021, em um trecho, aponta que 99% das transações por Pix foram realizadas em até 0,6 segundo.

O REF afirma também que a disponibilidade do sistema manteve-se acima de 99% durante todo o primeiro semestre. O Pix já supera os formatos tradicionais de transferência como TED e DOC e movimentou R$ 1,6 trilhão em 2,4 bilhões de transações desde que foi implementado até agosto desse ano.

O Banco Central também alega que o Pix “vem crescendo como instrumento de pagamento imediato, seguro e conveniente”. A instituição vem  adotando medidas para torna-lo ainda mais seguro.

O relatório divulgado hoje mostra os números do primeiro semestre, mostrando crescimento a cada mês nas movimentações. “O primeiro semestre de 2021 caracterizou-se pelo estágio inicial de crescimento exponencial de transações”, diz o texto. Confira:

  • Janeiro – 170 milhões de transações (R$ 138 bilhões)
  • Fevereiro – 229 milhões de transações (R$ 170 bilhões)
  • Março – 328 milhões de transações (R$ 238 bilhões)
  • Abril – 411 milhões de transações (R$ 274 bilhões)
  • Maio – 543 milhões de transações (R$ 327 bilhões)
  • Junho – 626 milhões de transações (R$ 361 bilhões)

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso